Gatos Persas

História dos Gatos Persas

A raça persa é bastante antiga. Os belos gatos de pelo longo se originaram no berço da civilização: a Mesopotâmia, que mais tarde ficou conhecida como a Pérsia e agora é o atual Irã.

Os pelos longos, característica marcante da raça, são resultado de uma mutação natural. Sua aparência exótica atraiu a atenção do viajante italiano Pietro Della Valle, no século 17. Ele é conhecido como o responsável por levar os primeiros gatos persas para a Europa em 1626.

Naquela época, os gatos tinham a pelagem apenas em tons de cinza, mas por causa da mistura com gatos de outras raças, agora é possível encontrar persas em uma grande variedade de cores, incluindo os bicolores, que possuem uma combinação de branco com alguma outra cor.

Até o final do século 19, quando os gatos de pelos longos da Pérsia, Turquia, Afeganistão e outros locais exóticos começaram a se tornar populares, eles eram conhecidos simplesmente como gatos asiáticos. Eram animais de estimação populares da época principalmente por causa do carinho da rainha Vitória pela raça.

Por meio de cruzamentos seletivos, os criadores de gatos começaram a moldar o persa até que ele ganhasse a aparência que tem atualmente. O resultado dos cruzamentos foram gatos com a cabeça redonda, rosto pequeno, nariz arrebitado, bochechas rechonchudas, orelhas pequenas e arredondadas, olhos grandes e um corpo robusto. Os pelos são mais longos do que os do gato angorá, e as pernas são mais curtas.

Personalidade dos Gatos Persas

Os Persas são conhecidos por serem calmos e dóceis. É o tipo de animal ideal para quem deseja ter um bichinho para acariciar e brincar com as crianças. Eles são afetuosos, porém são exigentes e reservam a sua atenção apenas para os moradores da casa e para poucos convidados por quem eles sintam confiança.

Ambientes barulhentos não fazem o estilo de um persa, eles são gatos calmos que preferem uma casa tranquila, sem muito barulho. Com olhos grandes e expressivos e um miado que é descrito como suave e agradável, os persas têm necessidades simples, como: refeições regulares, momentos para brincar e muito amor, que eles retribuem dez vezes mais.

Esta é uma raça de gato que dificilmente irá subir nas suas cortinas, saltar sobre os móveis, ou fazer a sua geladeira de poleiro. Eles se sentem felizes apenas se movendo pelo chão da casa, no máximo sobem em alguns móveis mais baixos.

Problemas de Saúde Que os Gatos Persas Podem Ter

Assim como qualquer animal, os persas podem desenvolver alguns tipos de problemas de saúde. Os mais comuns são:

  • Dificuldade para respirar ou respiração ruidosa causada por narinas congestionadas
  • Dentes desalinhados
  • Lacrimejamento excessivo
  • Doenças oculares, como olho de cereja e entrópio
  • Sensibilidade ao calor
  • Doença renal policística
  • Predisposição para micoses, uma infecção fúngica
  • Seborreia, uma doença de pele que causa coceira, vermelhidão e perda de pelos

Cuidados Com os Gatos Persas

Um dos itens mais importantes a se preocupar, em se tratando de cuidados com um gato persa, são os pelos. Eles devem ser escovados, de forma bastante suave, todos os dias, e precisam tomar banho pelo menos uma vez por mês.

Outro fator a considerar é a caixa de areia do seu gato. Restos de fezes, areia com urina e outras sujeiras podem se alojar nas patas ou nos pelos do persa. Se você não conseguir manter o gato e a caixa de areia sempre limpos, é melhor não usar a caixa.

O lacrimejamento excessivo é um problema bastante comum nos persas, por isso limpe os cantos dos olhos diariamente para evitar o problema. Escove os dentes dele para prevenir a doença periodontal. O ideal é que a higiene bucal seja feita todos os dias, mas se não for possível, faça pelo menos uma vez por semana.

O persa é um tipo de gato ideal para ser criado dentro de casas ou apartamentos, não sendo necessário sair com ele para a rua para passear. Trata-se de um animal mais sensível e que poderia se machucar ao ser atacado por outro gato, por exemplo. Além disso, seu pelo se suja com facilidade e pode ser bem difícil limpá-lo depois de um passeio na rua. Portanto, não se sinta mal por não sair com o seu gatinho, é melhor para ele ficar dentro de casa.

Características Físicas dos Gatos Persas

O persa tem uma aparência diferente das outras espécies de gatos:

  • Cabeça grande e redonda
  • Olhos grandes e redondos
  • Nariz pequeno
  • Bochechas protuberantes
  • Orelhas pequenas com as pontas arredondadas
  • Pescoço curto e grosso
  • Corpo pequeno e forte, também chamado de atarracado.
  • Pernas curtas, grossas e fortes, com patas grandes, redondas e firmes
  • Cauda curta, mas proporcional ao comprimento do corpo do gato
  • Pelagem longa e brilhante com uma textura fina e macia

Gatos Também São Carinhosos

Uma polêmica que envolve os gatos é que muitas pessoas afirmam que eles não amam seus donos, apenas amam suas casas. Dizem que gatos são traiçoeiros, só gostam de dormir e que são péssimos animais de estimação por isso.

Saiba que isso não é verdade. Os gatos podem, sim, ser ótimos companheiros e dar muito carinho e amor aos seus donos. Se você tem vontade de ter um gato, não se deixe influenciar por este tipo de opinião vazia e sem fundamento.

Obviamente, os gatos são diferentes dos cachorros, afinal são duas espécies completamente distintas, não há como comparar. Mas isso não significa que você não terá bons momentos com o seu bichano, seja acariciando, brincando, etc.

Também é importante lembrar que, antes de adotar um gato, principalmente se for um persa, pense bem se poderá oferecer todos os cuidados que ele precisa. Não adote um animal se não puder cuidar dele da maneira que ele precisa e merece. Releia com atenção todas as informações contidas neste artigo e tome um decisão consciente.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Felinos

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *