Fotos de Barbeiro

Os barbeiros são conhecidos insetos, especialmente nas áreas rurais de regiões variadas de nosso país. Há aproximadamente cem espécies desses insetos. Muitos deles vivem apenas na mata, enquanto outros se adaptaram completamente às casas. Geralmente apresentam aparência acinzentada e preta, contando com manchas avermelhadas, alaranjadas ou amarelas  em volta do abdômen.

Fotos de Barbeiro

Fotos de Barbeiro

Os barbeiros apresentam comportamento hematófago, isto é, sua alimentação é baseada em sangue. Para poderem se alimentar, os barbeiros usam uma tromba (que atua da mesma forma que uma agulha). Ela é colocada na pele do animal do qual ele vai se alimentar, e através dela promove a sucção sanguínea.

Para conseguir uma sucção mais tranquila, ele prefere atacar suas vítimas quando ainda estão dormindo. Para não acordá-las, sua picada não oferece dor, porém vem acompanhada de uma leve coceira. Esse inseto tem em sua saliva um conteúdo que promove a anestesia do lugar ele introduziu sua tromba.

O Barbeiro e a Chagas

Eles são capazes de transmitir a Doença de Chagas, mas o micróbio da doença não afeta os insetos contaminados.

Curiosidades Sobre o Barbeiro

Um barbeiro pode viver até 02 anos. Uma fêmea do inseto põe de uma a duas centenas de ovos, e os mesmos demoram até quatro semanas para eclodirem e dele surgirem as larvas (poucos dias após isso, ela já saem em busca de sangue). Depois de sua 1ª refeição surgirão alterações no organismo do inseto, haverá perda de pele ainda uma casca. Esta modificação é denominada muda, sendo importante para que o barbeiro passe por transformações e cresça no tamanho, enquanto a casca está flexível e mole.

Ao todo, o inseto passa por 05 mudas, até chegar à fase adulta, se diferenciando dos demais pelo tamanho, e também pela presença de completas asas e aparelho sexual completo, estando pronto para procriar. A diferença da fêmea adulta para o macho está na saliência em sua traseira, chamada de ovopositor.

Os possíveis predadores dessa espécie são algumas abelhas e formigas, além de galinhas e outros tipos de aves e até o próprio homem. Por se tratar de um inseto capaz de transmitir graves doenças, é importante obter as informações corretas sobre o mesmo.

Maiores Informações

O nome científico do Barbeiro é Triatoma Infestans, sendo uma espécie que pertence à família Reduviidae. Pode ser encontrado em diversos países, como Bolívia, Brasil,  Peru,  Argentina, Chile, Uruguai e Paraguai. E quando se conhece esse inseto, dificilmente  é confundido com outra espécie.

Os barbeiros têm hábitos noturnos e são hematófagos. Apresentam o corpo preto, achatado e redondo, entretanto, o mesmo fica inchado depois de se alimentar do sangue de seres homeotermos, como, por exemplo, o homem. Tendem a viver em locais usados pelo homem, especialmente nas casas construídas com pau a pique (feitas de madeira e barro) em razão dessas residências apresentarem sempre frestas em suas paredes, o barbeiro vê nesses lugares um excelente esconderijo. É ele que transmite a doença de Chagas.

Informações Gerais

Esses insetos são conhecidos popularmente como chupança, bicudo, e furão, e costumam medir até três centímetros de tamanho e são reconhecidos facilmente pela forma de sua cabeça; quase sempre têm coloração preta ou marrom.

O que Esses Insetos Querem de Você

A alimentação do barbeiro é baseada em sangue para que se completo seu pleno desenvolvimento e, em consequência disso, buscam se alimentar de sangue de diversos animais e também do sangue de seres humanos.

Por que Esses Insetos são um Problema

Geralmente acontecem à noite as picadas, já que esses insetos apresentam comportamento noturno. As picadas não são doloridas e, por isso, não acordam as vítimas do inseto.

Geralmente, os barbeiros entram nas casas em busca de sangue para se alimentarem. Vivem em frestas, rachaduras, embaixo de móveis, casas que tenham telhado de palha e em locais mais escuros, de maneira a sentirem-se protegidos;

São bastante atraídos pela luminosidade, odores humanos e dióxido de carbono;

Eles podem ser portadores e transmissores de doenças infecciosas, principalmente, como já mencionamos anteriormente, da Doença de Chagas. Eles são capazes de transmitir essa doença para animais e pessoas sempre que suas fezes entram em contato com as feridas deixadas por suas picadas em suas presas;

As picadas desses insetos costumam ser bastante desagradáveis e quase sempre acabam resultando em manchas vermelhas que coçam bastante e, inclusive, podem vir a provocar uma forma de reação alérgica, como coceira insistente, inchaço, vermelhidão, dentre outros.

Truques e Dicas

É importante que não haja espaços para que o barbeiro se instale, por isso, feche locais por onde esse inseto possa entrar em sua casa e retire esconderijos possíveis dele, como pedaços de madeira, pedras, ou ainda alguma outra forma de entulho próxima à fundação da residência;

Além de se alimentarem de sangue humano, esses insetos também costumam se alimentar do sangue dos animais de estimação, por isso, é fundamental que se mantenha o lugar de descanso deles e a casa sempre bem limpa e organizada, livres de sujeira e de entulhos.

Assim como em outras situações, a limpeza se torna fundamental, e afugenta esses temidos insetos. Mas é ainda importante que ao menor contato com o barbeiro, logo se vá até um posto de saúde e faça o exame de sangue para saber com certeza se foi ou não picado pelo inseto, ou ainda se o mesmo era transmissor do mal de chagas.

Todo o cuidado é pouco nessa situação, visto que a Doença de Chagas é capaz de levar as pessoas à morte.

A Doença de Chagas

A Doença de Chagas é um tipo de infecção transmitida por um parasita que pode ser encontrado nas fezes de insetos, especialmente do Barbeiro. É muito comum na América Central, América do Sul e ainda no México. Casos raros da doença foram observados também nos Estados Unidos.

Ela ainda é chamada como chaguismo e tripanossomíase americana. Obteve esse nome em razão de seu descobridor, o médico Carlos Chagas, que foi, por 04 vezes, indicado ao Prêmio Nobel de Medicina.

Em nosso país, estão infectadas cerca de 03 milhões de pessoas com a Doença de Chagas. A parte boa disso é que tal número está ligado apenas a pessoas que estiveram infectadas num tempo passado e que ainda têm a doença e que estão em tratamento.

Os Barbeiros são insetos mais conhecidos por transmitirem a famosa Doença de Chagas. Vivem geralmente em ambientes escuros, úmidos e quentes e tem o hábito noturno. Possuem tamanho médio de dois centímetros e pesam cerca de 100 miligramas. Vivem geralmente em casas de pau-a-pique, na amazônia, onde são mais comumente vistos devido aos fatores citados que proporcionam facilidade de sua reprodução.

É um inseto que tem uma picada bastante dolorosa, e que se ocorrer, deve-se procurar médico imediatamente para confirmar se houve contaminação ou não. Alimenta-se, na maioria dos casos, de sangue de boi, vaca, cavalo e outros mamíferos grandes, mas também podem, em casos raros, buscarem outros insetos de menor porte como fonte de alimento e nutrientes.

Como se contrai a doença de Chagas?

  • As pessoas podem ser infectadas de várias maneiras. Em áreas endêmicas de Chagas, a principal forma de transmissão é através de vetores. Os insetos vetores são chamados de triatomíneos (barbeiro).
  • Os grandes problemas são encontrados em casas feitas de materiais como barro, palha e sapé. Durante o dia, os bichos se escondem em fendas nas paredes e telhados. Durante a noite, quando os moradores estão dormindo, eles agem.
  • Eles costumam picar o rosto das pessoas e ingerir sangue, além disso, eles defecam sobre a pessoa.
  • As pessoas também podem se infectar através de:
  1. Consumo de alimentos crus contaminados com fezes de mosquitos infectados;
  2. Transmissão congênita (de uma mulher grávida para o bebê);
  3. Transfusão de sangue;
  4. Transplante de órgãos;
  5. Exposição laboratorial acidental.
  • É geralmente considerado seguro amamentar, mesmo se a mãe tem a doença de Chagas. No entanto, se a mãe tem rachaduras nos mamilos ou sangue no leite materno, ela deve bombear e descartar o leite até que os problemas sejam resolvidos.
  • A Doença de Chagas não é transmitida de pessoa para pessoa, como um resfriado, uma gripe ou através de contato casual.
Ciclo de Vida do Agente Causador da Doença de Chagas

Ciclo de Vida do Agente Causador da Doença de Chagas

Sintomas:

Fase aguda:

  • Aumento do fígado e do baço
  • Febre
  • Inflamação e dor nos gânglios linfáticos
  • Mal estar
  • Olhos inchados
  • Problemas cardíacos
  • Vermelhidão

Fase Crônica:

  • Prisão de ventre
  • Problemas digestivos
  • Dores no abdômen
  • Dificuldades de deglutição

Tratamento:

  • A doença de Chagas deve ser tratada na fase aguda. Crianças nascidas com a infecção também devem ser tratadas.
  • Tratar na fase crônica é recomendado para crianças e adultos. Mas tudo deve ser conversado com o médico responsável para que ele indique a melhor opção.
  • Duas drogas são usadas para tratar esta infecção: benzonidazol e nifurtimox.
  • Ambas as drogas têm frequentemente efeitos secundários. Os efeitos colaterais podem ser piores em pessoas idosas.
  • Os efeitos colaterais podem incluir:
  1. Dores de cabeça e tonturas
  2. Perda de apetite e perda de peso
  3. Neuropatia
  4. Problemas de sono
  5. Erupções cutâneas

Prognóstico:

Cerca de 30% das pessoas infectadas que não são tratadas desenvolvem a doença crônica. Pode demorar mais de 20 anos a partir do momento da infecção original para se desenvolver problemas cardíacos ou digestivos.

Ritmos cardíacos anormais (arritmias, taquicardia ventricular) podem causar morte súbita. Uma vez que desenvolve insuficiência cardíaca, pode causar a morte dentro de alguns anos.

Prevenção:

Como não há vacina para a prevenção da doença, é necessário combater o vetor, o barbeiro.

Para combater o barbeiro é necessário:

  • Melhoria das moradias rurais a fim de impedir que o mosquito encontre abrigo.
  • Melhoria das condições de higiene e a limpeza das palhas e roupas são eficazes.
  • Ser um doador de sangue regular, pois nas áreas endêmicas fazem gratuitamente o exame para identificar Chagas em todas amostras coletadas e enviam uma carta nominal com os resultados.

Fotos do Barbeiro:

Observe agora imagens do vetor da Doença de Chagas, o Barbeiro:


Categoria(s) do artigo:
Insetos e Aranhas

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • me responde aí
    é proibido matar um po*** de um bicho
    que acaba com a vida de qual quer um?
    isso nem tinha que ter na natureza.
    se ele morder e não defecar no lugar a pessoa pega a doença.

    Nome 12 de novembro de 2012 21:51
  • Antonio Carlos
    5 de novembro de 2012 at 11:34

    Eu acho que vc não deve ficar preocupado, pois mesmo que tenha sido um barbeiro, o que tem que ser feito é procurar um médico. Não sofra e não morra antes do tempo!
    Eu tb peguei um bicho desses na janela do meu ap aki em bh. A diferença está na cabeça do infeliz. A cabeça do barbeiro verdadeiro é saliente e separado por um pescoço. Na cabeça vc pode observar que tem olhos e um tipo de sugador na boca. Se na tiver a cabeça separado do corpo por um pescocinho delgado e não tiver olhos e sugador não é o barbeiro. Mas se achar um com as características do barbeiro mate-o com uma pedra ou outro objeto que não exponha vc ao bicho. Esse negócio de que é um ser vivo é balela. Eu prefiro matar ele a ele me matar.

    Nomealberto 14 de novembro de 2012 8:40
  • Se não se deram conta, os intrusos somos nós, é correto que não vamos facilitar com insetos e outros animais que possam nos causar uma doença e até nos matar, principalmente com animais peçonhentos, o grande problema, é que as pessoas generalizam, quando avistam um animal, para elas é sempre perigoso, saem matando tudo que é cobra e insetos, sem antes saber qual é a importância desse animal, se encontrar um desses animais, é mais fácil e seguro desviar de caminho e não partir para cima para matá-los, devemos respeitar todo ser vivo, pois não somos os únicos que vivemos nesse mundo.

    Nome Marcelo 11 de dezembro de 2012 17:41
  • o barbero n esistia antes de adao e eva pecar a culpa e deles aqueles aqules … eu sou criança e tava preucurando fotos de barbeiro porque apareceu um bicho aqui e fui preoucurar eu axei que fose barbeiro e e

    matheus 8 de janeiro de 2013 12:52
  • to cagado

    matheus 8 de janeiro de 2013 12:54
  • (mad)
    porcaria de barbero

    matheus 8 de janeiro de 2013 12:55
  • caga

    matheus 8 de janeiro de 2013 12:56
  • Hoje, 03/03/2013, aqui em Angra dos Reis / RJ, meu filho de 4 anos foi picado por um barbeiro pequeno a cerca de 5 minutos, na minha cama do meu lado, eu coloquei o inseto em saco plástico e meu filho e o inseto já estão a caminho do pronto socorro, minha esposa estava junto e quase esmagou o bicho, se isso tivesse sido feito não poderíamos identificar o vetor e portanto não verificar as possibilidades do que realmente havia ocorrido, por isso serve de exemplo nunca mate ou esmague um animal que seja, no caso de picadura, mordedura ou qualquer outron ataque antes de poder avaliar o agente agressor e as potencialidades de dano, salvo se for um animal que ponha vidas em risco naquele momento, mesmo assim sendo inevitável o sacrifício do bicho tente sempre preservá-lo no que for possível em sua integridade para uma avaliação dos riscos futuramente.

    JOÃO CARLOS 4 de março de 2013 0:10
  • tenho muito medo desses bichos apareseu um aqui em casa e to preocupada que aparesa outros

    adriele 26 de abril de 2013 21:05
  • eu axo que o bicho barbeiro deveria ser extinto pq um parente meu por parte de pai morreu por causa desse malandrinha etao se vc ver um mate !!!!!!!!!!!!!!!!!

    leticia cely 9 de junho de 2013 12:57
  • Caros amigos náo se preocupem muitos com os insetos, mais derem atenção aos seus semelhantes que são perigossímos e estão bem aos seus lados.

    Antonio 2 de julho de 2013 14:30
  • ola encontrei um besouro muito estranho em minha casa ele é preto e morrom e tem umas atenas pbem grandes e as patas da frente se parece com uma mão alguem pode me ajudar

    Nomealexaleandre 11 de julho de 2013 15:16
  • E JENTE A MINHA TIA NENÉ MORREU POR CAUSA DESSE INSETO E ELA MORREU NOVINHA COM UNS QUARENTA E NAO SEI QUANTOS MAS ORGANIZE A SUA CASA.

    LEONARDO 27 de setembro de 2013 22:13
  • falando nisso vamos falar da dengue previna a minha mãe pegou dengue quase morreu e nao e brincadeira aqui no povoado de são benedito estado de goias municipio de itaberai tem mais de dez casos de dengue e olha la que o povoado e pequeno em então zelo no quintal voceis todos nao deixe a preguiça controla voce beba cafe levante olhe o quintal e tire copos tudo o que possa acumular agua e viva bem boa noite.

    LEONARDO 27 de setembro de 2013 22:21
  • E fantastico essa informacao a populacao, gostei meu muito obrigado

    Eliezer silva 2 de outubro de 2013 20:00
  • o governo nao intereça em combater e nem a invertir em novos medicamentos que mas que os pobres se lasca.

    klebson 17 de outubro de 2013 11:59
  • Barbeiros só gostam de ficar em casas de pau-a-pique e não em tigolos

    Samuel 24 de outubro de 2013 11:42
  • Fldapta acho que era um desgramado desses

    Danilo 10 de novembro de 2013 10:26
  • o isento não se brica, pois inseto não estar pra bricar,pois mata,nem sabemos se foi picado pois a sua prevenção é a noite,no seu abto nouturno. pois eu achei um e foi confirmado analises pela a prfeitura.

    Gerlandia Ramos de Paulo Ferreirta 11 de novembro de 2013 22:14
  • Nossa fiquei um pouco preocupada! 🙁

    Ingrid 18 de novembro de 2013 23:14
  • emcomtrei um em minha casa preto com as costa vermelha com as bordas de listras amarelas sera q é barbeiro

    Bruno 24 de novembro de 2013 23:42
  • krl insento fdp

    lucas bomfim 7 de dezembro de 2013 23:53
  • devemos toma cuidado com esses tipos de coisas pois eles agem a noite

    marcos 7 de dezembro de 2013 23:55
  • Eu ja achei varios barbeiros em caza

    Leticia Franciscon 21 de dezembro de 2013 14:53
  • O TRIPANOSOMA CRUZ É TRANSMITIDO POR VARIAS EPESIS DE BARBERIO

    AGDO COSTA 24 de dezembro de 2013 0:36
  • O TRIATOMINIO CRUZ É TRANSMITIDO POR VARIAS EPESIS DE BARBERIO

    AGDO COSTA 24 de dezembro de 2013 0:39
  • Oi,minha mãe foi picada por um bichinho ontem,ela disse que era um barbeiro só que não tinha certeza…ele picou a mão e o ombro dela,e hoje ela estava sentindo dor onde o bichinho picou ela e no ombro está um pouquinho inchado…ela pode estar com “CHAGAS”? :'(

    Stefanny Caroline 28 de dezembro de 2013 9:56
  • Eu mato essa porcaria de barbeiro ,ele transmite doenca ,esse barbeiro e uma peste de praga so resta rezar para nossa senhora do desterro.

    Mariane gomes 5 de janeiro de 2014 20:58
  • Eu fui picada sábado dia 18 de janeiro de 2014 por um inseto igual o primeiro inseto que esta nas fotos acima
    A picada foi tão dolorida que tive que procurar o hospital de minha cidade,mais quando cheguei no hospital a medica não sabia que inseto era aquele, me deu 2 injeções 1 antialérgica enfim muito dolorida e outra de dramim por que eu estava vomitando muito e com mal estar.
    depois que voltei do hospital dormi bastante ,mais quando começou a semana o mal estar voltou
    ansiá de vomito ,fraqueza,sonolência ,dor de cabeça e etc….
    agora eu pergunto como eu vou voltar no hospital se a medica não sabe que bicho me picou ,isso é por que meu esposo ainda levou o inseto até o hospital no dia que eu fui picada.
    fazer o que né alguns médicos não são qualificados para atender urgência e emergência.

    Ariane Gaspar 23 de janeiro de 2014 13:15
  • eu queria saber se um filhote de barbeiro de cerca de 1,2 cm, pode infectar uma pessoa

    caio 19 de março de 2014 17:48
  • Oi eu to muito preocupada meu pai tem esa doença fui descobri hj nao sei nem oque fase
    Tenho medo de perdelo mas to corendo atras de respostas pra eu consegui ajudalo , a quem esta com esa dificuldade tbm eu vo resa porque é triste !

    Viviane lima da silva 1 de maio de 2014 2:41
  • Aquem esta triste nem sabe oque fase eu peso pra que se acalme e uma coisa conplicada mas se ficar chorando nao vai resolver nada entao é corer atras para ver oque pode ser feito , eu estava muito triste depois de deixa ese comentario qui estou melhor um bj a todos e boa sorte ….

    Viviane lima da silva 1 de maio de 2014 2:45
  • Um desses bichos pouso em minha perna mas eu rapidamente v
    Balancei a perna e pisei em cima depois fui ver q era esse barbeiro posso ter sido contaminado

    bruno rocha 13 de outubro de 2014 16:59
  • Ola, eu já matei alguns e tenho mais 4 dentro de um pote oque devo fazer?

    teruel 20 de abril de 2015 9:48
  • que legal essa pagina!emmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm!

    daniela 28 de maio de 2015 14:53
  • Como assim “Cerca de 30% das pessoas infectadas que não são tratadas desenvolvem a doença crônica”? Quer dizer que há casos de pessoas que, mesmo não tratando a doença, não desenvolvem a doença crônica? A MAIORIA delas? Explica isso aí, pfv.

    Petrus Andrada 10 de novembro de 2015 9:43

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *