Filhotes para Adoção

Muitos animais estão por aí, soltos e sem carinho. Muitas pessoas compram animais, na maior parte das vezes cães, somente por status. Adquirem por ser um cachorro de raça cara e depois abandonam na rua. Isso costuma acontecer nas feiras de filhotes. Os pais vão com as crianças até esses lugares onde inúmeros filhotes de cães e gatos estão à venda. A criança vê um dos filhotes e é lógico que vai chorar até ganhar. Os pais compram, mas depois de um tempo já não querem mais o pobre animal por perto.

Por isso, várias pessoas que protegem os animais, veterinários e organizações governamentais e não governamentais fazem uma grande campanha para que indivíduos que pretendem ter um animal de estimação adotem aqueles animais que realmente precisam de carinho, de um lar e de muito cuidados: os animais abandonados.

Como contribuir com a adoção de animais?

Há várias formas de você ajudar os pequenos animais que precisam de cuidados. Você pode ser um voluntário em alguma ONG. Você pode ser um hospedeiro de animais. Assim que você encontrar um cão ferido, faminto e que precisa de uma família, você pode levá-lo para a sua casa e dar os cuidados que ele precisa, que são muitos, desde um banho até mesmo um potinho com água. Depois disso você pode fazer uma campanha no seu próprio bairro para que alguém, que você tenha certeza que cuidará do animal, levo-o para a casa e o introduza em sua família.

Hoje em dia, as ONG e as prefeituras de várias cidades têm atuado para garantir que os animais que já estão nas ruas de todas as cidades não se reproduzam. Uma das maneiras que eles encontraram para controlar a população de cães e gatos que são abandonados é a castração e o cadastramento através de um chip que é colocado no animal.

Um lar para aqueles que precisam

Mas, o que todos querem é que eles ganhem um lar, pois todo animal merece respeito e cuidados. Se você encontrou um animal abandonado, primeiramente se certifique que ele não é agressivo. Assim que você tiver certeza de que ele não irá lhe morder, leve-o imediatamente a um profissional, isto é, a um veterinário para que ele possa lhe falar das condições de saúde do bicho. Fazer uma campanha para achar alguém que tenha interesse em ficar com o animal também é válido. Cartazes podem ser distribuídos pelos comércios de onde você mora. Lógico que antes disso, você pode tentar encontrar o dono do animal, em algumas circunstâncias pode ser que o animal tenha mesmo fugido e se perdido de casa.

Se você não pode mais cuidar do seu animal também existem maneiras de você deixá-lo com alguém que cuide dele. Uma das formas é primeiramente verificar todas as condições de saúde dele e depois ver se alguém da família, que goste de animais e cuide com carinho, possa ficar com ele. Se não, dá para você procurar várias organizações que trabalham com animais. Eles com toda a certeza vão procurar alguém para cuidar do seu bichinho de estimação.

O mais importante é nunca abandonar o animal. Ele não tem condições de viver sozinho, requer vários cuidados e também de muito amor. Se você adotar ou doar um animal, estará dando um final feliz a uma história que poderia ter tomado outros rumos.

As feiras de adoção são uma ótima oportunidade

Sendo assim, você não precisa e não deve comprar um cachorro. Se deu vontade de ter em casa um “melhor amigo do homem”, procure saber como é feita a adoção desse animal na sua cidade. Normalmente, existe um abrigo e você pode retirá-lo lá ou ainda, visitar uma feira de adoção, muito comum hoje em dia. São cães, adultos e filhotes, que foram abandonados e depois de receber o cuidado necessário estão em busca de um novo lar.

Cuidados Necessários ao Adotar Um Filhote

Quando você está em busca de um filhote para adotar é necessário dispensar alguns cuidados quando levá-lo para casa.

Os cães que são afastados dos seus irmãos e mãe precisam, para começar, de um lugar bem quentinho na nova casa. Assim como os bebês, eles precisam ser acomodados com muito carinho e atenção e vão exigir cuidados com as unhas, o banho, a troca de dentes e muito mais.

Quando se sabe o que tem que fazer em cada fase de crescimento do filhote é mais fácil para lidar com a situação e não criar traumas no animal. Vale ressaltar, que lidar com o filhote de forma errada pode influenciar no comportamento dele nna fase adulta, irritado, por exemplo, ou agressivo.

Um cachorro quando é separado da sua mãe, quando chega na nova casa, não deve, de jeito nenhum, ser colocado em um lugar escuro, frio ou úmido. Caso isso aconteça, ele estará correndo o risco de sofrer com hipotermia ou desenvolver outras doenças, como pneumonia ou resfriado.

Outro problema comum com filhotes que são deixados sozinhos é que eles desenvolvem fobia e depois quando adultos, cada vez que ficarem sozinhos em casa, vão uivar continuamente, vão destruir móveis ou tudo mais que estiver na frente. Esses são comportamentos típicos de cachorros que foram deixados em lugares escuros e sozinhos quando filhotes e desenvolveram fobia.

Como Deve Ser a Primeira Noite na Casa Nova

A primeira noite na casa nova para o filhote que foi adotado deve ser de muito carinho e atenção. Ele vai estranhar a casa nova e para deixá-lo mais tranquilo, comece escolhendo um lugar bem arejado, claro e próximo a família, e claro, deixe-o bem aquecido.

Os veterinários ensinam a deixar perto dele alguma roupa ou tecido que tenha o cheiro do novo dono. Lembrando que até completarem 3 meses de vida é normal que ele durma a maior parte do tempo e ficar pegando o cachorrinho no colo o tempo todo não é aconselhável.

Como Deve Ser a Acomodação no Novo Lar

O lugar ideal para que o seu filhote adotado tenha a sua cama é a parte da casa que ele ficará a maior parte do tempo com companhia. Porém, ele não deve ser colocado próximo de lugares barulhentos.

Eles precisam ter a cama quente, limpa e sempre seca, além de ter separado um lugar limpo para se alimentar e outro para fazer as necessidades. Neste caso, um lugar arejado, longe do sol e com boa ventilação.

Os filhotes são muito curiosos, então, atenção com produtos de limpeza, fios, plantas. Caso tenha criança em casa, elas devem brincar com o filhote somente no chão, segundo os veterinários, uma queda nesta fase pode ser fatal. O ideal é que o filhote ganhe um espaço exclusivo para ele na casa e que nele, sinta-se confortável e seguro.

O Primeiro Banho

O cachorro quando ainda é filhote não possui boa resistência imunológica, por isso, para não arriscar não dê banho em casa. O melhor é levá-lo para um centro especializado. Outra dica é que o primeiro banho só aconteça depois do cachorro ter tomado a primeira dose de vacina, que deverá ser aplicada depois de 45 dias de vida.

Se achar que a higiene do lugar não é adequada para o seu cão tomar o primeiro banho, troque de lugar ou espere a terceira dose da vacina para ele receber a primeira higienização.

Quando ele começar a tomar banho em casa, deverá ser somente nas horas mais quentes do dia. Atenção redobrada para impedir que entre água nos ouvidos ou no nariz do seu filhote. Se preferir, pode tapar os ouvidos com algodão.

O filhote deve tomar um banho rápido e na hora de secá-lo o ideal é usar toalhas felpudas. O secador de cabelos só pode ser usado se estiver na temperatura morno e não muito próximo do filhote. Evite também virar o vento quente em direção ao focinho do cão.

O melhor é usar produtos de banho para cachorros, caso não tenha, use um xampu neutro.

O Momento da Troca de Dentes do Filhote: O Que Fazer?

Quando o seu filhote estiver entre o quarto e quinto mês de idade ele começará a trocar os dentes. O ideal é levá-los no veterinário especializado, pois nem todos os dentes cairão e no mesmo período, os permanentes começarão a crescer.

Se os dentes de leite que não caírem não forem retirados, isso poderá afetar a mordedura do cão na fase adulta e aumentar a probabilidade de que eles tenham placas bacterianas.

Como Deve Ser a Alimentação do Filhote

Para que o filhote adotado cresça forte e com saúde é necessário ficar de olho na alimentação dele. Ele poderá começar a comer ração entre o primeiro e segundo mês completo de vida.

O dono deverá escolher o horário para alimentar o filhote e colocar a ração dentro de um pote na frente dele. Deixe por 15 minutos e se dentro desse período ele não comer, não insista. Algumas raças são mais difíceis para comer e neste caso, você pode tentar usar água para umedecer a ração.

Pode ser que o cão coma bem em determinados horários estipulados por você e em outros não, mas não mude a rotina, continue colocando a comida na hora que foi definida. Ele vai entender que precisa respeitar os horários e vai começar a comer normalmente.

Ter hora certa para alimentar o seu cão serve para que você observe se tem algo errado. Quando ele se acostumar com a rotina e um belo dia não comer, é um sinal de que não está bem por algum motivo.

Sobre a quantidade da ração que dever ser oferecida para o cão, os veterinários aconselham a observar o que diz a embalagem do produto, considerando idade e peso e número de refeições a cada dia.

Se você tem espaço na sua casa e na sua vida para cuidar de um animal de estimação, nada melhor do que adotar um filhote. Diversas ONG’s no Brasil todo trabalham com a adoção de animais. Para encontrar o seu filhote basta procurar uma dessas ONG’s e demonstrar que realmente deseja esse bichinho de estimação para sua casa.

Além de ser uma atitude muito bonita adotar um filhote, você poderá conhecer diversos animais e escolher aquele com que tiver mais empatia para ser o seu melhor amigo. Boa parte da alegria de ter um bicho de estimação é a relação de amizade que se cria entre o dono e o animal.

Os filhotes que são adotados têm muito mais carinho para oferecer, uma vez que passaram muito tempo esperando por uma companhia para ter os melhores momentos de suas vidas. Faça uma pesquisa na internet para encontrar as melhores instituições para realizar a adoção de um filhote.

Casos de filhotes já adotados

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Curiosidades

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • eu queria com filhote de cachorrinho de porte pequeno e peludo e femia menina kkkkkk

    maria eduarda almeida 9 de janeiro de 2015 18:16
  • oii quero muito adotar um filhote de porte pequeno a medio e macho quero muitooooo

    aline 18 de janeiro de 2015 14:10
  • Oi gostaria de adotar um cachorro para minha noiva ela e louco com buldog e pug infelizmente nao tenho como comprar e nos estamos a procura por favor se alyuem souber

    guilherme 19 de fevereiro de 2015 10:51
  • gostaria de adotar um filhote de pequeno porte

    cristina 7 de abril de 2015 17:03
  • Gostaria de um cãozinho de pequeno porte, para viver dentro de casa e brincar com crianças.
    Ele ficara acompanhado 24 horas por dia, pois trabalho em minha residencia.

    Ana Calia dos Santos 11 de abril de 2015 12:28
  • ola, gostaria de adotar um filhote de york fêmea moro em apartamento e meus filhos estão me cobrando um cachorrinho….fico no aguardo.

    janaina 16 de abril de 2015 19:45
  • Ola gostaria muito de adotar um cachorro de pequeno porte de pelo curto para minha filha de 4 anos e ela gostaria que fosse no máximo 6 meses para se adaptar a família.Ate agora só encontrei para adoção cão de porte grande mas onde eu moro não tenho espaço para cachorro grande.Amo muito cachorro.

    Geisa Paim,Salvador 21 de abril de 2015 13:21
  • oi gostaria de adotar um caozinho macho ou femea pode ser vira lata mas que seje filhote

    francielle 22 de abril de 2015 12:59
  • oi eu queria adotar um golden retriver ou uma akita dois de qualquer dessas raças

    carolyna 24 de abril de 2015 22:38
  • oi eu queria adotar um golden retriver ou um akita dois de qualquer dessas raças

    carolyna 24 de abril de 2015 22:39
  • Boa tarde,

    Gostaria de adotar um amiguinho.

    Fico no aguardo de um retorno.

    Gerlane Silva 28 de abril de 2015 12:50
  • Boa tarde gostaria de adotar um cachrrinho de pore pequeno e peludinho pode ser cahorra ou cachorrinho desde de que seja porte pequeno e peludinho….agradeso desde já….

    Maria Edileuza 19 de maio de 2015 22:55
  • Queria muito um pincher

    vanessa 23 de maio de 2015 23:28
  • boa noite ,gostaria de adotar um filhote femea de porte pequeno a medio de uma raça que conviva bem com crianças.

    Flavia 13 de junho de 2015 1:52
  • Ola,gostaria de adotar um filhote de labrador com pelo menos 10 meses,pois estou querendo presentear meu marido.Se realmente tiver um filhote de labrador em adoção POR FAVOR me comunicar.Obrigado pela atenção!

    Doralice Rodrigues 15 de junho de 2015 3:13
  • Ola,gostaria de adotar um filhote de labrador com no maximo 10 meses,pois estou querendo presentear meu marido.Se realmente tiver um filhote de labrador em adoção POR FAVOR me comunicar.Obrigado pela atenção!

    Doralice Rodrigues 15 de junho de 2015 3:15
  • quero adotar um cachorrinho que seja ainda filhote e de pote pequeno para mim dar meu filho de presente ele e uma criança especial para que fassa conpanhia a ele

    daniele 16 de junho de 2015 21:19
  • Olá gostaria muito de adotar um filho de porte medio grande…amooo cachorros e ja tive so que morreu de velhice e gostaria de outro.

    heloiza 30 de junho de 2015 17:12
  • Gostaria de adotar um pinscher zero ou um. Para meu bebê. Para estimular ELE. QUE TEM PROBLEMA neurológicos. Desde ja agradeço

    Claudiana 1 de julho de 2015 20:44
  • eu quria adotar um de raça peludo como faço eu moro em palmeira de goias go

    renata 10 de novembro de 2015 16:21
  • ola,gostaria de ter um cachorro de porte pequenino. eu adoro os workshire ,mas normalmente sao muito caros

    angelina 19 de dezembro de 2015 14:23
  • Prezados.
    Gostaria muito de adotar uma fêmea de pug. A minha pug (Keka) morreu a quatro dias. Eu e minha esposa estamos sofrendo muito. Cada dia é mais dificil que o o outro. Ela era tudo para nós. O sofrimento e a dor da perda é muito grande.

    Luiz Marcelo de Souza Rocha 20 de janeiro de 2016 12:57
  • eu preciso de cachorro pequeno pra dar amor a ele ou ela eu gosto muito de cachorro

    sulamita candido da silva 4 de maio de 2016 12:18

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *