Doença Da Arranhadura Do Gato

A maior parte dos donos de gato não costuma se importar muito com os arranhões de gatos, um dos pontos baixos de se ter tais animais. Mas a preocupação deve ser constante, principalmente em gatos de ruas. Os felinos podem acumular bactérias na região e passar para os humanos, causando uma doença conhecida como doença da arranhadura de gato, que pode ser grave em alguns casos como não tratada corretamente.

O Que é a Doença Da Arranhadura Do Gato?

Esta doença é na verdade uma infecção causada pela presença da bactéria Bartonella henselae. Esta bactéria costuma morar na parte de baixo da unha, uma região bem propícia a bactérias e fungos morarem porque entra em contato com areia e qualquer superfície suja que o animal entrar em contato. Quando arranhado, o humano acaba por abrir a sua pele em algumas camadas e a bactéria pode penetrar, causando a infecção.

A principal característica da doença é o surgimento de uma bolha vermelha no local arranhado. A bactéria penetra pelo arranhão na pele e se instala nos vasos sanguíneos, infectando a região. Com o avanço da infecção surgem dores, rigidez no local e a infecção pode se espalhar para os demais espaços do corpo. Pode penetrar nos gânglios linfáticos em casos mais graves e acabar por causar até problemas aos órgãos do corpo.

Como qualquer outra infecção a região pode coçar, o individuo pode ter febre, sensibilidade na pele e também na visão. Em casos mais graves a febre é constante, mas pode ser confundida facilmente com outra doença se o arranhão não for investigado. Há ainda dores musculares, falta de disposição e dores intensas na região do corte.

Como Saber Se Você Tem a Doença Da Arranhadura Do Gato

O principal sintoma é mesmo se o arranhão está inflamado. Um arranhão causado por um gato tende a inflamar, mas cicatriza em poucos dias. Forma-se uma casca com cicatrização e volta da tonalidade natural da pele em menos de cinco dias. No caso da doença da arranhadura de gato, a infecção não vai formar casca para cobrir o corte e bolhas irão surgir. Elas podem durar mais de uma semana visíveis e não vão sumir se não forem tratadas adequadamente.

O diagnostico de fato da doença é dado com um exame de coleta de material para a presença da bactéria. Se positiva, o médico deve tratar com antibióticos próprios para a doença e em alguns dias o corpo deve estar completamente restabelecido. Um exame de sangue deve ser feito em primeiro momento para detectar a doença e em qual nível de infecção ela se encontra, de acordo com a quantidade de bactérias presente por mililitro de sangue.

A boa noticia é que é uma doença controlável. Não existem casos graves registrados no Brasil levando a morte. Mesmo nas mais sérias das infecções, ela é tratável caso se tome os medicamentos de forma correta e com a dosagem recomendada pelo profissional de saúde.

Portadores com o vírus do HIV e Diabetes devem ter bastante cuidado com a doença de arranhadura do gato. Tais doenças baixam bastante o nível de glóbulos brancos do organismo, podendo levar a morte do individuo caso a infecção se prolifere bastante.

O Gato Também Deve Fazer Exames

Se você não teve qualquer contato com gatos de rua, com certeza foi o gato doméstico o portador da doença. O animal pode contrair a doença da arranhadura do gato de formas diversas, por isso é importante que ele também seja examinado. Como o animal não costuma apresentar sintomas (ele é apenas um portador), deve-se levar o pet ao veterinário para um exame de sangue completo.

Deve ser feito um exame de sangue no animal para saber se ele é portador da bactéria. Caso o resultado seja positivo, o ou os gatos devem tomar medicamentos em dosagem indicada para matar a bactéria. Mesmo tendo apenas um gato infectado em casa, se houver mais de um animal todos devem ser tratados para a doença ser eliminada, ou um contagia o outro novamente.

Por Que Os Gatos Arranham?

Os humanos possuem dedos para prender as coisas em suas mãos. Os gatos possuem as unhas. Estas são as grandes responsáveis por seu sistema de defesa eficiente. Muitos motivos levam os gatos a usar as garras, que são afiadas desde os primeiros momentos do animal: prender-se em coisas para subir, para brincar com os humanos ou como sistema de defesa. Se um gato acredita estar sendo ameaçado, as garras são as suas principais armas. Infelizmente alguns usam esta arma de forma bem banal, como quando enjoam de uma brincadeira e acabam por arranhar seus donos.

Alguns veterinários comentam que um arranhão de um gato é mais danoso que uma mordida. As garras do gato são afiadas, as nem tanto como suas unhas. Mesmo os filhotes com dias de vida já apresentam unhas como sistema de defesa. Os gatos também são espertos: usam suas garras para ferir partes sensíveis do inimigo, por isso é comum que ataquem olhos e rosto em geral. Eles também usam suas garras para se prender as pessoas com medo de cair ou de algo ruim. Gatos domésticos costumam se prender nas roupas dos donos com as garras quando sentem medo.

Como Cortar As Unhas De Gatos

Uma alternativa para evitar ferimentos e doenças para os donos e os animais também é cortar as unhas dos gastos. Porém, pelos riscos, esse ato deve ser feito com muito cuidado ou por um profissional. Levantando a pele do felino você deve notar uma parte branca na unha e uma parte mais escura. Deve-se cortar a parte branca apenas, com uma margem de segurança para o animal. Uma boa dica é usar calmante para este ato, pois o gato não irá curtir muito e pode ficar bem violento.

Tirar As Unhas Ou Apenas Cortar?

Alguns donos retiram completamente as unhas do gato. Apesar de evitar acidentes com os donos(principalmente com crianças), as unhas são uma parte importante da vida do gato. Elas são sua defesa e sem elas, em caso de fuga, o pet está completamente indefeso.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Doenças

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *