Como Criar Coelhos Em Apartamento

Quem mora em apartamento e tem vontade de ter um animal de estimação, sempre encontra dificuldades quanto a isso. Pois qual seria o animal mais adequado?

Muitas pessoas têm optado por animais de pequeno porte e cuja limpeza seja mais fácil de ser efetuada, por isso, a cada dia mais pessoas estão levando os coelhos para casa e os criando como bichos de estimação. Os motivos para fazerem esta escolha podem ser vários, especialmente a delicadeza e doçura do animalzinho.

Além de outras características, o orelhudinho é um dos preferidos das crianças, e o fato de não ser um animal barulhento é uma das características preferidas pelos pais, até porque com coelhos não há como se ter brigas com os vizinhos por causa de barulho ou sujeira.

Onde Encontrar Um Coelho Para Comprar

Não é difícil de encontrar coelhos para comprar, eles estão sempre disponíveis no pet shop e lojas de animais, no entanto, no momento da comprar é necessário se ter atenção especial para o tamanho do animal. Já que há coelhos de diversas raças e isso implica em tamanhos diversos, que vão desde os grandes, que pesam o mesmo que um cão pequeno e os mini que são os mais apropriados para a criação em apartamento.

O Coelho De Estimação

Para você, o que é um coelho? A primeira vista pode até parecer uma pergunta boba, mas não é! Um coelho é um animal mamífero, porém, não tem a capacidade de interagir tanto com os seres humanos como os cães e gatos, por isso, se fizer a escolha de ter um coelho como animal de estimação não espere que ele vá sacudir o rabo quando você chegar e nem que vá buscar a bolinha.

Claro que vai ocorrer a comunicação entre o dono e o animal, mas será de uma forma mais sutil, nada tão explicito como ocorre com os cachorros, por exemplo. Então, não adianta exigir do coelho que ele se comporte de outra forma, e saiba, não deixe nada pelo chão, pois ele será capaz de roer tudo o que encontrar, inclusive o fio da TV e do telefone, o hábito de roer faz parte de sua natureza animal.

Mas também há tremendas vantagens em se ter um coelho como animal de estimação em um apartamento: suas fezes são durinhas e pequenas, o que torna sua higiene muito mais simples de ser feita; ele será uma excelente companhia tanto para crianças, como para adultos e ainda muitas outras que somente a convivência poderá apontar.

Diferenças Entre Animais Silvestres e Domésticos

Todos os animais, sejam eles silvestres ou domésticos, têm a capacidade de desenvolver diversos tipos de atitudes, e muitas delas são os chamados reflexos condicionados. Aqueles em que nós impondo a eles certas atitudes, como “ensinar” a comer e defecar em determinados lugares da casa.

Os animais conhecidos como domésticos, como os cães e gatos conseguem através de uma forma correta de condicionamento, adquirir um comportamento adaptável a forma de viver dos seres humanos, ou seja, com regras básicas. Ainda que a vida dos animais seja determinada através do instinto, o condicionamento pode se sobrepor ao instinto, deixando os animais com comportamentos exemplares e capazes de realizar as tarefas mais complexas. Exemplo disso são os cachorros treinados para trabalhar junto a Policia, responsáveis por ajudar na patrulha e ainda a descobrir drogas e artefatos explosivos em aeroportos e rodoviárias.

Os animais domésticos também possuem a capacidade de reconhecer o ser o humano, tendo a perfeita noção de que aquela pessoa com a qual convive é a responsável por lhe suprir as necessidades básicas da vida, especialmente a alimentação.     Já os animais silvestres, não conseguem apreender um determinado comportamento, pois seus instintos selvagens estão acima de qualquer outro, por isso, devem ser mantidos na natureza e não trazidos para o convívio humano, como os tigres, onças, leões, elefantes e muitos outros.

Coelhos e Suas Particularidades

Como em nosso caso em questão os coelhos são nossos artistas principais, vamos discorrer sobre eles e seu comportamento. Esses animais não se enquadram nas características nem de silvestres e nem de domésticos, possuindo características tanto de domésticos, quanto de silvestre, dependendo do comportamento de cada um.

Estes animais pequeninos, assustados, que não fazem quase barulho, semelhantes a bichinhos de pelúcia, mas são mais caracterizados como animais silvestres e vão sempre atuar de acordo com seu instinto natural, por isso, não espere que eles se comportem como bibelôs, pois terão personalidade própria.

Cada coelho sempre terá seu próprio temperamento, alguns serão mais dóceis, obedientes, outros se mostrarão mais líderes, mais submissos, mais agressivos, por isso a convivência entre coelhos pode variar de uma turma para outra e caso deseje comprar mais de um, não se esqueça de que poderá haver desavenças sérias entre eles.

Um detalhe importante que não pode ser esquecido é de que os coelhos possuem hábitos noturnos, por isso, dificilmente as brigas ocorrerão durante o dia e você verá algumas coisas, normalmente elas acontecerão durante a noite, quando os animais estão mais ativos. Na manhã seguinte é que se notará no canto das gaiolas ou cercado, os animais feridos.

A Opção Pelas Coelheiras Individuais

Se você pretende criar coelhos em apartamento, a melhor maneira de cria-los é em um local cercado, e que nele o coelho encontre tudo o que precisa, sem haver brigas com outros. As coelheiras podem ter uma ligação com as outras com separação apenas do gradeado, assim, os animais terão a sensação de estarem acompanhados.

Mas se você quiser ter apenas um, a coelheira individual também é maravilhosa, pois o coelho pode ter tudo nela, alimentação e ainda onde fará sua higiene, ficando mais fácil de fazer a limpeza. No entanto, nada impede que você deixe seu animal livre de tempo em tempo, para que se habitue mais ao ambiente, porém, é importante que seja sempre monitorado, pois o risco de se alimentar de algo inadequado, levando a intoxicação e até a morte do animal.

A alimentação mais adequado para esses animais é a ração e ainda frutas e legumes, especialmente a cenoura, um de seus alimentos preferidos.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Criação

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *