Raças De Bovinos

Quando vamos a vários lugares onde a natureza predomina, ou seja, em zonas rurais, percebemos como é bonito e tranquilo. Percebemos também a quantidade de animais que rondam as fazendas, na maioria cavalos e bois. Algumas pessoas criam o gado, que é uma renda de lucro muito boa.

O termo ‘’gado bovino’’ designa as raças de bois domesticadas pelo ser humano. A vaca é o gado do gênero feminino e o Touro é o gado do gênero masculino, e que não é castrado. Os seus chifres são diferentes, já que não é composto de pele, e sua parte interna é oca. Além disso, os chifres ficarão para o resto da vida do gado. Ambos são da família ‘’bovidae’’, sendo da espécie B. taurus.

Onde Surgiram

O gado doméstico surgiu em dois continentes: Na Europa, sendo ancestral do auroque, uma espécie bovina que foi declarada extinta em meados do longínquo ano de 1627, e na Ásia, descendente do gauro ou bisão indiano. Esta espécie ainda está até hoje na Terra, e pode viver se for mantido encarcerado, por até 30 anos.

A aparição esta espécie data de 5000 a 6000 anos, período que o homem aprendeu a domar os animais para ajudar nos trabalhos na agricultura. O ser humano enxergava no gado muitas utilidades, como animal para carregar materiais, igualmente os cavalos, servia também como fonte de alimentação. Depois da morte, seu couro era aproveitado para a confecção de vestimentas que protegeriam do frio, além, é claro, da produção de leite.

Atualmente, o gado é muito visado, já que é ele quem move a indústria de carnes do mundo todo. O Brasil é um dos principais exportadores de carnes desse tipo, para vários países.

 

Problemas Que Afetam Os Bovinos

Atualmente, alguns problemas assolam os criadores de bovinos, principalmente os que cultivam o gado de corte. Podemos citar aqui a febre aftosa, que atinge não só as espécies bovinas, mas também caprinos, búfalos, elefantes, capivaras, entre muitos outros. No Brasil, várias campanhas de vacinação desses animais tentam intensificar ainda mais o número de animais imunizados contra essa doença.

Vamos Listar Aqui Outras Doenças Que Prejudicam Os Bovinos.

-Botulismo: É uma intoxicação, causada pela Clostridium botulinum e pode causar vários danos na saúde do animal, como anorexia, paralisia em músculos, enfim. Com o agravamento, o animal pode ficar incapaz de se manter em pé, podendo ‘’tombar’’.

-Enterotoxemia: É também uma infecção, que acomete, sobretudo, animais com menos tempo de vida. Ele pode prejudicar o sistema nervoso, o sistema gástrico e pode levar a morte, subitamente. É causado pela Clostridium perfringens.

-Dermatomicose: É uma espécie de dermatite, no qual fungos invadem a pele e também os pêlos do animal. A ação do fungo na superfície do animal causa a descamação da pele. Mas, sua infecção depende de várias características, já que um bovino bem cuidado e com a vacinação em dia raramente será infectado.

-Dermatofilose: É um tipo de infecção que também acomete a pele do animal. Causada pela Dermatophilus congolensis, a pele pode necrosar além de formar escaras.

-Timpanismo: É uma doença do metabolismo que consiste na dificuldade do animal em expelir gases resultantes da ação do intestino. Isso pode acarretar sérios danos à saúde respiratória do animal, podendo levá-lo até a morte.

-Acidose Lática: Também é uma doença interligada com o metabolismo. Ela surge quando grãos, que possuem alto teor de fermentação são ingeridos em grandes quantidades.  Este pode causar vários transtornos ao animal, como depressão, falta da vontade de comer e até a morte.

-Laminite: É uma inflamação que ocorre em áreas sensíveis do casco. Se não tratada a tempo, as deficiências causadas por tal inflamação podem se tornar irreversíveis.

-Intoxicação por uréia: É uma intoxicação, na qual o animal passa a consumir a uréia dele e de outros animais. Pode ter vários danos, como colapso, perda da consciência motora, além de levar o bovino à morte.

Raças De Bovinos

O Brasil possui o maior número de bovinos do planeta. Para você ter idéia, o número de bovinos é superior ao número de pessoas que habitam o Brasil. Isso mesmo! O Brasil possui cerca de 200 milhões de bovinos. E não é à toa que o Brasil leva a sua carne bovina para mais de 140 países do globo. As raças mais presentes no território brasileiro são as seguintes: Brahman, Guzerá, Nelore, Tabapuã, Red Angus, Simental, Limousin, Santa Gertudris, Caracu, Gir, Holandês, E Jersey.

Vamos Citar, Agora, Outras Raças e Suas Características.

Aberdeen Angus- Originário do noroeste da Escócia, foi registrada pela primeira vez em 1835. É caracterizado como de grade porte. As fêmeas dessa raça pesam de 600 até 700 kg. Já os machos podem atingir até uma tonelada. A fêmea só irá gerar um bezerro quando completar 2 anos de idade.

Belgian Blue– Originário da Bélgica, sendo, por isso, quase toda a leva de bovinos do país de origem, é uma raça jovial na América.A espécie pode fornecer carne e leite. Os machos atingem quase meia tonelada, e as fêmeas, cerca de 400 quilos.

Blonde D’Aquitaine– Originário do Monte Pirineus, vive em pastagens escassas e em locais rochosos. Por ser originário dessa área, ele é adaptado para sobreviver tanto no frio quanto no calor.

Braford– Originário do Brasil, é mista das seguintes raças: Brahman (vaca) e Hereford (touro). Está presente na maioria do território brasileiro, desde que foi registrada oficialmente como uma nova raça, em meados do ano de 1993.

Brahman- Originário da Índia, é uma raça que, para fins lucrativos. Foi mesclada com outras raças pelos EUA. Majoritariamente usado somente para a extração de carne, os machos podem chegar a pesar até uma tonelada. Já as fêmeas, não passam de 650 quilos. Os bezerros pesam ‘’apenas’’ 40 quilos.

Bravon- Originário do Brasil, é uma raça artificial, baseando-se na raça Devon, usando as suas características e as do Nelore. Em uma só, essa raça une o que há de melhor de ambas. Quem ganha com isso são os seus cultivadores, em vários locais do Brasil, como Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, entre outros.

Hereford – Originário da Inglaterra, teve sua genética modificada nos EUA para intensificar a produção de carne. É uma raça adaptada a climas mais amenos. O peso das fêmeas pode chegar a 550 quilos, e os machos podem chegar a pesar quase 900 quilos.

Essas são algumas das raças de bovinos existentes.

 

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Raças

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *