Reprodução e Tempo de Gestação dos Golfinhos

Os simpáticos golfinhos são mamíferos, ao todo já foram catalogadas 37 espécies dentre as de água salgada e doce. Uma das principais características desses graciosos seres aquáticos é a sua sociabilidade tanto com outros animais como com os humanos. Se você sempre teve curiosidade de saber um pouco mais sobre a vida dos golfinhos não perca mais tempo e continue lendo, vamos explicar como se dá a reprodução e o tempo de gestação dos filhotes.

A Reprodução dos Golfinhos

Os golfinhos são animais vivíparos, isto é, os filhotes se desenvolvem no útero de suas mães e nascem após 12 meses, em média dependendo da espécie. Nasce um filhote por vez e a expectativa de vida desse mamífero é de 40 anos. Com base em trabalhos científicos cientistas determinaram o período de gestação de algumas espécies, mas não tem uma resposta exata acerca de todas.

[nggallery id=9222]

Conforme observação de golfinhos em cativeiro os cientistas perceberam que em muitos casos esses mamíferos compartilham a mesma fêmea. A fecundação ocorre após a realização de fricção dos corpos de macho e fêmea que permite que seus órgãos sexuais se unam resultando na gestação. O órgão sexual dos machos permanece grande parte do tempo retraído dentro de uma cavidade genital situada em frente ao ânus. O pênis do golfinho apenas sai dessa cavidade quando ele está excitado. Os testículos dos golfinhos ficam localizados numa cavidade do abdômen próximo aos rins.

As fêmeas de golfinho possuem a sua abertura genital na barriga onde também estão os seus órgãos urinários. As glândulas mamárias ficam situadas ao lado da abertura genital e permanecem retraídos. No período da amamentação os mamilos se estendem para ajudar os bebês golfinhos a mamarem já que eles não sabem ‘sugar’. A amamentação dura em média 4 anos, porém, pode ser encerrada antes caso haja algum acontecimento extraordinário.

[nggallery id=9223]

Hábitos da Reprodução e Nascimento dos Golfinhos

Os cientistas ainda não desvendaram todos os mistérios a respeito da reprodução dos golfinhos, contudo, acreditam que a cópula ocorra em períodos sazonais e que muitas fêmeas não se reproduzem todos os anos. O macho não participa ativamente da vida do bebê golfinho. Porém, existe união entre as fêmeas, pois ao perceber que uma componente do bando irá dar a luz elas se unem para protege-la do ataque de predadores. Quando está prestes a ter o seu bebê a mamãe golfinho tende a nadar mais devagar tornando-se assim uma presa fácil.

Quando o bebê golfinho é expelido do útero da mãe o cordão umbilical se rompe e ela então o ajuda a ir para a superfície algumas vezes. As outras fêmeas do bando também podem auxiliar o pequeno a dar essas primeiras respiradas. Um dado curioso sobre o nascimento desses mamíferos é que primeiro sai a sua cauda. O primeiro alimento que o bebê ingere é o leite de sua mãe disparado na forma de jato quando ele se aproxima. É comum que bebês golfinho de algumas espécies continuem bebendo o leite materno, mas a partir dos seis meses passem a se alimentar de peixes também.

[nggallery id=9224]

Ficha Técnica dos Golfinhos

Tamanho dos Golfinhos

Quando nasce o golfinho tem em média 90 centímetros podendo chegar a até 4 metros ao se tornar adulto. Os golfinhos mais populares que tem focinho longo medem em média 2 metros de comprimento.

Temperamento e Comportamento

De maneira geral os golfinhos são dóceis e parecem gostar da companhia de seres humanos. São raros os casos em que esses mamíferos se tornaram agressivos e normalmente são registradas provocações nesses casos. Vale a nota de que algumas espécies de golfinhos são mais arredias.

[nggallery id=9225]

Mergulho dos Golfinhos

Os golfinhos são capazes de mergulhar a 300 metros de profundidade por cerca de 20 minutos. Isso se deve a capacidade de renovação do ar que os golfinhos possuem, com apenas uma narina no alto do crânio esse mamífero pode renovar 90% do volume de ar a cada inspiração. Para se ter uma ideia o ser humano tem a capacidade de renovar apenas 15% do volume do ar inspirado. Se você acha que os golfinhos são lentos por serem gordinhos saiba que eles tem uma adaptação aerodinâmica que lhes permite alcançar a velocidade de 40 km por hora.

Dentição dos Golfinhos

Os cientistas descobriram por meio de observação que os dentes desses mamíferos não têm função de mastigação dos alimentos, mas ajudam a capturar as presas. Existe a ideia de que os dentes dos golfinhos são espaçados para que eles consigam analisar ondas sonoras quando estão mergulhando em busca de algum objeto.

Pele Delicada

Uma característica interessante dos golfinhos é ter a pele delicada e – assim como a do ser humano – com muitos nervos proporcionando uma sensação agradável ao serem acarinhados. Mesmo se ferindo com certa facilidade os golfinhos se recuperam rapidamente.

[nggallery id=9226]

Base Alimentar dos Golfinhos

Embora seja um animal dócil, o golfinho, é um caçador por natureza e tem como base de sua alimentação peixes. Algumas espécies desse mamífero se alimentam de lulas e camarões também. A média de alimentação de um macho é de 79 kg e para a fêmea de 63 kg. Já os bebês consomem cerca de 16 kg.

Inteligência Desenvolvida

Um dos fatos mais citados quando se fala a respeito de golfinhos é a sua inteligência bem desenvolvida. Boa parte do reconhecimento dessa inteligência se deve a sua grande capacidade de comunicação. Esses mamíferos conseguem desenvolver o seu cérebro pelo fato de ter bastante tempo livre, eles não precisam dormir como nós, podem simplesmente desligar uma parte do cérebro quando precisam descansar.
[nggallery id=9227]

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Médios

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *