Quero Doar meu Cachorro

Sempre que colocamos um gato ou um cão em nosso convívio diário, admitimos um compromisso para a vida toda. Por isso se torna fundamental que, antes de adotar ou comprar um animal, determinadas avaliações sejam feitas: haverá tempo, atenção, e recursos financeiros suficientes para suprir as necessidades do animal? Afinal, é uma nova vida dependente totalmente de pessoas que cuidem dela com compromisso e responsabilidade.

Segundo estudos, no Brasil há aproximadamente 32 milhões de cachorros, e 10% desse total estão no total abandono. Se pensarmos apenas em termos de São Paulo, por exemplo, isso quer dizer 200 mil de cães, ou seja, existe uma grande carência de lares para tantos cães. Então, reflita com carinho: você não pode realmente continuar a cuidar desse animal?

Quero Doar Meu Cachorro

Antes de doar seu cão, pergunte-se: eu não posso mesmo ficar com ele? Muitas pensam em desistir do animal por situações que poderiam ser resolvidas. Pensando bem, às vezes determinadas tomadas de decisões, alguns ajustes, podem evitar sofrimento e dor para ambas as partes.

Se a desistência é em razão do comportamento do animal, já buscou ajuda de alguém especializado, dicas de treinamento na internet ou coisa do gênero? Nos dias de hoje existem especialistas em modos comportamentais de animais e ainda livros com várias dicas úteis para se conseguir solucionar problemas simples. Caso não tenha condições financeiras, busque ao menos conseguir informações com proprietários que tenham mais experiência no assunto.

Caso o animal apresente problemas de saúde que você não tenha condições financeiras de arcar, já pensou em procurar um veterinário e propor um parcelamento do tratamento ou alguma ajuda da prefeitura de sua cidade, pois sempre há veterinários do município que podem ajudar no assunto.

Outra ideia é promover uma “vaquinha”entre os familiares e amigos que estejam dispostos a ajudar no cuidado com seu animal. Muitos certamente entrarão nessa com você.

Mas se o problema for mudança, não ache logo que de cara que seu animal não irá se adaptar ou não caberá em seu novo Apê. Muitos cachorros de grande e médio porte acabarão ficando mais felizes próximos de seus donos, o que importa é levá-los a passeios todos os dias, para liberarem sua energia e fazerem suas necessidades. Agora, se a razão é que o condomínio ou o dono do apartamento não permite animais, mostre que seu amigo é diferente e que pode muito bem conviver sem problemas com os demais moradores.

Finalmente: Caso conclua realmente que este é o momento para ficar sem seu cão, jamais o abando na rua. Além de isso ser um crime, é um ato degradante e cruel. E, não espere que ele seja acolhido por alguma alma caridosa, as coisas não acontecem assim.

O importante é que antes você procure alguém que esteja disposto a ter um animal de estimação, que irá dar a ele amor e carinho. Mas, caso não encontre ninguém disposto a adotar, procure um pet shop e veja se eles não aceitam ficar com seu animal por algum tempo, até que encontre alguém que se interesse, claro que você deverá arcar com os gatos que o animal der nesse período.

Também faça apelos via internet, em redes socias e ainda em sites que promovem a doação de animais de estimação. O destino desse cachorro está unicamente em suas mãos e, por isso, depende de você.

Caso Seja Necessário, Siga as Dicas Abaixo:

Dicas Importantes

a) Faça a preparação de seu animal: Leve seu cão ao médico veterinário para que o mesmo seja vermifugado e vacinado, e, se possível até castrado. Este procedimento aumenta bastante as chances dele ser adotado. Se precisar, entre em contato com os profissionais da ARCA Brasil. Não existe possibilidade certa de redução nos preços e nem tratamento gratuito, mas eles terão disposição em ajudá-lo.

b) Busque interessados: Realmente, a relação boca-a-boca funciona. Sempre converse com pessoas que têm apreço por animais e demonstre qual sua real situação.

c) Faça a Divulgação: Use as Redes sociais: Twitter, Facebook, Blogs, ONGs, Sites de protetores independentes, agências de notícias que tratam com os animais… São diversos os canais que fazem a divulgação. Pode até ser que, em vários deles, quando alguém está em busca de um animal de estimação com as descrições prescritas:

Sites que podem auxiliar na divulgação:

  • www.webanimal.com.br
  • www.olharanimal.net
  • www.pataapata.com.br
  • www.animaisonline.com.br
  • www.anuncioanimal.com.br
  • www.petbr.com.br

d) Cartaz: O velho e bom cartaz aumenta as chances de buscar um lar novo para o animal. No site lambe-lambe basta preencher os locais e mandar imprimir! Pregue os cartazes em clínicas veterinárias, pet shops, mercados e ainda em outros pontos com grande números de pessoas.

Caso o cão seja de raça, buscar contato com associações idôneas de criadores. Os mesmos poderão dar orientação ou inclusive querer ficar com o animal. Busque ainda eventos como Feiras que adotam os Animais

e) Faça a avaliação do novo lar: Veja se seu animal terá realmente os necessários cuidados, se o local que será abrigado está pronto para acompanhar o desenvolvimento do cachorro. Não deixe que seu animal fique sob os cuidados de qualquer pessoa. Veja se os candidatos tem conhecimento sobre o temperamento e comportamento da raça ou ainda da mistura delas, se os mesmos terão tempo para dedicar ao animal, enfim, se são realmente aptos para fazer tal adoção.

f) Abrigos podem até ser uma ideia? Geralmente os abrigos enfrentam dificuldades enormes para acabar com as simples carências de seus animais. Os mesmos necessitam de apoio de todas as pessoas e ainda de uma gestão profissional, que deve compreender um veterinário que seja responsável. Mas, em razão do excesso dos animais, da falta de recurso e de estrutura, grande parte deles passa por enormes dificuldades para sustentar e controlar as inúmeras doenças do local.

A ARCA Brasil que auxilia no trato e cuidado com os animais, não conta com abrigos e nem faz o recolhimento dos animais. O trabalho dela é somente o de conscientizar a sociedade no cuidado e na guarda e posse responsável dos bichos, e ainda buscando influenciar políticas públicas através da replicação de projetos-modelo em todo o Brasil, como aquele que vem sendo feito na  cidade de São Paulo.

Em algumas situações da vida nos encontramos um momento complicado e precisamos infelizmente doar o cachorro da família. Seja por causa de mudança ou mesmo por causa de dinheiro é sua obrigação fazer uma doação do cão e não deixá-lo a própria sorte por aí. Para conseguir realizar essa doação com maior êxito é importante que o dono procure uma instituição que ajude a encontrar lares para os cães.

Existem muitas ONG’s em todas as cidades que têm como principal objetivo encontrar um novo lar para os cães. Entre em contato com uma instituição dessas e comece a planejar a doação do seu cão. Além de contar a ajuda de uma instituição dessas é possível para você divulgar entre os seus amigos que está doando o seu cão, pois assim se alguém se interessar pode falar diretamente com você.

O mais importante durante uma doação é se certificar que o animal ficará bem no seu novo lar.


Categoria(s) do artigo:
Curiosidades

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *