Morcegos Vampiro

Os Morcegos e o Mundo Animal

O mundo animal sempre nos surpreende com novas informações e descobertas que envolvem as mais variadas espécies. Muitas vezes não simpatizamos com alguma espécie devido as suas caracteríticas não muito agradáveis e pelos seus hábitos que causam certa repugnância. Um desses animais que despertam medo e repulsão nas pessoas são os morcegos, animais aparentemente feios e muito conhecidos por gostaram de morder e logo após sugar o sangue. Mas o que com certeza muita gente não sabe, é que os morcegos podem causar inúmeros benefícios para o meio ambiente e até para o tratamento de certas doenças.

Caractéristicas

Caractéristicas

Os morcegos em geral são pertencentes à classe Mammalia, da qual fazem parte os mamíferos e é caracterizada pelos animais vertebrados e que possuem o corpo coberto por pêlos. Estão subdivididos em 19 ordens, nas quais encontramos a Ordem dos Chiroptera, que significa animais com as mãos transformadas em asas. São os únicos mamíferos com total capacidade de vôo. São encontrados em todos os continentes, exceto nos pólos. Geralmente são pequenos e não excedem 100 gramas de peso. Tem hábitos noturnos e crepusculares e maioria orienta-se pela ecolocação, ou seja, emitem sons através de suas narinas ou bocas. Como conseqüência, o morcego pode capturar presas pequenas, devido ao poder da ecolocação, que possibilita que o som atinja o alimento que o animal almeja, ecoando de volta o som que traz todas as informações necessárias para o morcego vampiro.

Mundo Animal

O Morcego Vampiro

O morcego vampiro, o Desmodus rotundus faz parte da família Phyllostomidae e pode ser encontrado em toda a América do Sul e México. Seu habitat são as tocas ou cavernas bem úmidas. Sua pelagem é sedosa e fina, sendo as parte superiores de coloração marrom-escura e inferiores mais claras. O morcego vampiro é uma das três espécies hematófagas, ou seja, ataca as aves e mamíferos, sendo em demasia os mamíferos de médio ou grande porte. Pode chegar a ingerir em uma única noite até 30 mililitros de sangue. Sua alimentação é constituída do sangue desses outros animais. Possuem a habilidade de caminhar no solo, pois apoiam seus dedos e tem o costume de morder suas presas nos dedos, nas orelhas e algumas outras extremidades.

Morcegos Vampiro

Eles ao contrário do que se pensa, não chupam o sangue. Eles mordem e lambem o sangue decorrente da ferida feita quando mordem. Apesar de parecerem seres assustadores devido à aparência, os morcegos vampiros contêm na saliva uma substância anticoagulante que será pesquisada para ser usada no tratamento de doenças circulatórias. A reprodução do morcego vampiro ocorre durante todo o ano, porém o nascimento dos filhotes acontece em sua maioria nas estações mais quentes e chuvosas. A duração da gestação e de aproximadamente sete meses. Os morcegos vampiros têm um grande papel no ecossistema, pois como vivem em cavernas e grutas, os nutrientes são muito escassos. Dessa forma, as fezes dos morcegos são ótima fonte de nutrição para os invertebrados cavernícolas, que por sua vez são alimentos de animais maiores. Logo, a preservação dos morcegos para o equilíbrio do ecossistema e preservação da biodiversidade.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Pequenos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • morcego vampiro? não entendi que nome mais esquisito

    tais 4 de junho de 2011 13:32

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *