Dicas de Convivência Entre Crianças e Cachorros

Crianças e cães geralmente se dão muito bem. Eles podem ser grandes companheiros e, além disso, ter um cão por perto pode ensinar às crianças muito sobre respeito, responsabilidade e carinho com os animais.

Entretanto, podem surgir problemas quando as crianças e os cães convivem sem supervisão ou o treinamento adequado. Isso pode levar a um comportamento agressivo, podendo resultar até mesmo em acidentes.

Se você quer que o seu cão e os seus filhos convivam em perfeita harmonia, confira as nossas dicas a seguir.

Os Cães Precisam Ser Treinados

Se o seu cão é parte da família, certifique-se de que você tem dedicado tempo para realizar pelo menos o treinamento básico com ele para que, quando as crianças estejam perto dele, não haja problemas.

Esse processo se torna mais fácil se o cão é um filhote, pois assim ele já será educado da maneira certa. Não permita que os cães circulem livremente pela sala de jantar ou na cozinha na hora das refeições, porque isso pode desencadear uma série de incidentes. O cachorro sentirá o cheiro da comida e são grandes as chances de ele tentar roubar o alimento da criança.

O treinamento básico deve abranger os seguintes movimentos:

  • Sentar
  • Passear com coleira
  • Ficar
  • Vir

Usando petiscos caninos, brinquedos ou carinho, como esfregar a barriga são ótimas maneiras de recompensar o cão conforme ele progride nos treinos. Você também precisa ter calma para ensiná-lo, evite qualquer tipo de punição quando ele errar algo, isso não ensina nada, muito pelo contrário.

Supervisione as Brincadeiras das Crianças Com os Cães

Supervisionar o contato entre as crianças e os cães é fundamental, pelo menos até ter a certeza de que um está completamente acostumado com o outro. Muitos cães podem ficar agitados com os gritos de uma criança e acabar se sentindo ameaçados. Além disso, as crianças podem acabar machucando o cão, já que elas ainda não têm noção do que podem ou não fazer.

Se o seu cão já passou pelo menos pelo treinamento básico, certamente será mais fácil esse contato, já que você conseguirá controlar o seu bichinho. Especialistas dizem que as crianças devem ter pelo menos quatro anos de idade antes que elas possam ser deixadas sozinhas com os cães. Mas o ideal é que eles não fiquem sozinhos por muito tempo, afinal não é indicado nem mesmo deixar uma criança sozinha.

As Crianças Também Precisam de Treinamento

Você tem que ensinar as crianças desde cedo a respeitar os limites territoriais do cão. Nenhum cão gosta de ser apertado demais, além de outras coisas que muitas crianças fazem. Também ensine a criança desde cedo a mandar o cão sentar, assim ela ajudará desde cedo a manter a disciplina.

Além disso, as crianças precisam ter a consciência de que não podem, por exemplo, tirar um brinquedo que o animal está brincando ou mexer com ele enquanto ele está comendo. Elas também precisam ter cuidado com coisas, como: puxar as orelhas ou rabo do cão. É importante ensinar a criança sobre como um cão reage à dor, agressão ou medo.

Os Cães Precisam de Espaço

Um cão também precisa de um pouco de paz e tranquilidade para dormir, descansar ou mesmo brincar sozinho. As crianças muito pequenas não devem ter acesso à área do cão. Se você mora em um apartamento, por exemplo, encontre um espaço na área de serviço para deixar a caminha, potinhos de água e comida e brinquedos do cão.

É importante que a criança não consiga chegar nesse local e nem mesmo ver o cão quando ele estiver lá. Se for usada apenas uma grade, por exemplo, a criança ficará se movimentando e deixará o cão agitado.

Escolha a Raça Ideal de Cachorro

Se você ainda não tem um cão e pretende ter, confira algumas dicas para te ajudar na hora de fazer a sua escolha:

  • Cães de grande porte podem derrubar crianças com mais facilidade
  • Cães de guarda podem não ser apropriados
  • Cães que latem muito também não são recomendados
  • Considere algumas raças de cães que se adaptam com mais facilidade ás famílias, como beagles, buldogues e labradores.
  • Evite cães pequenos que sejam agitados demais

Ensine as Crianças a Tratar os Cães com Cuidado e Respeito

É incrível ver como algumas crianças estão sempre puxando, empurrando e apertando cães e, na maioria das vezes, os cães aturam isso sem reagir. Entretanto, um dia, eles podem reagir e as consequências podem ser graves.

É fundamental ensinar as crianças que o cão é um ser vivo e não um brinquedo. Mostre para o seu filho que é preciso tratar o bichinho com amor, carinho e respeito. Eles podem sim brincar e se divertir com o cãozinho, mas sempre respeitando limites, sem fazer nada que machuque um ou outro.

Quando o Cão Late Demais

Muitos cães latem quando ouvem o menor ruído e isso pode ser um problema quando há um bebê em casa, já que ele poderá acordar com o barulho. Para resolver esse problema, existem coleiras eletrônicas anti-latido que podem ser encontradas em pet shops. Outra possibilidade é deixar o cão em um ambiente o mais longe possível do local em que o bebê está dormindo.

A Hora de Dormir

Alguns pais permitem que seus filhos durmam junto com o animal de estimação da família. Isso pode levar a problemas no caminho, como higiene, alergias e comportamento. Além disso, a criança pode acabar apertando demais o animal durante o sono. É fundamental que o cão tenha a sua própria cama, de preferência em uma área privada.

Pense Bastante Antes de Adotar um Cão

Qualquer pessoa, independente de ter ou não filhos, deve pensar muito antes de adotar um cão. Quando se tem filhos essa decisão deve ser tomada com mais cuidado ainda. Pense que você não poderá simplesmente descartar o cão caso a convivência não dê certo.

Um cão é um ser vivo como qualquer outro e precisa ser respeitado. Ensine o seu filho a ter respeito pelos animais, independente de ter ou não um bichinho de estimação em casa.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Criação

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *