Pequeno Animal Cotia

Conhecendo a Cotia

O nome popular da Dasyprocta aguti pode ser pronunciado como cotia ou cutia. Trata-se de um mamífero do tipo de roedor que pertence a família Dasiproctidae e ao gênero Dasyprocta. As duas espécies de cotias mais comuns no Nordeste do Brasil são Dasyprocta aguti e Dasyprocta prymnolopha. De pequeno porte esse animal pode medir entre 49 e 64 cm, no Brasil existem sete espécies de cotias.

Uma característica muito interessante a respeito das cotias é que elas contam somente com um tipo de vestígio de cauda. As suas extremidades são mais curtas em comparação com as posteriores. Com pés compridos a cotia possui cinco dedos em cada um deles. Dentre os seus dedos três deles possuem unhas com a capacidade de cortar e que se equivalem a cascos. Podemos dizer que as cotias tem o que chamamos de dedo mindinho.

Hábitos das Cotias

Alimentação

Como animais herbívoros que são as cotias têm como base de sua alimentação frutos e sementes. Durante as fases de escassez de alimento as cotias realizam um tipo de coleta com mais cuidado para garantir que terão alimentos. Um hábito curioso e previdente das cotias é o de enterrar alimentos em seu território, pois se faltar alimentos ela tem estoque. As cotias costumam sair em busca de alimento no final da tarde e preferem os frutos e sementes que encontram pelo chão caídos de árvores.

A Cor dos Pelos

A cor das cotias é bem variada entre as diferentes espécies. Observando com cuidado a pelagem da cotia podemos ver um efeito dourado que é bem especial. Aliás, em sua pelagem podemos encontrar diferentes tons como branco e castanho escuro. O efeito da cor é conhecido como efeito de zonagem e acontece em vários animais como o lobo-cinzento, por exemplo.

Trata-se do resultado da ação da substância que é conhecida como eumelanina. Na fase em que o pelo está crescendo acontece a produção dessa substância intermitente que dá origem ao efeito de zonas de cores diferentes. A designação aguti é dada para fazer referência genérica ao efeito nos pelos dos animais. Em relação ao toque os pelos das cotias são ásperos, longos e duros.

O Corpo das Cotias

As cotias tem peso entre 1,5 e 2,8 kg, a sua cabeça é um tanto longa com orelhas que acabam ficando relativamente pequenas. Em relação aos dentes possui quatro dentes incisivos que são longos e com um tipo curvo. Como descrevemos no começo do texto a cauda da cotia é curta e desprovida de pelos tendo cerca de 1,5 cm de cumprimento.

Os membros anteriores das cotias são bem mais curtos em relação aos membros posteriores contando com quatro dedos para levar os alimentos a sua boca, os chamados dedos funcionais. Um animal que tem grande facilidade para saltar especialmente devido aos seus três dedos desenvolvidos que possuem unhas com capacidade cortante.

A Comunicação das Cotias

Em geral esses animais se comunicam através do olfato e da audição. Para se comunicar por meio do olfato as cotias deixam odores característicos que são resultados da secreção feita pela glândula anal assim como pela urina. Os odores ainda servem como um tipo de delimitação do seu território. Assim os membros de um mesmo grupo podem localizar os alimentos escondidos no território comum.

Reprodução e Gestação

O período de gestação de uma cotia tem em média 104 dias sendo que o seu ciclo estral é de 30 dias. A média de filhotes num único parto é de 1 a 3, a grande maioria das fêmeas de cotia tem dois filhotes por parte sendo que o corpo dos mesmos é coberto totalmente por pelos, com seus olhos abertos além de já apresentar facilidade para se locomover.

Relações Entre Cotias

Quando deseja avisar os demais membros do seu grupo a respeito da chegada de um predador as cotias batem a pata traseira no chão como uma espécie de alarme. A proporção de machos para fêmeas é de um macho para cada seis fêmeas o que pode variar dependendo do tamanho do grupo.

Cerrado

A cotia é um animal mamífero e roedor que pode ser encontrado em todo o território do Brasil de maneira que está também entre as espécies que compõem a fauna do cerrado. O cerrado brasileiro possui uma das maiores biodiversidades do mundo, um lugar muito rico que conta com espécies bem interessantes.

Afinal é Cotia ou Cutia?

Para quem fica com a dúvida a respeito de ser cotia ou cutia vamos esclarecer que as duas formas de chamar esse roedor estão corretas. Sendo assim se você for adepto do “u” ou “o” está falando certo. Todo mundo liga as duas palavras ao animal então é indiferente.

Criação de Cotia

Um dos tipos de criação de animais que mais tem ganhado espaço é a de cotias. Para que esse se torne um negócio com bons rendimentos é essencial que haja uma boa quantidade de animais sendo criados ao mesmo tempo. O cativeiro desses animais precisa estar corretamente adaptado.

Para que o trabalho de criação de cotias seja bem sucedido é essencial que se observe com atenção os hábitos reprodutivos dos roedores de maneira a oferecer correto manejo, alimentação saudável e balanceada com foco na higiene e com os cuidados sanitários. Quando o animal é criado em cativeiro ele se torna mais dócil e fácil de cuidar do que um animal selvagem.

Vantagens da Criação de Cotias

A grande vantagem de criar cotias é que se trata de uma criação com baixo custo de implantação uma vez que precisa de instalações bem simples. Além disso, os animais podem ser capturados na natureza e podem ser armazenados em instalações que já existam na propriedade rural. Como o manejo é simples o custo operacional se torna bem baixo.

Outro custo bem baixo que se tem na criação de cotias é em relação a alimentação uma vez que se baseia em grãos, frutas e tubérculos que podem ser complementados com ração concentrada. Uma dica é usar frutas que estão sobrando dos pomares para economizar. As cotias ainda oferecem uma boa rentabilidade uma vez que o animal apresenta aproveitamento de cerca de 70% em especial porque o couro fica na carcaça.

A cutia conhecida também como cotia é um pequeno animal, mamífero, roedor, da família dos Dasyproctidae,  com nome científico de Dasyprocta aguti Linnaeus. É uma espécie animal bastante comum, vivendo espalhada por vários lugares diferentes, portanto não existe atualmente risco de extinção.

Características Físicas da Cutia

A cutia ou cotia é um animal de porte pequeno, de corpo grosso e curto, mede no máximo 64 centímetros e pesa até 2,8 quilos. São animais herbívoros e se alimentam somente das sementes e dos frutos que caem das árvores, e possuem somente 4 dentes, próprios para roer. A cauda da cutia é estranha, pequena e pelada, com no máximo 1,5 centímetros, as patas da frente são bem maiores do que as traseiras e possuem 4 dedos, que o pequeno animal utiliza para se alimentar, levando os alimentos até a boca. No entanto as patas traseiras também são longas o que permite que as cutias saltem muito bem, e nas patas traseiras possuem ainda 3 dedos na forma de cascos pequenos ou unhas.  A sua cabeça tem o formato levemente alongado e as orelhas são pequenas com relação ao tamanho da cabeça. Os pelos da cutia tem cores variadas de acordo com as espécies, no Brasil existem sete espécies de cutias, mas todas elas têm pêlos duros, compridos e ásperos.

Hábitos da Cutia

As cutias vivem nas matas e florestas verdes, locais com grandes arvores, zonas pantanosas e rios, procurando preferencialmente lugares úmidos com baixa altitude, mas também podem viver em plantações, bosques  e jardins, lugares onde possa encontrar abrigos. É um animal terrestre com hábitos diurnos na maioria das vezes, mas quando sente a presença de algum predador pode se esconder de dia e sair a noite. Passa a maior parte do tempo procurando alimento, e quando este é abundante tem o hábito de enterrar dentro do seu território, desenterrando nos períodos de escassez. Tem vida longa, chegam a durar 18 anos e são monógamos, ou seja, permanecem toda a vida com o mesmo parceiro. Cada gestação dura cerca de 3 meses e gera 1 a 3 filhotes de cada vez, com uma ou duas gestações ao ano. Os filhotes já nascem com os olhos abertos, com pelos no corpo e com capacidade de se locomoverem, e são alimentados pela mãe que não permite nem que o pai se aproxime, até que eles possam sair com ela em busca de alimentos. Quando estão na idade de procriar, em torno dos 6 meses, as cutias fêmeas são expulsas do grupo.

Curiosidade Acerca Das Cutias

O habito de esconder os alimentos na época da abundância, faz com que esses pequenos roedores sejam considerados como importantes dispersores de diferentes espécies vegetais, pois enterram muitas sementes que acabam brotando.


Categoria(s) do artigo:
Pequenos

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • eu adorei a cutia vi pela primeira vez muito legal tchau quero uma cutia
    pla mim alguem me traz ah,ah,ah. tchau tchau

    stephany 8 de junho de 2012 15:53
  • Cara adoraria criar esse animal muito lindo como eu faço para adquirir umas matrizes com a licença do ibama e claro aguardo resposta

    fabio 9 de outubro de 2013 22:10
  • Qual o tempo de vida das cotias?

    eloi nascimento 20 de abril de 2015 19:03

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *