Amor da Mamãe

Ter um filhote em casa é sempre uma alegria. Entretanto, assim como um bebê, precisam de cuidados especiais para crescer fortes e saudáveis. Acompanhe as nossas dicas e saiba como cuidar do seu filhote em relação à alimentação, saúde, atenção, etc.

Dicas de Alimentação Para Filhotes

A alimentação adequada irá fornecer tudo o que o seu filhote precisa para crescer e se desenvolver com o equilíbrio certo de nutrientes que ele precisa para se manter saudável.

Assim como os bebês, os filhotes têm necessidades nutricionais específicas. Na medida em que envelhecemos, a quantidade e tipo de alimentos se modificam. Em geral, um cão é considerado adulto quando completa meses de vida. Entretanto, a fase de filhote de um cachorro pode ser mais curta ou mais longa, variando de acordo com a sua raça.

Para cães de pequeno porte, o crescimento geralmente termina por volta dos nove meses de idade, e para raças grandes, pode durar até 18 a 24 meses de idade. Uma vez que diferentes raças crescem até idades diferentes, não há uma regra fixa do tipo de comida que deve ser dado para todos os cães.

Não importa o seu tamanho, um filhote de cachorro usa muito de sua energia no crescimento. É por isso que a comida de filhotes é especialmente formulada com doses extras de proteína e gordura, para estimular o desenvolvimento muscular e esquelético. Um filhote precisa de duas vezes mais nutrientes do que um cão adulto.

Mas é importante que o filhote não coma mais do que o necessário. O excesso de peso pode predispor o seu cachorro a doenças ortopédicas no futuro. O ganho de peso muito rápido deve ser uma preocupação, em especial com filhotes de raças grandes. Eles precisam se alimentar de ração específica para raças de grande porte, que são desenvolvidas especialmente para estimular seu crescimento, ajudando a reduzir o risco de doenças articulares.

Uma vez que eles precisam de mais nutrientes, os filhotes em crescimento precisam comer mais vezes ao dia. Filhotes recém desmamados devem ser alimentados três vezes ao dia, já os que foram desmamados há mais tempo devem ser alimentados três vezes por dia.

Quando seu cão se torna adulto, você pode alimentá-lo uma ou duas vezes por dia, dependendo da sua preferência. Consulte seu veterinário para que ele te aconselhe sobre quando você deverá mudar da ração de filhote para a ração de cães adultos.

Não se esqueça de que a água também é uma parte importante da alimentação do filhote. Seu cão deve ter sempre acesso a água limpa e fresca para se hidratar sempre que sentir sede.

Dicas Para Educar Filhotes

Filhotes podem dar tanto trabalho quanto bebês, por isso é importante estar disposto a suprir todas as suas necessidades antes de decidir adotar um cão. Os filhotes têm uma grande quantidade de energia e, assim como os bebês, não aprenderam o que podem e o que não podem fazer. Veja como tornar a sua casa mais segura possível para o seu novo pet.

1ª Dica: Observe Se Há Algum Perigo na Casa

Nossa primeira dica é que você analise a sua casa e veja o que precisa ser modificado para que nenhuma surpresa desagradável aconteça. Retire do alcance do filhote quaisquer objetos que ele possa vir a destruir, os alvos principais costumam ser calçados, tapetes, fios, bibelôs que estejam na parte baixa dos móveis, etc.

Se você não quer que nada seja destruído, precisará retirar do alcance dele, pelo menos até que seu filhote esteja treinado e não mexa em locais que você ensiná-lo que ele não deve. Os riscos não se resumem a ter algum objeto destruído, pode acontecer coisa pior e seu pet acabar se machucando.


2ª Dica: Defina a Área da Casa em Que Ele Pode Circular

Comece fechando as portas das áreas em que você não quer que o seu filhote vá. Dê uma atenção especial para entradas e saídas, fechando todas as portas e janelas que levam ao exterior da sua casa. Os filhotes são bastante curiosos e podem acabar escapando. Não se esqueça das escadas também. Use grades para que ele não corra o risco de se machucar.

3ª Dica: Mantenha Produtos Tóxicos Longe do Alcance do Filhote

Seu cachorro pode ser muito ativo e curioso, por isso é fundamental que você remova quaisquer substâncias venenosas do seu alcance. Remova o acesso a todos os produtos que possam ser tóxicos para eles, como detergente ou produtos químicos de limpeza. Coloque esses itens em um armário com uma trava, exatamente como você faria para proteger um bebê.

Lembre-se de considerar que os itens comuns que você pode não considerar venenosos podem ser prejudiciais para o seu cão. Muitas plantas, por exemplo, podem ser venenosas para os cães. Considere mudar suas plantas para um local em que o filhote não tenha acesso ou coloque-as em lugares mais altos, que ele não alcance.

4ª Dica: Proteja os Filhotes das Tomadas

As tomadas podem oferecer o risco de choque elétrico para o seu filhote. Inspecione sua casa para verificar se há fios desencapados que podem dar choque no seu cachorro. E desligue todos os aparelhos que puder enquanto não estiver usando-os. Coloque protetores nas tomadas, elas são uma espécie de tampa que evitar o contato do animal com a rede elétrica.

5ª Dica: Mantenha os Filhotes Longe de Locais Com Altas Temperaturas e Encanamentos

Os cuidados para oferecer um local seguro para os filhotes incluem também mantê-los longe de partes da casa em que haja encanamentos que eles possam tentar entrar e acabar se entalando, e também onde haja fogo ou altas temperaturas, como fogões, churrasqueiras, fogueiras, lareiras, etc.

Casa Segura Filhote Feliz

Todos esses cuidados irão ajudar a reduzir acidentes. Afinal, quando se opta por ter um filhote em casa, é preciso estar disposto a oferecer um ambiente seguro para ele. Além da segurança, retirar do alcance dele objetos que podem ser destruídos e sempre a melhor opção. Lembre-se de que ele é um animal, se ele destrói algo a culpa é sua que deixou o objeto vulnerável, e nunca dele.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Fofo

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *