Os Carrapatos – Ordem Ixodida e As Demais

Os carrapatos, também chamados de chato, ou carraça pertencem à classe dos artrópodes, e ainda à ordem dos ácaros e à família dos Argasidaes. São tidos como ectoparasitas hematófagos, o que indica que se alimentam exclusivamente de sangue.

Como muitos já sabem, os carrapatos são os principais responsáveis pela transmissão de muitas doenças, especialmente aquelas transmitidas em alguns animais, como cachorros e cavalos. De acordo com registros, eles já existem há aproximadamente 90 milhões de anos e existem mais ou menos 800 tipos desses insetos na natureza.

Onde Os Carrapatos Podem Ser Encontrados

Engana-se quem pensa que os carrapatos somente em lugares onde há animais, eles estão presentes em todos os locais do mundo, tanto na cidade como no campo, já que seu principal objetivo é se alimentar de sangue animal ou humano e sempre que suga o sangue de sua vítima pode transmitir doenças decorrentes de protozoários, vírus e bactérias.

Há algumas espécies que podem chegar a medir apenas 0,25 mm de diâmetro, sendo que a grande maioria desses insetos vivem em capim, touceiras no chão, e ainda em lugares com acúmulo de madeira e tanto em climas seco, quanto úmido.

Como São Os Carrapatos

Geralmente esses bichinhos possuem a forma ovalada e quando não estão alimentados possuem a forma plana sentido do dorso e do ventre, mas após sugarem o sangue ficam esféricos e até mesmo convexos. Sua carapaça é feita de quitina, possuindo o desenhe corporal bastante firme e resistente se relacionarmos com sua parca espessura. 

Os Carrapatos e Suas Famílias

Há diversas famílias de carrapatos, dentre elas está a Argasidae e habitualmente não ficam grudados a seu hospedeiro por longos períodos de tempo; eles costumam passar grande parte do tempo ao ambiente, permanecendo escondidos em abrigos de animais, especialmente em frestas.

Esse tipo de carrapato apenas busca suas vitimas para se alimentarem e o fazem quando as mesmas estão dormindo. Esses carrapatos possuem a propriedade de poderem ficar longos períodos sem se alimentarem, chegando até o prazo de um ano, ao contrário dos demais. Já os indivíduos pertencentes à família Ixodidae passam grande tempo grudados em seus hospedeiros. 

Podemos Citar Duas Formas Principais De Parasitismo:

Carrapatos que possuem apenas um hospedeiro: um deles é o carrapato chamado de carrapato de boi, cientificamente conhecido como Boophilus Microplus, que ficam grudados em seu hospedeiro desde que são apenas larvas, apenas pouco tempo depois de terem sido liberados dos ovos; depois de começarem o processo de parasitismo, aumentam de tamanho ficando com aparência ingurgitada, mudando até chegarem à fase adulta. Depois que as fêmeas da espécie já estão alimentadas com bastante sangue, caem no solo e buscam por um lugar que seja protegido para poder fazer a postura de ovos. Elas chegam a produzir milhares de ovos e morrem logo depois.

Carrapatos que possuem dois hospedeiros: os períodos de larva e também de ninfa acontecem em um hospedeiro apenas, já a fase adulta passam para outro hospedeiro.

Carrapatos que possuem três hospedeiros: assim como acontece com os carrapatos de cavalo, chamados de  Amblyomma cajennense, eles caem na terra para que possam fazer as mudas, e logo após sobem e se apoderam de um novo hospedeiro. 

Dentre As Espécies De Carrapatos Podemos Citar:

  • Haemaphysalis
  • Argas
  • Rhipicephalus
  • Dermacentor
  • Hyalomma
  • Ornithodorus
  • Ixodes

Os Carrapatos Mais Comuns No Brasil

Aqueles Que Têm Maior Presença Em Nosso País São:

  • Carrapato-de-boi, cinetificamente chamado de Boophilus microplus, que transmite aos bovinos a doença da Babesiose.
  • Carrapato Estrela ou Carrapato-de-cavalo, cientificamente conhecido como Amblyomma cajennense, que mais gosta de parasitar os seres humanos. Também se aloja em aves, animais silvestres, mamíferos, inclusive os domésticos. Quando atinge a idade adulta é chamado popularmente de carrapato estrela. Atinge o tamanho de um feijão verde, podendo ficar até maior que isso. Em seu período larval, chamado de micuim, pode ser encontrado em pastos de gado, especialmente entre os meses de março a julho. Quando está sob a forma de micuim, pode ficar até dois anos sem se alimentar, aguardando por um hospedeiro. Nos seres humanos pode levar a obtenção de uma grande coceira e atingir a forma inflamação, durando esta aproximadamente um mês.
  • Carrapato-de-galinha, cientificamente chamado de Argas Miniatus, responsável por transmitir às aves a bouba, uma doença altamente infecciosa muito parecida com a sífilis.
  • Carrapato-vermelho-do-cão, cientificamente chamado Rhipicephalus Sanguineus, mais encontrado em gatos e cães. Os animais que estão na fase adulta preferem fixar-se a pele, especialmente entre o plantar, coxim e as orelhas do cachorro. Sobem através dos muros e das cercas, e se espalham pela casa, canil, entre outros. Sendo de um controle bastante fácil.

Outros Tipos De Carrapatos:

  • Argas Latreille, catalogado em 1795, é uma forma de carrapato que inclui muitos outros ectoparasitas que preferem se hospedar em aves e mamíferos.
  • Dermacentor é uma espécie de carrapato que pertence à Ixodidae. Apresenta uma distribuição bastante grande e prefere hospedar-se em mamíferos.

Os Carrapatos De Cães e Suas Implicações

É importante salientar que o carrapato canino, chamado de Rhipicephalus Sanguineus é o principal transmissor de várias doenças, especialmente a Babesiose e a Erliquiose .        A Erliquiose é uma doença de origem infecciosa bastante séria que se desenvolve em cães, causada por bactérias, sendo que a mais importante delas é a Ehrlichia canis. Muito dificilmente acomete os gatos ou te mesmo os seres humanos, mesmo que isso não seja impossível de acontecer.

Seu desenvolvimento acontece com maior frequência durante o verão, pois nessa estação os carrapatos necessitam de umidade e calor para se reproduzirem. É bastante frequente que os sintomas da doença sejam confundidos com aqueles originários da Cinomose, por isso é fundamental procurar a ajuda de veterinário assim que o animal apresentar sintomas de tristeza, apatia, prostração e outras características que sejam diferentes de seu comportamento habitual.

Como o Cachorro Pega a Doença

A Erliquiose é transmitida através do contágio de um animal doente com um que esteja sadio através do carrapato. Sendo que o transmissor principal é o carrapato marrom  ou Rhipicephalus Sanguineus. A doença infectará os glóbulos brancos do sangue, atacando as defesas maiores do organismo do animal.

Por todos os motivos acima informados é importante manter sempre a casa e o ambiente dos animais sempre muito limpos e desinfetados, lembrando-se recolher as fezes e lavar as áreas usando especialmente água sanitária.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Curiosidades

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *