Mustelídeos – Expectativa de Vida

Os mustelídeos são mamíferos carnívoros que possuem representantes em todos os lugares do mundo. O termo mustelídeos faz referência à sua família Mustelidae. Eles vivem nos litorais, nas praias, locais com muitas montanhas, locais como o Rio Amazonas e tundras na Sibéria. Seu tamanho é pequeno, alguns chegam 25kg como é o caso do glutão; a superfamília dos mustelídeos é a Musteloidea e dentro da família eles são representados pelos seguintes animais: Texugos, doninhas e lontras, além do famoso furão e a ariranha.

A expectativa de vida desses animais é variável de acordo com cada espécie. Temos o arminho com uma expectativa de 4 à 6 anos, o tourão com uma média de 14 anos, o glutão com uma expectativa de 5 à 13 anos, a lontra marinha de 15 – 20 anos e a marta-americana girando em torno dos 15 anos.

Os mustelídeos são caracterizados por ter pequenas patas, curtas, mas fortes; um corpo alongado e uma cauda de tamanho médio. As orelhas são geralmente ovaladas e arredondadas e o focinho é estreito. Cabe lembrar que os mustelídeos são muito procurados devido à sua pelagem para confecção de roupas, os pelos são espessos e possuem uma variedade de cores e texturas muito grandes, o que faz da riqueza da pelugem um fator para a caça. Devido a esse hábito, existem espécies de mustelídeos que já foram extintas, como é o caso do vison marinho, natural da América do Norte, foi extinto em 1894 devido à caça para confecção de roupas.

O furão é um mamífero carnívoro e pode ser domesticado. Ele é usado como animal de estimação em vários locais do mundo, inclusive vemos alguns no Brasil. Os furões são cheios de energia e vitalidade, muito curiosos e alertas durante a vida toda. Vigiam tudo a seu redor, parecem aqueles famosos suricatos. Pode ser um pouco perigoso para as crianças, mas com muitos poucos casos de agressão às crianças, de qualquer forma. A expectativa de vida deles é um pouco variável, mas como os mustelídeos não vivem muito, os furões seguem a regra e possuem uma expectativa de vida em torno de 4 – 6 anos, sendo relatados furões de até 13 anos!

Os furões passam a maior parte do dia dormindo, cerca de 14 à 18 horas por dia mas quando acordam, não há quem os pare. Ficam muito agitados e entram em qualquer buraco, gavetas, tubos, armários. Exploram todo o canto possível e principalmente nos horários próximos ao entardecer, horário em que ficam mais agitados. São extremamente sociáveis, com os donos, cães e gatos, cabe lembrar que parte da alimentação dos furões na floresta são de ratos e coelhos, então a criação de furões com ratos e coelhos deve ser acompanhada de perto para não criar problemas.

No Brasil temos uma legislação que permite a criação de furões domésticos, sendo proibida a criação de furões selvagens em cativeiro, assim como a captura e caça. As espécies exóticas também são possíveis de criação doméstica. Existe um instituto no Brasil que exige que os furões sejam identificados com um microchip e castrados ao entrarem no país, bem como um documento para o dono atestando a responsabilidade pelo animalzinho.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Pequenos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *