Remédios Proibidos e Permitidos Para Animais

 Todas as pessoas que criam animais como cães e gatos sofrem quando seus bichinhos ficam doentes. Algumas pessoas sofrem tanto que agem por conta própria e não esperam até chegar em um veterinário, porém este tipo de atitude pode determinar a morte de seu animal.

Quando o remédio é receitado pelo veterinário de seu bichinho, tudo bem, você pode aplicar, mas se pensa que seu animalzinho tem o mesmo organismo que o seu, tenha calma, veja a seguir o que os médicos veterinários falam sobre tais atos.

O Que Os Veterinários Pensam Sobre Administrar Remédios De Humanos Em Animais

Os veterinários relatam os diversos casos de intoxicações e reações contrarias que chegam em suas clinicas, depois que os tutores de animais ofertam algum remédio humano, achando que este possa ter o mesmo efeito sob seus bichinhos.

Cuidado da mesma forma como um remédio nosso pode fazer bem ao seu animal, pode matar, lembre-se o organismo do animal não é igual ao o ser humano e é neste quesito que se peca. Os remédios para o ser humano, em sua maioria tem componentes tóxicos que podem ocasionar a morte dos animais, alguns casos o remédio administrado pode piorar o quadro, causando intoxicação.

Para os donos de gatos, tenham muito cuidado, pois estes bichinhos são extremamente sensíveis e costumam apresentar intolerância a quase todos os remédios humanos. Na maioria das vezes se o remédio for bem administrado, com um veterinário indicando a dosagem correta, este ajuda a curar o cachorro, porém tenha cuidado se você verificar que o gato tem os mesmo sintomas que o cachorro, além da intolerância dos gatos quanto a remédio não indicados a eles, existe a diferença de tamanho e peso, você pode exagerar na dose e acabar matando o felino.

Cuidados Que Se Deve Com Seus Animais

Quando seu animalzinho apresentar algum sintoma de doença, seja ela qual for, tenha calma, procure agir com tranquilidade, ligue para o veterinário, se puder leve-o imediatamente à uma emergência. Lembre-se nada de dar remédios de humanos aos animais, uma pequena dosagem pode ocasionar a morte do animal em pouquissimo tempo.

Outro cuidado que se deve ter é: Nunca, administre um remédio de cachorros em gatos, e o contrario também é valido. Claro que há casos que o remédio serve para os dois tipos de animais, mas em dosagens diferentes, mas fique atento, inclusive nisso. Esta troca de medicação pode também ocasionar algum tipo de intoxicação.

Atenção quando o veterinário for aplicar algum remédio em seu animal, alguns casos de morte pode ser por negligencia do médico, ou do dono, então fique atento a tudo o que fazem com seu pequeno amiguinho.

Para o risco de intoxicação deve ficar atento, pois além de medicamentos, alguns produtos químicos utilizados na casa, podem afetar o animal, alguns produtos de limpeza são extremamente perigosos, o que poderia ser uma simples irritação, pode ser tornar uma alergia e ocasionar a morte do animal.

Veja a Seguir a Lista De Medicamentos Que Podem Fazer Mal a Cachorros e Gatos:

Medicamentos Proibidos Para Cachorros

  • Diclofenaco de potássio, mais conhecido como o Antiinflamatorio Cataflan.
  • Diclofenaco sódico ou Voltaren. Fique atento para a grande maioria dos anti-inflamatórios de uso humano.
  • Piridium.

Medicamentos Proibidos Para Gatos

  • Acido acetilsalicílico, a famosa aspirina;
  • Paracetamol, muito conhecido por Tylenol;
  • Pseudoefedrina, o Claritin, Tylenol Sinus e Loratadina;
  • Salicilato de Bismuto – Pepto Bismol, Peptozil;
  • Iboprofeno – Advil;
  • Piroxican – Feldene, Inflamene;
  • Enema de Fosfato – Fleet Enema;
  • Xampu a base de Alcatrão – Sebotrat -O, Ionil T, Politar;
  • Xampu com Benzoato de Benzila Acarsan;
  • Xampu com Acido salicílico;
  • Xampu com Sulfeto de Selênio;
  • Peroxido de Benzoila – usar com cautela;
  • Piretróide – Antiparasitário como Butox;
  • Levamisol – Ascaridil;
  • Azatioprina – Imuram;
  • Piridium –
  • Diclofenaco potássio – Cataflan;
  • Diclofenaco sódico – Voltaren.

Medicamentos De Uso Restrito

  •  Ivermectina (Ivermec, Vermectil, Ivomec entre outros). A ivermectina tem amplo uso em cães, mas os raças Collie, Border Collie, Pastor de Shetland, Sheepdog, Bearded Collie, Pastor Australiano e todos os seus cruzamentos são intolerantes ao seu princípio, apresentando sérias alterações neurológicas.
Imagem de Amostra do You Tube

 Medicamentos De Uso Controverso

 Acetaminofem ou Paracetamol -Tylenol;
  • 5- Fluororacil – Efurix. Com este se deve ter muito cuidado, pois sua ingestão pode ocasionar causa grave intoxicação;
  • Risperidona – Risperidon.

Medicamentos Que Pedem Um Certo Cuidado Com Seu Uso

  • Metronidazol – Flagyl. Muito cuidado com este medicamento, uma alta dosagem pode causar danos neurologicos irreversiveis em seu animal;
  • Sulfa-Trimetroprina – Bactrim. Quando aplicada uma dose alta podem causar displasia de medula óssea levando a anemia e Hepatopatia em cães da raça Labrador;
  • Sulfassalazina – Azulfin. Pode causar olho seco (KCS) nos cães;
  • Aspirina. A dose que pode ser aplicada nos cães deve ser muito menor que a dose que administramos em nós.

Veja a Seguir o Que Alguns Medicamentos Podem Fazer Com Seu Bichinho

  •  Paracetamol – Apenas 1(um) simples comprimido de Paracetamol é capaz de matar um gato adulto. Causa anemia, cianose, edema de face, Taquipneia, necrose hepática.
  • Benzocaína – É um anestésico local, normalmente spray ou pomada, causa tremores, convulsões, e paradas cardiorrespiratórias.
  • Aspirina– Conhecida também como AS, Melhoral. Este é provavelmente o medicamento que faz mais mal aos gatos e cachorros, provoca uma depressão respiratória, ulcera gástrica, diminuição da agregação plaquetária, hipoplasia da medula óssea. Os primeiros sinais que há algo errado, normalmente são: febre, anorexia, vômitos, gastrite hemorrágica, lesões renais, sangue na urina, hemorragias. Deve-se atentar que, no ser humano 1 (um) comprimido demora cerca de 4 horas para ser absorvido pelo corpo, em um gato, esse mesmo processo demora cerca de 72 horas, ou seja 3 dias, desta forma, considera-se que 1 comprimido de aspirina, seja uma overdose para o pequeno animal.Depois de tudo isso que acabamos de falar, você pode perceber o quão perigoso é fazer uso de medicamentos de uso humano em animais domésticos, sem que um veterinário tenha receitado. Lembre-se que quando acontecer algum problema, é ideal que se leve o animal o mais rápido possível ao veterinário de sua confiança. Também não utilize remédios de gatos em cachorros e o oposto também deve ser evitado de acontecer, procure cuidar de seu bichinho o máximo possível, ele é sempre uma ótima companhia, e para quem ama seu bichinho ele é um membro da família.
Imagem de Amostra do You Tube

Categoria(s) do artigo:
Dicas

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *