Cobras Mais Perigosas do Mundo

As cobras venenosas estão entre os animais mais temidos pelo homem, e caso veja uma dessas, é melhor sair correndo para bem longe e nem pensar em enfrentar a fera. Entretanto, é interessante saber quando é realmente o caso de correr, e por isso, elaboramos uma lista com alguns nomes de cobras que são realmente perigosas e até mesmo mortais.

Claro que essa não é uma lista que alguém queira levar no bolso, mas na mais ruim das hipóteses, pode ser útil. Ninguém quer encontrar por aí com uma cobra dessas, mas a partir da listagem você terá ao menos mais conhecimento sobre o assunto e poderá se defender melhor contra elas.

Cobras Venenosas: Atenção Redobrada

a) Cascavel

Quando o tema é cobra venenosa, essa é uma espécie que não pode ficar de fora. A cobra cascavel é identificada facilmente em razão de seu chocalho localizado na ponta de sua cauda. Ela é parte da família da jararaca. Essa serpente é a única das Américas que faz parte de nossa listagem, sendo uma pela representante de nosso continente.

De maneira bastante surpreendentemente, os indivíduos filhotes são tidos como muito mais perigosos que os já crescidos, em razão de sua falta de capacidade em controlar o quanto de veneno que é injetado em suas presas. Grande parte das espécies de cascavel possuem veneno hemotóxico, que possui a capacidade de destruir os órgãos, tecidos e ocasiona coagulopatia, ou seja, a interrupção do fluxo sanguíneo.

É bastante provável que no local do ataque se formem permanentes cicatrizes. Ainda que o tratamento seja feito imediatamente, sua mordida pode ocasionar a morte ou a perda de um membro. Além disso, a pessoa que sofreu o ataque pode apresentar dificuldade de respiração, paralisia, hemorragia, salivação e outros sintomas.

Mordidas de cobra cascavel, principalmente de indivíduos adultos, são em muitos casos fatais. Entretanto, quando o antídoto contra o vendo é aplicado a tempo, diminui a taxa de mortalidade, chegando a bem menos que 4%.

b) Cobra da Morte

Chamada apropriadamente como cobra-da-morte é uma das espécies de cobras mais venenosas de todo o mundo. Essa cobra pode ser encontrada em Nova Guiné e na Austrália e honra muito bem o seu nome. Ela caça e aniquila outras cobras, até mesmo muitas que compõem nossa lista, quase sempre por meio de emboscada.

Assemelha-se às víboras, pois possui a cabeça em forma triangular e o corpo é achatado e pequeno. Quase sempre, injeta a quantidade de veneno média entre 40 a 100mg em suas vítimas. Uma mordida que não tenha sido tratada da cobra-da-morte acaba sendo uma das mais letais do planeta.

Seu veneno é uma neurotoxina, e, uma picada causa paralisia, levando a morte em menos de 6 horas, em razão do desencadeamento de insuficiência respiratória. O auge dos sintomas é atingido entre 24 a 48 horas após o ataque. O antídoto obtém grande sucesso no tratamento contra o veneno, especialmente em razão da progressão um pouco mais lenta dos sintomas.

Antes que o antídoto fosse desenvolvido, uma mordida dessa cobra possuía uma taxa de mortalidade de aproximadamente 50%. Com o bote mais acelerado de todo o mundo, a cobra-da-morte vai do chão ao ataque e volta em sua posição inicial em, no máximo, 0,13 segundos.

c) Naja

Grande parte das espécies de cobra naja não faria parte de nossa listagem, entretanto, a cobra cuspideira localizada nas Filipinas do Norte é uma exceção. Seu veneno é considerado como o mais letal dentre as diversas espécies de naja, e são capazes de expeli-lo numa distancia de até 03 metros.

Essa substância também é uma neurotoxina que atrapalha a função respiratória e cardíaca, podendo ocasionar neurotoxicidade, paralisia da função respiratória e óbito morte em até 30 minutos. Sua mordida causa mínimos danos ao tecido. Os sintomas geralmente incluem náuseas, dores de cabeça, vômitos, diarreia, dor abdominal, desmaio, tontura e convulsões.

d) Serpente Tigre

Essa espécie de serpente pode ser encontrada na Austrália, e possui um veneno também neurotóxico com grande toxicidade. O óbito por mordida dessa serpente pode se dar em 30 minutos, porém normalmente demora até 24 horas. Antes que um antídoto fosse desenvolvido, a taxa de letalidade do ataque de serpentes-tigre acontecia de 60 a 70%.

Os sintomas quase sempre incluem dor localizada na região do pescoço e do pé, dormência e formigamento, sudorese seguida por complicações na respiração e paralisia. Geralmente essa cobra foge quando encontrada, entretanto pode se mostrar agressiva quando se vê encurralada. Seu ataque possui uma precisão praticamente infalível.

e) Mamba-Preta

A mamba-preta pode ser avistada em diversas partes da África. É bastante conhecida por seu preciso ataque e grande agressividade. Além disso, são as cobras mais venenosas terrestres e ainda mais velozes de todo o mundo, capazes de chegar a 20 km/h. São capazes de atacar por 12 vezes em sequencia.

Em apenas uma mordida pode matar até 25 adultos. Possui um veneno que é uma neurotoxina de rápida ação. Na mordida ela injeta aproximadamente 100 mg de veneno, porém esse número pode chegar a 400 mg. Se a neurotoxina chegar a uma veia, bastando somente 0,25 mg/kg já basta para levar a óbito uma pessoa em 50% dos casos.

O primeiro sintoma da picada é dor localizada na área do ataque, ainda que não apresente tanta gravidade quanto de outras cobras venenosas que possuem o veneno hemotóxico. A pessoa atacada apresenta uma sensação de formigamento nas extremidades e na boca, confusão, visão dupla, febre, excesso de salivação, o que inclui espuma no nariz e na boca e acentuada falta de controle dos músculos.

Caso a pessoa não receba atenção médica adequada, a progressão dos sintomas é bem rápida, evoluindo para dores abdominais graves, vômitos e náuseas, choque, palidez, nefrotoxicidade, paralisia e cardiotoxicidade. Vez ou outra, a vítima pode sofrer com convulsões, coma, parada respiratória e morte.

Sem o antídoto, a taxa de morte pela picada dessa cobra pode atingir os 100%, sendo o mais alto dentre todas as cobras venenosas. De acordo com a picada, o individuo pode morrer num período que varia dentre 15 minutos e 3 horas.

O melhor em qualquer caso é se manter longe das cobras, ainda que não façam parte dessa listagem.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Répteis

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *