Solenodon Paradoxus

Solenodon paradoxu, Características

Também conhecido como solenodonte do Haiti ou Agouta, pertence ao filo cordata, ordem Soricomorpha, família Solenodontidae e gênero Solenodon. É um mamífero um pouco curioso e muito pouco conhecido, já que sua extensão territorial é bastante limitado. Seu nome é de origem grega, solenodon significa de dente sulcado ou dente estriado, e este ao morder solta uma saliva venenosa, emitida pela glândula submaxilar. Este faz parte do grupo de mamíferos venenosos.

Este animal é somente encontrado na ilha de Hispaniola, ilha que fica entre o Haiti e a República Dominicana. Este, foi descrito pela primeira vez no ano de 1833 pelo pesquisador Brandt. Na ilha haviam outras espécies que se assemelhavam, mas depois da colonização estas espécies foram extintas.

O Solenodon se assemelha muito a um rato gigante, o corpo pode chegar a medir cerca de 35 centímetros e de rabo até 25 centímetros, o peso varia de 600 gramas até 1000 gramas. Possui uma narina comprida e sua calda é sem pelos, somente uma pele grossa enrugada. Suas patas acompanham garras grossas e afiadas. Possuem pelos distribuídos por todo o corpo em tons que variam de bege apagado até tons mais quentes e avermelhados. As partes da orelha, pernas, rabo e seu focinho, em toda sua extensão não possuem pelos. Suas garras são úteis, já que procuram insetos cavando o solo.

Alimentação, Reprodução e Comportamento

Este mamífero são separados por sexo, sem dimorfismo. Em cada cria, cada fêmea pode dar à luz no máximo 3 filhotes anualmente. Os filhotes nascem pesando menos de 100 gramas, e geralmente, quando são três filhos, um morre, já que a mãe possui apenas dois mamilos localizados na parte posterior do corpo. O filhote pode ser largado pela mãe com 2 meses e meio de vida, mas também podem ficar com seus protetores até a próxima cria, que geralmente ocorrem a cada ano.

São animais pouco de instinto de domínio, podem viver juntos em até 8 indivíduos, convivendo de forma harmônica. Em um primeiro encontro podem brigar por território, mas é raro. Estes possuem um estilo de vida essencialmente noturna e caçam insetos, gafanhotos, vaga-lume e lagartos de pequeno porte, às vezes carne em decomposição. Seu focinho mais alongado permitem que consigam alcançar alimentos que se encontram em locais que seriam de difícil acesso como em tocas e embaixo de pedras e tocos de madeira.

É um animal muito agressivo, e quando irritado e ameaçado ataca com mordidas venenosas, já que em seus dentes possuem orifícios por onde o veneno pode ser liberado. Este é o único mamífero que injeta veneno como uma cobra.

Processo Evolutivo

Muito acreditam que esta espécie esta no mundo desde período em que os dinossauros existiram, este animal possui ser nicho evolutivo. Muito acham que são ratos gigantes, mas deve-se citar que nem são roedores. Está na mesma ordem dos mamíferos Sorocomorpha, das toupeiras e mussaranhos, mas diferente o suficiente para ter sua própria família Solenodontetiae.

É um dos mamíferos mais velhos que a terra possui, acredita-se com mais de 76 milhões de anos, sobrevivendo assim ao asteroide que caiu na superfície terrestre, mas não aos homens, colonizadores de Colombo na Ilha. É curioso ainda, além do veneno que este animal possui, o osso que existe na ponto de seu focinho, nomeada de “proboscis”, sendo exclusivo em todo o reino animal. Este osso faz com que o animal consiga mover seu focinho com muita rapidez e agilidade enquanto este se locomove.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Pequenos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *