Briga de Ursinhos

Os Ursos e Suas Peculiaridades

Há características que aparecem em todos os ursos, como rabo curto, pelagem espessa, garras retráteis e super olfato. Os ursos são, em grande parte deles, animais onívoros.

Características dos Ursos Pardos

  • Essa espécie de urso pode ser encontrada em várias partes do planeta e pode chegar a pesar até 360 Kg. Assim como vários animais dessa espécie, ele se alimenta de tudo, portanto, onívoro.
  • Ao contrário do que se possa pensar, esse animal não possui o mesmo tamanho que o urso polar, porém, ainda assim é dos grandes mamíferos existentes na natureza.
  • O inverno no Hemisfério Norte durante praticamente 06 meses e, nesse período os ursos pardos hibernam, dormindo os meses correspondentes.
  • Não há nenhuma outra espécie que lhe cause medo, sendo tido como o dono da montanha.
  • Possui uma visão bem enfraquecida, mas, em contrapartida é um exímio caçador. Além disso, possui a capacidade de sentir os odores a grande distância.
  • Na América do Norte, a estação da pesca para os ursos pardos começa em julho, pois nessa época o salmão sobe a correnteza dos rios para fazer sua desova no Alasca e Canadá. Esse período é aquele onde os ursos são avistados em grupos maiores de indivíduos. Andando por entre as pedras ou em pé nas margens, os ursos pescam os salmões que saltam pelas cachoeiras e corredeiras.

Os Ursos Pardos Durante o Inverno

  • Ao contrário de outros animais, a vida do urso pardo sofre uma grande oscilação entre a fome e o banquete. No outono e no verão se alimentam de carniça e peixe, nozes e frutas. Já no inverno, chegam a passar fome. É nesse período que a fêmea faz a amamentação de seus filhotes, que nascem pelados e cegos, assim que ela se transfere para sua casa de inverno, e assim que a mãe sai da casa durante a primavera, chegou a perder aproximadamente ¼ de seu peso.
  • Essas espécies acasalam durante o início do verão ou na primavera, e a fecundação do óvulo passa a se desenvolver quase que ao mesmo tempo. O embrião passa a flutuar no interior do aparelho reprodutor por até 05 meses e só volta a crescer quando a mesma se encontra pronta para a hibernação, em novembro ou outubro.
  • Os ursos não reproduzem durante a primavera para que os filhotes nasçam no verão, em razão de a farta comida do outono não durar tempo suficiente e, para conseguir armazenar mais gordura para poderem sobreviver ao rigoroso inverno, por isso, se alimento em excesso.
  • Com o acasalamento no começo do ano e adiando o desenvolvimento e consequentemente  o parto dos filhotes dentro da toca durante o inverno, a fêmea conta com a certeza de que se alimentará da maior quantidade no outono. Isso lhe garantirá um maior teor de gordura no organismo, dando aos filhotes e a ela chances positivas de sobrevivência durante o inverno.

Aprendendo Através do Exemplo

Assim como muitas espécies de animais, os filhotes de urso pardo costumam gostar de peixe pelo hábito da mãe. Assim que se inicia o verão, a mamãe ursa os leva para pescar salmão no local os peixes fazem a desova e ali os ensina a pescar.

As Ursas e Seus filhotes

Depois de muitos meses de atenção e cuidado com os bebês, enfim chegou o dia em que a ursa os carrega para o alto de uma árvore, como faz sempre que há algum perigo eminente. Entretanto, desta vez a mesma os deixa sozinho. Essa é a maneira que a mãe encontra de lhes dizer que os mesmos estão bem grandes e podem se virar sozinhos.

Olhando assim parece até crueldade. Entretanto, se os filhotes continuarem ao lado da mãe, e buscarem disputar o alimento entre eles, a sobrevivência acabará se tornando complicada para ambos. Faltarão tocas e alimentos antes que eles se tornem adultos. As fêmeas terão feito de tudo para dar aos filhotes as chances melhores de dar continuidade à família.

Os Filhotes e Suas Brincadeiras

É bastante comum ver, ao longo do rio, filhotes de ursos brincando. A primeira vista parece algo bastante violento, mas são essas brincadeiras que exercitam as capacidades que serão usadas durante toda a vida adulta, e testam os limites da força dos animais. Com a brincadeira de briga eles passam a treinar sua capacidade de força, aprendendo e se divertindo ao mesmo tempo.

Os Filhotes de Urso Polar

Nadando

No mar, o urso polar é se mostra bem mais ágil que na terra, pois sua massa corpórea e o ar guardado dentro de seus pulmões o fazem mais leve, e como tem membranas que juntam seus dedos, sua capacidade de movimentação praticamente triplica. Nos primeiros mergulhos, os filhotes estão sempre atrás de suas mães. Mas, não seriam capazes de nadar com a mãe, por isso é normal que um dos filhotes morda a cauda da ursa durante todo o tempo, enquanto que o que está atrás do irmão, também o faça, formando um trenzinho de ursos.

Para cuidar e alimentar os filhotes, a fêmea acabou usando toda a gordura existente em seu organismo, que ficara armazenada durante o inverno. A partir do momento que os filhotes passam a ingerir alimentos sólidos, a mãe precisa dividir as focas e os peixes que consegue pegar com seus bebês. Então, durante a primavera, ela acaba ficando com a metade de seu peso original.

Vídeo de Filhote de Urso Brincando na Neve

Em nosso país sofremos horrores com o excesso de calor, e com os mosquitos e pernilongos que estão por toda a parte, ao contrário do que acontece com o hemisfério norte, que enfrentam temperaturas abaixo de zero, que fazem os flocos de neve cair como chuva em dia de verão.

Mas o inverno não é desculpa para falta de diversão prova disso é o vídeo feito pelo Smithsonian’s National Zoo, que  registrou a brincadeira de alguns filhotes de ursos durante uma nevasca. Os filhotes chamados de Bao Bao gostaram demais de brincar na neve. Contando somente com 16 meses de vida, eles rolam pela encosta e fazem a alegria deles e de quem assiste ao vídeo.

Assista ao vídeo:

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Fofo

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *