Serpente Caninana: Hábitos, Alimentação e Curiosidades

A serpente caninana é uma das mais rápidas do mundo. É temida por diversos homens por ser ágil e se alimentar de animais muito maiores que seu próprio corpo. Em alguns casos, ela se alimenta de animais vinte vezes mais pesados que ela mesma. Um animal interessante para estudo e conhecimento e presente em terras brasileiras, o que é mais bacana ainda, não?

Nome Científico e Características Físicas

Esta serpente, uma parente próxima das cobras, tem seu nome científico Spilotes pullatus. Há outros nomes para este animal além do caninana, como araboia, jacaninã. Seu nome varia de acordo com a região a qual é encontrada e alguns apelidos mais locais já foram dados a este animal conhecido pela sua nada amigável.

Em seu corpo ela possui como principais características ter um tom de pele amarelada com manchas pretas grandes, um visual bem admirado por fotógrafos e fãs de animais. É mesmo uma linda serpente, mas para chegar perto todo cuidado é pouco porque sua agilidade é seu maior risco para humanos e outros animais.

Locais Onde Pode Ser Encontrada a Serpente Caninana

Este espécie de serpente também pode ser encontrada no Brasil. Ela pode ser vista vivendo no litoral do Nordeste ao Amazonas e em países das Américas do Sul e Central, além do México. No mais, ela pode ser vista apenas em zoológicos ou atipicamente em caso de migração forçada.

Pelos locais em que encontramos a cobra podemos ter uma ideia do seu clima preferido: ameno. Sempre prefere climas secos mas não é uma cobra de desertos, com climas entre o ameno e chuvoso.

Esta cobra não vive em zonas urbanas, pois assim não passaria desapercebida, que é o que ela curte. É um animal que gosta de se esconder em locais mais amenos nos quais possam passar longe de predadores como aves, por isso vive em florestas e geralmente no alto das aves. Contudo, não se surpreenda se no meio da mata encontrar esta cobra andando pela mata ou nadando, pois ela é hábil o bastante para mudar de ambiente sempre que possível. Ela pode migrar por mais de vinte quilômetros de seu local de origem.

Serpente Caninana Não é Venenosa

Ao contrário do que seu aspecto ou sua fama conta por ai, a serpente caninana não é venenosa. Ela tem presas longas, é fato, mas estas não fazem nada a ninguém que não seja apenas assustar. Apesar de serem considerados grandes dentes, os seus maxilares são pequenos, localizados em uma região conhecida como áglifa. Seus dentes são todos o mesmo tamanho e não possui aquelas presas assustadoras como as cobras peçonhentas, mas seu porte ainda assim assusta bastante os predadores.

O fato de não ter presas venenosas, porém, não deixa esta serpente pacífica e nem faz o animal fugir da briga. Ela é bem agressiva quando se sente ameaçada e pode causar diversos danos. Uma futura presa vai conseguir observar seus sinais visuais quando a caninana está prestes a atacar: ela vai inchar o pescoço e levantar a parte frontal em sinal de ataque. Tal comportamento é considerado ameaçador e por isso os animais tendem a fugir com medo. Caso ela não consiga evitar a briga, a caninana vai se atrapar procurando o pescoço para um enforcamento rápido e ágil, na maior parte das vezes eficiente.

Alimentação Da Serpente Caninana

Ela pode atacar animais mais fortes e maiores por puro sistema de defesa e agressividade, mas a caninana come mesmo animais menores como largados, sapos e anfíbios em geral. Ela come ovos de aves e as próprias aves se estas estiverem em uma posição favorável, bem como ovos de outras serpentes e cobras para cobrir seu território.

Seus hábitos de alimentação costumam ser noturnos, mas caso haja presas fáceis ela pode se concentrar em sair do local de descanso para ir em busca de alimento. Assim como os répteis sem patas semelhantes, devora o alimento inteiro para fazer a digestão com ácidos de seu sistema digestivo e eliminar em fezes(cloaca). O mesmo processo é feito tanto em animais vivos como mortes. Em se tratando de alimentação, prefere animais ainda vivos pelo sabor e sangue, mas pode ser vista se alimentando de restos de presa em caso de ecossistema instável.

O processo de alimentação é semelhante ao das cobras. A boca da serpente irá se alargar e com corpo elástico consegue engolir animais muito maiores que seu corpo. É impressionante ver o seu processo de alimentação e sua movimentação em caso de algumas presas, já que ela consegue andar mesmo com um grande animal. Conseguimos ver a presa inteira na barriga com seu design de corpo. É realmente um visual impressionante.

A agilidade desta cobra é o que assusta no seu processo de caça. Ela consegue encurtar uma distância de um metro em milésimos de segundos e assim pegar presas ágeis como aves e ratos. Seu bote é interessante: só pula quando há certeza e por isso ela dificilmente perde uma presa.

Caninana Possui Hábitos Solitários

Você não vai encontrar um ninho de serpentes desta espécie ou mais de uma muito próximo, bem como cobras por perto. Este réptil é bem protecionista a seu território e não deixa que outros animais se desenvolvam por perto e seus próprios filhotes ficam longe de onde vive. Ela não os choca, apenas coloca lá e sai de perto.

Ovos de cobras e de outras serpentes concorrentes são comidos antes mesmo de começarem a nascer, um sinal de sua solidão. Não é um animal territorialista a ponto de brigar por seu espaço com outras serpentes, apenas procura uma zona de conforto para assim poder viver mais tranquilamente. Também não vive perto de outras aves maiores que seu porte, por isso se esconde.

Comprimento e Reprodução Da Serpente Caninana

Esta não é das maiores serpentes na terra. Seu comprimento máximo é no máximo três metros, deixando esta serpente entre as menores da sua espécime. Sua reprodução de dá através de ovos colocados em cantos escondidos da terra. A cada reprodução são postos 15 ovos em média e quase todos nascem. No geral os ovos são postos em períodos de chuvas.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Répteis

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Uma reportagem muito interessante, pois este ofídio além da beleza e de grande utilidades pois em seu hábito alimentar está incluído cobras peçonhentas.

    CIPRIANO 9 de março de 2014 12:26
  • Ola pessoal, uma duvida, esta cobra se alimenta quando esta para fazer a troca de pele (equidize), desde ja agradeço

    Belamir Joao Telles 11 de janeiro de 2015 16:48
  • Bacana galera, ótima matéria, uma vez no interior do Maranhão eu me deparei com uma serpente dessa, e tive que correr muito até perder o chinelo, fiquei apavorado e não sabia se ela era venenosa ou não rs! Mesmo que não seja ninguém ia querer ser mordido por ela eu garanto rs..!

    Adriano 29 de maio de 2015 1:40

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *