Doninha Amazônica

É um mamífero de ordem carnívora, pertencente à família Mustilidae, cujo o nome científico é Grammogale africana, sendo conhecido popularmente de Doninha-amazônica. Sendo pertencente à família Mustelidae, sendo a mais extensa, pois integra cerca de cinquenta e cinco espécies, sendo além de doninhas, as lontras, a irara e os furões. Essa espécie, Grammogale africana está entre as menos conhecidas da América do sul. Foram registrados somente trinta animais em cento e setenta anos, desde a época da descoberta deste. Sendo um animal bem raro.

Curiosidades

Características

A doninha amazônica possui uma tonalidade de marrom escuro puxando para o avermelhado, isso na parte dorsal do corpo. Já a parte inferior como barriga, patas, queijo são geralmente com tons claros, com extensa mancha no corpo. As patas desse mamífero não há pelos, sendo totalmente peladas, e seus dedos anteriores são unidos, ainda que parcialmente por membranas interdigitais, assim deduzindo que possui ou pode apresentar hábitos semiaquáticos. Possuem um corpo delgado e fusiforme, possuindo focinhos curto e orelhas arredondadas. Seu tamanho pode variar de trinta e cinco a cinquenta e cinco centímetros de comprimento, sendo que o seu rabo corresponde quase que metade do seu tamanho. Sendo um mamífero que se comparado a outras espécies do mesmo gênero.

Dieta

Habitat

Essas espécies eram geralmente encontradas ao oeste do amazonas e ao leste do Peru e do Equador. Mas há registros de que essas espécies já foram encontradas em outras localidades, como no Acre por exemplo. Já passados um pouco mais de cento e cinquenta anos desde a sua primeira descrição, ainda é visto como um animal misterioso e enigmático, pois suas distribuição territorial não é conhecida detalhadamente. Ainda há muitos cientistas que consideram como injustiça o nome científico da doninha amazônica, pois apesar de ser de origem sul americana, em parte de seu nome possui africana, o que sugere que seja encontrada no continente Africano, o que não é verdade.

Dieta

Sua dieta ou alimentação é composta por mamíferos de pequeno porte. São geralmente predadores de roedores e aves, mas se estiver em falta e escassez essas suas presas naturais, elas não hesitariam em atacar coelhos, galinhas ou outros animais em cativeiro e até mesmo domésticos. Sendo esse mais um motivo para a perseguição da doninha amazônica, sendo consideradas pragas em várias zonas rurais.

Doninha Amazônica

Curiosidade

A doninha amazônica vem a ser considerada o menor mamífero carnívoro do Brasil. É considera um mamífero raro, pois como já dito anteriormente não há muitas informações sobre ela, pois em mais de cento e cinquenta anos de descoberta apenas trinta exemplares desta espécie, ‘Grammogale africana’. Ainda, como já dito há mais representantes dessa família, como a irara, ariranha, furão silvestre, lontra. Esse último vive em água e sua alimentação entra peixes. Geralmente pesa em torno de doze quilogramas medindo cerca de um metro. É um animal dócil apesar de silvestre.

Jéssica Mendes

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Pequenos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *