Filhote de Gato Brigando

Você tem gatos em casa? Se sim é bem provável que já viu os bichanos rosnando e sibilando uns para os outros. Nem mesmo os pequenos filhotes estão livres desse comportamento que pode ser um tanto assustador dependendo da intensidade da rixa entre os pets. Quando gatos brigam é difícil não ouvir o barulho estrondoso.

Embates frequentes podem acarretar num afastamento compulsório dos felinos, cada um num cômodo para evitar novos problemas. Contudo, não se pode deixar que o relacionamento dos seus amigos de quatro patas seja comprometido. O mais importante é detectar os motivos que estão levando os bichanos a brigar e eliminar os focos de descontentamento. Continue lendo para saber mais sobre como agir nessa situação.

Entendendo o Comportamento dos Gatos

Os gatos são animais bastantes territorialistas e dessa maneira entendem a chegada de novos gatos como uma ameaça ao seu espaço, em especial quando os outros felinos são filhotes. A situação se agrava quando os felinos começam a perceber que podem perder ou ter que dividir recursos com os outros pets como a sua água, comida e até a caixa de areia.

No entanto, é válido dizer que conflitos podem surgir inclusive entre gatos que já moram juntos há algum tempo. Algo que pode acontecer é um dos gatos sair para uma consulta veterinária e ao voltar não ser reconhecido pelo outro pet. Um pequeno evento aleatório pode desencadear uma série de brigas entre os ex-amigos. Conforme as brigas vão se tornando frequentes levam os pets a um estado crônico de estresse prejudicando o seu bem-estar.

Como Resolver as Brigas Entre Gatos

A forma mais prática e efetiva de reduzir as rusgas entre os pets é aproximá-los gradativamente. Num primeiro momento, para esfriar os ânimos, deixe os bichanos em cômodos separados, mas deixando-os com livre acesso a comida, água e a caixa de areia. Em seguida passe um pano em cada gato, o tecido com cheiro de um pet deve ser colocado embaixo do prato de comida do outro.

Os bichanos vão começar a associar o cheiro do coleguinha com algo prazeroso que é comer. O reconhecimento e o costume com o cheiro dos outros gatos é importante para reduzir e eliminar as brigas. Percebendo que os pets estão mais tranquilos ao ouvir os barulhos do outro e ao sentir seu cheiro troque-os de cômodo, mas ainda sem deixa-los juntos. Eles não devem nem se ver.

Aproximação

Brigas Entre Gatos

Brigas Entre Gatos

Para intensificar esse reconhecimento e iniciar o processo de convivência pacífica é indicado fazer com que os gatos se vejam, mas não possam se tocar. Uma forma de fazer isso é dividir os cômodos com um portão telado. Você também pode colocar cada pet numa caixa transporte e deixa-las próximas.

Fique atento ao tanto que os gatos estão se sentindo confortáveis com essa situação, se um deles ou os dois estiverem demasiadamente estressados é importante recuar e voltar a deixa-los separados e sem se ver. Uma forma de entender se os dois gatos estão confortáveis é oferecer comida úmida para eles, se eles não quiserem é porque realmente não estão contentes com a aproximação.

A partir do momento em que os dois mostrarem que estão a vontade com a convivência é possível deixa-los juntos no mesmo ambiente. Esse trabalho de reconhecimento e costume ente os bichanos é essencial para coibir brigas.

Respeito ao Tempo dos Gatos

Respeitar o tempo dos gatos para iniciar a convivência é essencial para diminuir a agressividade entre eles. Quando se trata de filhotes de gato é importante ser ainda mais cuidadoso, pois os pequeninos podem ter o desejo de começar brincadeiras que não serão completamente compreendidas pelos mais velhos. As brincadeiras podem soar como uma provocação e uma briga terrível se iniciar.

Lembre-se de deixar claro para seus gatos que os recursos na casa não são escassos, ou seja, tem água, comida e caixa de areia para todos. É fundamental que cada pet tenha seu próprio prato, vasilha de água e caixa de areia. Se mesmo depois de seguir essas dicas o tutor dos gatos tiver dificuldades para controlar o comportamento dos felinos é interessante contratar um especialista para ajuda-lo.

Gostou dessas dicas para evitar brigas entre gatos?

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Comportamento

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *