Insetos Perigosos

Mitos, lendas, ditos, vaticínios. Sempre se escutou muitas frases inflamadas pelo medo em relação a algumas espécies de insetos encontrados tanto nos grandes centros urbanos quanto em lugares rodeados por mata, floresta ou mesmo entulhos, lixo ou outros exotismos que se encontram pelo Brasil afora, que algumas vezes são as responsáveis por algumas fobias a insetos e répteis, em sua maioria.

Algumas histórias assombrosas em relação aos insetos venenosos não estão apenas literatura, são verdadeiras e merecem atenção. Lugares úmidos, por exemplo, são hotéis cinco estrelas para toda sorte de insetos e bichos procriarem e algumas pessoas possuem ninhos em suas casas e não sabem.

A Mosca de Berne, cujo layout externo aparenta muito aquelas moscas tradicionais que zumbem horas a fio em padarias, feiras ou lixos, é altamente venenosa.

O inseto voador da família Drosophila pode fazer brotar em pequenos ferimentos um ninho de larvas daqueles que se costumava ver em filmes de terror oitentistas. A Mosca de Berne macho é inofensiva, ela apenas voa e sacaneia o almoço alheio, mas a fêmea é muito perigosa. Sua principal atividade é escolher um local quente, úmido e aconchegante para colocar seus ovos. Aí está a surrealidade do negócio.

A Mosca de Berne fêmea escolhe ferimentos sem proteção como sede de ninho das suas larvas e por isso algumas pessoas infeccionam suas feridas sem saber. Faça o teste, digite Mosca de Berne no Google Imagens e veja o resultado da ação da pequena mosca. Uma dica: não veja as imagens se você tiver acabado de comer, se estiver comendo ou se estiver estômago fraco.

Outro bichinho da família de insetos perigosos é o Barbeiro. Recebe esse nome por sua qualidade pouco assertiva de se conduzir durante os voos. O inseto é bem comum na América do Sul, especialmente aqui no Brasil, e América Central, mas não em casas bem cuidadas. Este é um dos insetos perigosos e facilmente reconhecidos, pois conta com uma tromba desenhada especialmente para sugar o sangue de suas vítimas, seres humanos ou animais.

Caso sugar o sangue fosse a única questão não haveria motivos para alarde, até porque os mosquitos pernilongos fazem isso com galhardia. Acontece que o Barbeiro leva junto de sua tromba alguns parasitas que passam para a corrente sanguínea das vítimas. O famoso Mal de Chagas, doença levada adiante pelo Barbeiro, por exemplo, ataca uma série de órgãos do corpo humano, sendo o coração o principal deles.

Outro inseto fatal é a Mosca Tsé Tsé. No romance O Sonho do Celta, de Vargas Llosa, ela é uma personagem retratada aos borbotões. Com a mesma aparência da mosca comum, a Tsé Tsé é responsável pela doença do sono, na qual a pessoa entra em coma por meses.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Insetos e Aranhas

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • A descrição das doenças que os animais causam está horrivel, ainda mais no caso do barbeiro. Faltou a maioria (99%) dos animais perigosos muito mais perigosos que estes.

    Daniel Antonio Guglielmelli 15 de dezembro de 2012 0:37
  • Eu estou procurando um inseto bem estranho parece uam aranha mas tem um rabo alguem pode me explicar que inseto e esse ??

    Daniela Martins 24 de Janeiro de 2013 10:56

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *