Ataque De Um Cão Bravo: Como Agir?

Quando ocorre uma situação de estresse, como aquela promovida pelo ataque de um cachorro, seja ele grande ou pequeno. A primeira reação que se tem é sair correndo, bater com algo que se tenha a mão, no animal, ou mesmo procurar abrigo em um local seguro.

O mais correto a se fazer numa hora dessas é procurar ao máximo evitar o embate de corpo a corpo. De acordo com alguns especialistas, caso se encontre um cão bravo, o procedimento é nunca olhá-lo nos olhos, já que ele encarará a situação como um enfrentamento.

Notificação De Ataques De Animais e Medidas Preventivas

De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, um dos maiores do Brasil, são informados, no Estado, algo em torno de 130 mil acidentes provocados por animais durante o ano. Além disso, os cães são na grande maioria dos casos os principais agressores, responsáveis por mais de 80% dos ataques às pessoas.

Esses ataques provocam diversos ferimentos causados pelas mordidas, que, em muitos casos acabam sendo fatais. Nas demais vítimas há ainda o risco de propagação da raiva, doença séria, que se não for cuidada a tempo, também leva a óbito. 

Algumas cidade do país já adotaram o modelo de outros lugares, como a Inglaterra, instituindo leis que obrigam as raças mais ameaçadoras a usar a focinheira em lugares considerados públicos. Na Capital do Estado do Paraná, a medida preventiva vale para diversas raças, como:

  • pastor alemão
  • fila
  • rotweiller
  • doberman
  • mastim napolitano
  • american staffordshire
  • pitbull
  • e também a bull terrier

Além disso, a medida também se aplica e qualquer outro raça cujo cão tenha mais de vinte quilos. Já na cidade mineira de Belo Horizonte, a obrigatoriedade da focinheira é determinada somente para uma raça, a pitbull.

O Que Pode Provocar o Ataque Dos Cães

Mas qual comportamento nosso pode vir a provocar o ataque de um cão?

Há diversos motivos que podem acarretar num ataque, mas, nem por isso ele pode vir do comportamento humano:

  • Instinto de liderança animal
  • Cão treinado exclusivamente para ser agressivo
  • Medo do ataque das pessoas
  • Animal predador
  • Dor ou sofrimento
  • Acha que está brincando
  • Defesa dos filhotes
  • Proteção de seus objetos.

Os alvos mais comuns nos ataques dos cães são as crianças e ainda alguns profissionais, como aqueles que precisam se aproximar das residências, como os lixeiros, carteiros, leituristas de energia elétrica, gás e água. No entanto, não somente eles podem se tornar alvos, mais ainda qualquer pessoa que passe pela residência e até mesmo o dono do cão pode sofrer um ataque.

Como Perceber Um Cão Suspeito De Ataque

  1. O animal tende a rosnar, mostrar os dentes com fúria e late com extrema ansiedade.
  2. Os pelos localizados no dorso e na nuca ficam totalmente em pé.
  3. As orelhas permanecem levantadas ou voltadas para a frente
  4. A postura do animal é totalmente rígida, as patas se mantêm afastadas e o dorso fica todo encurvado.

O Que Fazer Para Evitar o Ataque

  1. Ao observar que o cão está lhe encarando, interrompa seus passos e fique de cabeça baixa. Não fixe o olhar nos olhos do animal, já que esse procedimento será encarado por ele como uma afronta.
  2. De modo algum faça movimentos exagerados. Ande vagarosamente para trás, sem, no entanto, virar de costas para o agressor.
  3. Quando já estiver ao menos com uma distância considerável de 2 metros, tente se esconder em algum lugar, ou até mesmo subir num carro ou até pular o muro de alguma casa próxima.

Como Agir Se o Ataque For Impossível De Se Evitar

A primeira coisa a ser feita é deitar-se no chão e ficar em posição fetal, usando os braços e as mãos para a proteção do pescoço, da cabeça e do rosto. O cachorro, pode até considerar a atitude como sendo um sinal de subordinação e diminuir a intensidade do ataque. Permaneça ainda imóvel até que chegue o socorro.

O Que Fazer Depois Da Mordida

  • Cuide de maneira imediata do ferimento, não deixe para depois. A assepsia da ferida deve ser feita utilizando-se de água e sabão e, posteriormente usando antissépticos.
  • Logo depois da limpeza, ou imediatamente após a mordida dependendo da extensão do ferimento, procure o socorro médico para que seja feita a avaliação dos machucados.
  • Depois de devidamente medicado, tente buscar saber se o cachorro possui dono e ainda qual o endereço do mesmo.
  • É preciso que o animal seja mantido sob observação clínica pelo período de dez dias, a contar da data do ataque.

As Raças De Cães Mais Perigosas

Fila brasileiro: É uma fusão de pastores, especialmente os das raças bulldog, mastiff, e bloodhound, que foram trazidos para nosso país pelos colonizadores que vieram de Portugal. Eles possuem certa aversão ao convívio com pessoas que não lhes são conhecidas.

Rotweiller: Esta raça é considerada com a mais fiel, especialmente por ser obediente a apenas uma pessoa, por isso, raramente se mostra simpática com estranhos. Na antiguidade, esses cães eram utilizados pelos romanos para cuidar de rebanhos e ainda para puxar carroças.

Pastor alemão: eles são ágeis e bastante inteligentes, sendo considerados como os cães mais conhecidos do mundo. Durante a Primeira Guerra Mundial, eram utilizados pelo Governo Alemão para encontrar o esconderijo dos inimigos.

Doberman: Esta raça foi criada principalmente para a proteção do dono e da família e ainda com o objetivo maior de atacar a todos os estranhos, por isso, podem se mostrar bastante agressivos. Também são muito perigosos em razão de sua rapidez no ataque e ainda pela grande capacidade de sua mordida.

Pitbull: Possuem por si só o espírito de briga, além de contarem com uma grande força física, por isso, acabam se tornando uma das raças mais ameaçadoras aos seres humanos. Sua origem já explica o porquê de serem tão bravos, descendem dos antigos cães de briga e guerra da era romana.

Bull terrier: A raça vem do cruzamento de outras: old english terrier, bulldog e spanish pointer, cuja criação foi feita em função da participação em lutas de cães. Sua determinação numa luta é tão grande, que é capaz de ficar durante horas com seu inimigo preso entre os dentes. 

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Dicas

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *