Habitat das Aranhas

Quase todo mundo já levou um susto encontrando uma aranha inesperadamente, não é mesmo? Nesse momento você pode ter se questionado a respeito de como parece que existem aranhas no mundo todo. Saiba que esse raciocínio é praticamente correto, pois esse animal pertencente à classe arachnida está presente em todos os continentes tendo como única exceção a Antártida.

A ciência já observou mais de 60 mil espécies diferentes de aracnídeos de maneira que fica fácil entender porque as aranhas sobrevivem e se adaptam a habitats tão variados e divergentes. Para quem quer conhecer um pouco melhor esse ser munido de tantas patas que é capaz de assustar até o mais corajoso dos indivíduos recomendamos que continue a leitura.

Artrópodes

As aranhas pertencem ao filo dos Artrópodes que se caracteriza por contar com animais de corpo invertebrado com exoesqueleto rígido. Esses animais se diferenciam por possuírem vários apêndices articulados. Outros componentes desse filo são escorpiões, opiliões, ácaros e carrapatos.

Conhecendo Melhor as Aranhas

Apesar de terem parentesco com crustáceos, insetos e centopeias se diferenciam deles em algumas características bem peculiares como o fato de terem apêndices venenosos próximos a boca (quelíceras) e não contarem com antenas e mandíbulas. O corpo de uma aranha é dividido em partes: Cefalotórax, Quelíceras, Abdome e Visão.

Cefalotórax

Junção da cabeça e do tórax em que estão inseridas as patas assim como os olhos e as quelíceras da aranha.

Quelíceras

Nos aracnídeos as quelíceras recebem o nome de pedipalpos e se caracterizam por estarem próximos a boca e conterem veneno.

Abdome

Não possui divisões e nem limitação precisa com o cefalotórax.

Visão

Na parte frontal do corpo da aranha estão localizados diversos olhos simples sendo que cada um tem direcionamento para um ângulo.

Aranhas tem Comportamento Predador

A base alimentar das aranhas inclui insetos, vermes, outros tipos de aracnídeos além de aves de pequeno porte. Por meio das quelíceras as aranhas produzem veneno que consegue dissolver os tecidos dos corpos de suas presas criando assim uma polpa com característica de pasta que é o seu alimento.

Habitat das Aranhas

Como foi dito no início do artigo as aranhas estão presentes em praticamente todos os continentes do planeta demonstrando que diferentes espécies podem se adaptar a climas variados. Esses animais podem ser avistados com mais frequência em lugares com grama, calor e umidade, no entanto, sobrevivem em todos os tipos de habitats terrestres.

A Reprodução das Aranhas

Os aracnídeos são animais dioicos cuja reprodução se dá através de fecundação interna. Dos ovos saem indivíduos bastante semelhantes aos seus pais antes da metamorfose e imaturos. Um hábito curioso relacionado à reprodução das aranhas é que em algumas espécies os machos oferecem um inseto como presente à fêmea depois do acasalamento, se ele não fizer isso pode morto por ela.

A Pigmentação das Aranhas

Nesses animais estão ausentes os principais pigmentos convencionais como pterinas, carotenoide e melanina. Um dos pigmentos presentes nas aranhas é a Guanina que é um dos produtos resultantes do metabolismo de proteínas. A tonalizada amarronzada de algumas aranhas é obtida através de uma modificação que resulta numa espécie de bronzeamento que altera a cor das suas pernas e do seu prossoma.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Insetos e Aranhas

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *