Como Nascem Os Cachorros

O nascimento dos filhotes de um cachorro é um dos momentos mais tensos e emocionantes para o dono. Para o animal, é algo natural e eles conseguem fazer sozinho. Muitos donos já foram surpreendidos com os filhotes novos ao acordar em casa, enquanto a mãe já os estava amamentando e cuidando, inclusive com seu sistema de proteção que não deixa os humanos e outros animais chegarem perto.

Se tudo estiver correndo bem, os veterinários indicam aos donos deixar o animal ter seus filhotes sozinhos. É algo natural, de instinto, e eles sabem o que fazer, assim quando nossos seus antepassados sabiam quando chegava a hora do parto quando não tínhamos ainda hospitais ou anestesia. Os animais sabem bem o que estão fazendo, seu complicações.

O Cruzamento

Para haver a concepção, o primeiro passo será o cruzamento de um cachorro macho com uma cachorra fêmea. Este só irá acontecer quando o animal a fêmea estiver no cio, período de ovulação do animal, quando ela está fértil. O sinal mais clássico disso é um leve sangramento na cadela, indicando que ela já está pronta para receber o novo ser.

O cruzamento canino acontece com a penetração do macho na fêmea, durando cerca de vinte minutos. Durante este período, o órgão da fêmea incha e o pênis do cachorro fica preto, por isso remover os animais irá causar bastante dor para ele e para ela, podendo machucar em especial o macho.

Para os donos, é importante saber que o esperma canino pode viver em média sete dias, por isso cruzamentos quando o cio ainda está começando são considerados perigosos. O óvulo dura em média três dias, então cruzamentos depois do dia fértil mais provável também podem gerar filhotes.

Existem lendas de que apenas um cruzamento é essencial para o nascimento dos filhotes. Não é verdade. As chances aumentam de acordo com a quantidade de cruzamentos, pois há uma duração do esperma e do óvulo, como informado acima. Como o óvulo dura menos, ele é o grande responsável pela concepção. O problema é que há sempre uma grande quantidade de esperma sendo injetada nas fêmeas, por isso as chances aumentam bastante.

A Gestação

A gestação canina dura em média 55 a 66 dias. Os primeiros sinais de que a fêmea está perto de ter os filhotes é quando seus seios começam a crescer, chamados de tetas. Eles começam a inchar, sinal de leite materno sendo produzido e a proximidade do nascimento. Isso acontece por volta do 40 dia, deixando os donos em alerta que o parto está próximo.

As fêmeas são naturalmente protetoras de suas crias, como as mães humanas. Por isso elas costumam procurar na casa ou local em que vivam um local mais reservado, escuro e sem muito trânsito. Quando elas começam a se alojar sozinhas em um cantinho, é sinal do parto próximo. Elas querem tranquilidade e um local para esconder seus filhotes, por isso quanto mais escuro e distante da multidão melhor. Os locais preferidos são atrás ou dentro de guarda roupa, no cantinho entre uma parede e outra e em quartos não usados.

As 12 horas antes do parto são realmente gritantes para a fêmea. Ela irá sentir contrações, o corpo irá incomodar e ela vai querer ficar mais tempo quieta e sem apetite. Pode respirar mais forte, sinais de ansiedade e dor também, como em uma mulher. Costumam também se isolar e ficar carinhosas, agitadas com a cabeça porque estão sentindo dor.

O Nascimento do Filhote: o Parto Canino

A bolsa da fêmea irá estourar os filhotes de cães devem começar a sair entre 12 e 24 horas depois de começar o processo de aquietação da fêmea. Durante este período, o animal fica sentado por mais tempo, sua vulva se alarga e os animais irão sair por lá, um a um dependendo da quantidade. As fêmeas mais jovens podem ter ninhadas maiores. Já as mais idosas costumam ter entre um ou dois.

O estou da bolsa é semelhante aos dos humanos, com um líquido claro misturado com sangue. Quando este líquido sair, começou o trabalho de parto e é importante observar como o animal irá se comportar. O processo de saída dos filhotes pode durar em média 12 horas. Se não saírem os filhotes neste período e a bolsa já estiver estourado, a fêmea pode estar precisando de ajuda e é importante levar o animal a um médico de pronto.

Cada filhote leva para sair entre cinco e 30 minutos. A fêmea faz força e cansa bastante, por isso ela pode pedir um pouco mais de sossego para deixar os demais saírem e descansar um pouco enquanto limpa os que já estão fora. O processo é lento e não pode ser apressado se estiver prosseguindo naturalmente.

Não é preciso interferência humana durante o processo. No geral, a fêmea come o cordão umbilical e sua placenta e deixa os animais limpos. Também é uma fonte de proteínas para a mãe e um ato natural, por isso não é preciso interferir em nada durante o parto acontecendo. É só ir observando para ver se a fêmea ainda precisa de ajuda veterinária por sentir dor e não conseguir fazer tudo sozinha.

Logo Após o Parto

Depois que todos os animais tiverem saído, começa a cria do animal. São seus filhotes, por isso ela costuma proteger e não quer ninguém cuidando deles. Ela irá lamber bastante para os limpar e deixar seu cheiro, por isso tocar nos filhotes e deixar o aroma humano pode fazer a fêmea os rejeitar, pois ela não os conhece bem.

As cadelas também costumam ficar ariscas quando se chega perto dos seus filhotes e tendem a os esconder. Ela os carrega com a boca para locais estranhos, como dentro da gaveta e do guarda roupa e pode também tentar morder quem pegar neles. Tudo sistema de proteção e considerado normal entre as fêmeas de cachorros. Com os gatos são parecidos.

E se Houver Problemas?

Se houver problemas, a cadela deve ser levada ao veterinário para fazer uma cesariana, semelhante ao parto cesário dos humanos, com anestesia e remoção dos filhotes, corte do cordão umbilical e descarte da placenta.

Quando se tem uma nova ninhada a caminho em casa é responsabilidade na certa, é necessário recursos, tempo e dedicação aos novos filhotes e a saúde da mãe. Embora seja trabalhoso é bem gratificante ver o nascimento de animais saudáveis.

A saúde de toda a ninhada vai depender dos cuidados que o dono tem com sua cadela. Como ela quem vai gerar os filhotes e vai alimentá-los nos primeiros meses de vida até que eles estejam preparados para se alimentar de outras coisas.

Durante a época de acasalamento é recomendado o uso de vermífugos para garantir que a gravidez venha sem riscos. Com os bebes a caminha, a partir do trigésimo dia pode-se oferecer uma alimentação diferenciada para a mãe. Que pode ser ração para filho, geralmente elas possuem mais proteína e cálcio.

Durante a gravidez não dê vermífugo são contra indicados, só é possível dar depois 45º dia. E Caso a raça do seu cão for de uma raça peluda, é importante tosar o pelo antes do parto dela, isso ajuda a prevenir acidentes com os filhotes.

Parto Normal

O período de gestação dos cachorros varia de 55 a 66 dias, e logo depois do 40º já se notam algumas diferenças no animal, como tetas inchadas e elas começam a engordar. É valido lembrar que algumas cadelas também têm enjôos matinais por causa da gravidez.

Quanto estiver na hora à mãe saberá e começará a procurar um lugar escuro, quente e macio para assim trazer a vida os filhotes. Assim que o parto começa, ele costuma levar de 12 a 24 horas até que ela entre finalmente em trabalho de parto. Você pode observar pela falta de apetite, fica mais inquieta.

O processo mesmo de nascimento pode chegar a 12 horas, tudo depende da saúde do animal e de como estão os filhotes também. A pausa entre o nascimento de um filhote e outro pode levar de 5 a 30 minutos, e então a mãe começa a fazer força novamente. E normal que ela tire um tempinho de folga para descansar e também comum ela comer toda a placenta e cordão umbilical.

Cesariana Canina

Dependendo da situação de saúde do animal grávido pode haver dificuldade na hora do parto normal, e então sejam necessários procedimentos cirúrgicos que é a cesariana, isso ajuda com que os filhotes nasçam em segurança e a mãe fique bem também.

Algumas raças também devido ao porte ou algum aspecto físico também é recomendado que o parto seja feito cirurgicamente. Isso inclui o Chihuahua, Lulu da Pomerania, Boston Terrier, Poodle Toy e os Bulldogues.

A cesária é feita com anestesia geral no anima, e um pequeno corte é feito na barriga da mãe, assim o veterinário consegue ter acesso ao útero da mãe de onde os filhotes serão retirados. Assim que os filhotes são removidos, caso o dono deseje castrar a mãe, é nessa hora que a castração acontece. Em seguida, cerca de 3 horas depois a mãe acorda para cuidar dos bebês.

Pós Parto

Já recebendo o acompanhamento durante o parto, a mãe também deve receber auxilio após o parto. Sempre com a ajuda de um médico veterinário, visitas a nova mamãe são imprescindíveis, ele deve avaliar o estado da cadela e se os filhotes nasceram sem nenhuma alteração.

É importante que nas primeiras horas de vida os filhotes sejam alimentados somente pela mãe, para ingerir o colostro, que nada mais é do que um leite que contém todos os anticorpos que o animalzinho precisa para sobreviver nos primeiros dias de vida.

Além do cuidado com os filhotes, caso a sua cadela tenha feito o parto sozinha e em casa é preciso verificar se a placenta foi toda expelida. Caso contrário ela pode gerar infecções dentro do útero e virar uma Piometra. Por isso importante acompanhar o parto da sua cadela, mesmo que de longe. Naturalmente a placenta e todo o resto costumam sair sozinho em tanto mãe quanto cria bem e saudáveis.

Quando a mãe fica doente, os filhotes tendem a retardar o seu desenvolvimento, dá pra observar isso, pois a mãe não se alimenta direito.

Amamentação

A amamentação é fundamental para qualquer animal em estágio de desenvolvimento da cria. Durante todo esse período a cadela não pode fazer muito esforço e sua alimentação deve ser reforçada.

Assim que nascem os filhotes já querem logo mamar, e é através desse processo que eles também adquirem todos os anticorpos necessários para auxiliar o seu desenvolvimento. É importante lembrar que cadelas que não são vacinadas passam uma quantidade muito menor de anticorpos para os filhotes, portanto mantenha seu animal com as vacinas sempre em dia.

No início a cadela irá comer os desejos dos filhotes, para manter o ninho sempre limpo. É comum a verela lambendo o anus e as genitais dos filhos também, isso serve para estimulá-los a defecar e urinar. Durante a amamentação é importante prestar atenção as mamas da cadela, geralmente elas costumam ficar inchadas. Mas caso você note que elas estão inflamadas e vermelhas, leve-a ao veterinário, pode ser alguma infecção e também pode ser fatal para os filhotes.

Gestação Canina

Ter um acompanhamento privilegiado junto de um médico veterinário é indicado durante todo o período de gestação, que dura aproximadamente 60 dias. Exames podem ser feitos como o de toque para confirmar a gravidez, ele pode ser feito a partir de 30 dias de gestação, com ultra-sonografias também é possível acompanhar tudo.

Caso com o cruzamento não houve fecundação é preciso verificar quais os motivos e causas dessa infertilidade. Tanto na fêmea quanto no macho.

Como nos seres humanos, os cachorros também se formam inteiros, troco, cabeça, membros e órgãos isso primeiramente, e depois eles começam a aumentar de tamanho. Nunca de nenhum medicamente sem orientação do veterinário. Algumas drogas causam má formação nos fetos.

O cálcio deve ser ministrado na cadela pelo risco eclampsia. Isso acontece quando falta cálcio no organismo da mãe na hora do parto ou na amamentação. O corpo sente falta de certa quantidade desse cálcio e começa a tremer e sofrer de falta de coordenação, nesse caso o animal deve ser levado ao veterinário imediatamente.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Caninos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • TENHO 2 FEMEAS QUE PITBULL QUE AINDA SÃO ADOLESCENTES. ADOREI A MATÉRIA, PORQUE ASSIM POSSO ME PREPARAR PARA QUANDO ELS TIVEREM SEUS FILHOTINHOS.

    Marcelo Carrijo 27 de Março de 2014 22:58

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *