Histórias De Crianças Que Foram Criadas Por Animais

Quando vemos filmes, que relatam historia com a do Tarzan, Rômulo e Remo não imaginamos que existem casos reais e também casos recentes de crianças que sobreviveram, sim elas cresceram sem o convívio do homem, e tiveram somente a companhia dos animais durante a vida.

Temos vários casos verdadeiros, e não sabemos quantos mais podem existir por ai. É difícil saber exatamente, pois tem muitos casos antigos e também outros que são guardados em segredo, são escassos os casos em que a historia verdadeira é totalmente revelados as pessoas.

As Historias Que Contam Por Ai

Esse tipo de história normalmente não revela toda a realidade de crianças que sobreviveram por causa dos cuidados de animais, e nos deixa muito intrigados, pois elas passam fome, muito frio, e mesmo assim conseguem sobreviver. Não entendemos como essas crianças conseguem sobreviver, pois sabemos que um recém-nascido ou uma criança pequena tem uma dependência implícita dos cuidados providos pelos pais, seja o pai ou a mãe.

As crianças criadas por animais, que normalmente chamamos de crianças selvagens, geralmente são crianças que foram perdidas, abandonadas, roubadas e/ou fugiram de casa e por causa disso são criadas por animais, as histórias mais comuns são as crianças criadas por lobos, em outros casos elas sobrevivem sozinhas, sendo descobertas depois de vários anos ou de algum tempo.

Histórias De Crianças Que Foram Criadas Por Animais

Histórias De Crianças Que Foram Criadas Por Animais

Como As Crianças Reagem Quando Trazidas De Volta à Civilização?

É incrível como existe uma enorme curiosidade cientifica nos casos das crianças que foram encontradas, elas formam uma espécie a ser estudada, quando falamos do desenvolvimento humano. As crianças só reconhecem os sons dos animais, mímicas, normalmente os de sua família que lhe acolheu. E quando resgatadas é inconstante a sua aprendizagem e o seu retorno a sociedade.

Algumas assimilam algumas palavras, outras conseguem falar corretamente, que podem ter aprendido a falar antes do seu afastamento da família e outras nunca aprendem a falar.

O bloqueio que essas crianças têm com a fala acontece porque elas perderam o tempo decisivo que influencia os instintos e estimula a linguagem, ao passar esse período a aprendizagem se torna difícil de acontecer.

As crianças demonstram o comportamento que aprenderam com suas famílias adotivas, elas não gostam de usar roupas e quanto a sua alimentação e seus modos, elas comem, bebem e se portam como um animal, elas não gostam da presença humana e fazem tudo para ficar longe do homem, podem caminhar, quem sabe até correr, por longas distancias para evitar o contato com o homem, algumas delas não demonstram interesse em outras crianças, nem nas brincadeiras delas, elas preferem ficar com animais, principalmente aqueles que são parecidos com sua família adotiva, e assim esses animais também assumem as crianças como se fossem verdadeiras crias deles.

Essas crianças não sabem rir, chorar, elas têm pouco controle emocional, muitas vezes tem ataques de raiva, normalmente elas possuem muita força e tem um comportamento selvagem, algumas crianças podem ter ataques ferozes, onde atacam seja mordendo ou arranhando outras pessoas e até si mesmo.

Em todos os casos de crianças selvagens percebemos que o seu desenvolvimento no andar, no comer, no falar e também a intimidade com o homem foi profundamente afetado por causa da falta de estímulos no tempo certo, mas algumas crianças apresentaram evolução na sua reabilitação depois de adquirirem uma ligação com uma pessoa especial.

Como As Crianças Reagem Quando Trazidas De Volta à Civilização?

Como As Crianças Reagem Quando Trazidas De Volta à Civilização?

História De Crianças Criadas Por Animais

Encontramos historias de diversas crianças criadas por animais, na maioria elas foram criadas por lobos, mas também temos história de crianças criadas por outros animais, como o caso da menina Isabel que foi criada num galinheiro, a seguir comentaremos sobre algumas crianças encontradas.

As Meninas Indianas Criadas Por Lobos

Amala e Kamala, é um caso muito conhecido e também muito discutido, as meninas foram encontradas em Midnapore, na Índia em 1920, e foram criadas por lobos. O caso é controverso porque as meninas foram encontradas uma com 8 anos e a outra com 18 meses, e algumas pessoas acreditam que o caso foi inventado para criar comoção na população e arrecadar dinheiro para o orfanato onde as crianças foram abrigadas. As meninas foram abandonadas pela família por ser crianças com necessidades especiais, mas elas morreram pois não receberam os cuidados que necessitavam.

Daniel, o Menino Nos Andes Peruanos

Daniel, um garoto que foi encontrado com 12 anos vivendo entre os cabritos, nos Andes, no Peru, em 1990. Afirma-se que ele sobreviveu se alimentando de raízes, frutas e tomando leite, supõem-se ainda que ele tenha vivido oito anos com os cabritos, ele usava as pernas e os braços para caminhar, era um quadrúpede, não sabia falar. Daniel foi estudado pelos norte-americanos, de quem ganhou o nome e desde então não temos mais informações sobre o Daniel.

Outro Caso Da Índia, a Verdadeira Historia De Mogli

Dina Sanichar foi encontrado vivendo entre lobos na floresta de Bulandshahr, na Índia em 1867, na época ele tinha 6 anos e foi resgatado por um caçador, que depois de matar sua família adotiva levou o garoto para um orfanato, o menino nunca confiou nos homens, não ficava vestido, pois rasgava as roupas. Ele comia carne crua e não usava prato, não aprendeu a falar e morreu em 1895. Ele é a versão verdadeira da historia de Mogli o menino lobo.

Imagem de Amostra do You Tube

O Garoto Pássaro Da Rússia

Em 2008, assistentes sociais encontraram um garoto de 7 anos vivendo entre os pássaros em Volgogrado , na Rússia, sua mãe lhe criou dentro de um pequeno apartamento, cheio de gaiolas com pássaro. A criança era tratada como um passarinho, ele não passou fome, mas sua mãe não falava com ele, e foram os pássaros que ensinaram a criança a falar (ele piava, e abanava os braços quando não era compreendido), ele era chamado de menino pássaro.

O Menino Macaco

John Ssebunya , foi um menino criado por macacos, supõem-se que ele fugiu de casa quando tinha por volta de três anos, logo após o seu pai ter matado sua mãe, em 1991 ele foi visto pela primeira vez escondido numa árvore por um membro de uma tribo da Uganda, uma mulher chamada Millie, ela pediu ajuda para resgatá-lo, ele estava com o corpo cheio de feridas e infestado de vermes, ele não sabia falar e também não sabia chorar, com o tempo ele aprendeu a se comunicar, a cantar, e fez parte de um coral. Sua historia já foi tema de um documentário na rede BBC.

O Garoto Entre As Gazelas

Em 1946, no deserto da síria foi encontrado um garoto de 10 anos que vivia entre as gazelas, ele corria como uma gazela por isso ele só foi alcançado com ajuda de um jipe, por fim colocaram o garoto numa instituição psiquiátrica.

O Garoto Chimpanzé

Em 1996, na floresta Falgore, na Nigéria foi encontrado um garoto com cerca de dois anos, que vivia entre os chimpanzés, supõem–se  que ele tenha sido abandonado quando tinha 6 meses por seus pais, Bello como foi chamado andava arrastando os braços como um chimpanzé, no inicio da seu ajustamento na sociedade ele assustava as outras crianças, ele dormia durante o dia e a noite ele queria brincar ou  ele quebrava as coisas no dormitório, Bello morreu antes de completar 10 anos.

Diante dessas historias, percebemos que os animais foram muito importantes para as crianças que sobreviveram e que foram encontradas, e também percebemos que os filhotes adotados por espécies diferentes da sua,  aproveitaram a maternidade suprindo as dificuldades emocionais do seu crescimento.

Imagem de Amostra do You Tube

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>