Rato-Canguru

Integrante da família Heteromyidae, o Rato-Canguru (Dipodomys merriami), é um pequeno roedor que tem como habitat natural os desertos, em especial o Vale da Morte, na Califórnia, Estados Unidos (considerado um dos ecossistemas mais hostis do mundo). O animal pode medir até 10 centímetros e se visto a esmo pode ser confundido com os ratinhos que são tão usados como cobaias em laboratórios de pesquisa.

O que mais chama atenção dentre as características desse ratinho é o fato de que ele não bebe água mesmo morando no deserto e sua alimentação tem como base folhas secas e grãos. Mas, se você está pensando que esse animal sobrevive sem água saiba que está bem enganado, pois na verdade mesmo alimentos secos possuem certa quantidade de água de maneira que o pequenino tem sim líquido circulando em seu corpo.

Rins Especializados

Por contar com uma quantidade ínfima de líquido, proveniente dos alimentos, circulando em seu corpo esse ratinho precisa de rins especializados para manter seu organismo funcionando. Basicamente esses rins contam com tubos que retiram a maior parte da água presente na urina redistribuindo a mesma para o organismo. Com esse sistema o Rato-Canguru consegue se manter bem e vivo mesmo no deserto e sem muita água.

Economizando Energia

Como é um animal que possui pouca água em seu organismo, o Rato-Canguru, evita gastar muito de sua energia em esforços desnecessários. A vida do bichinho se desenrola mesmo a noite quando ele sai da sua toca, pois esse é o momento do dia em que o clima está mais ameno evitando que a água do seu organismo evapore. Mantendo-se escondidos durante o dia esses animais também evitam os predadores.

Mas, Por Que Rato-Canguru?

Para quem ficou com essa dúvida a dica é conferir as patas traseiras do roedor, como são mais largas lembram o corpo de um canguru. Essas patas permitem que eles pulem como faz o canguru (os saltos são bastante amplos tendo de 1,5 metros até 3 metros de distância com 1 metro de altitude), algo bastante interessante para um animal que vive num ambiente inóspito como o deserto.

Sacos nas Bochechas

Quanto mais descobrimos sobre o Rato-Canguru mais temos certeza que é um animal bastante exótico. Por exemplo, nas bochechas desse ratinho existem sacos em que ele pode transportar seu alimento. O roedor pode armazenar o alimento nesses sacos durante um período de muitas semanas. Pelo fato de não poderem sair de dia e evitarem passeios noturnos quando tem lua cheia, que os deixa muito expostos, ao ratinhos do deserto se valem desse truque de armazenamento de comida.

Características Físicas do Rato-Canguru

Dentre esses animais pequeninos é possível notar que os machos apresentam ligeira vantagem em termos de tamanho. De pelagem curta e fina esse animal pode ser visto nas cores bege e branca. Possui simpáticos bigodes cinzas e olhos de um negro profundo que se destacam em sua aparência. As orelhinhas mesmo pequeninas são poderosas permitindo que esse animal escute a longas distâncias, algo essencial para um morador de um deserto hostil.

Rato-Canguru como Animal de Estimação

Pela aparência fofa que esses ratinhos possuem é natural que muitas pessoas desejem ter exemplares como pet, saiba que é possível, mas você precisa atentar para algumas condições. O animal precisará de uma gaiola larga e com boa altura, deixe que ele saia de vez em quando para se exercitar. A temperatura ideal para esse animal fica entre 15°C e 30°C.

Como esse ratinho gosta de cavar é interessante que sua gaiola tenha areia de Chinchila, isso também permitirá que ele se enterre para se esconder, é algo importante para a natureza desse animal. A alimentação do Rato-Canguru doméstico pode ficar por conta de alguns tipos de insetos além de sementes como aquelas usadas como ração de papagaios e periquitos.


Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Roedores

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *