Curiosidades Sobre Roedores

Roedores são animais de porte pequeno que podem viver na zona urbana ou na rural. São sempre mamíferos caracterizados por seus crânios pequenos e desenvolvidos em relação ao corpo. Possuem um longo rabo fino, pelugem rala e grossa, dentes grandes e principalmente seus incisivos afiados que eles usam tanto para defesa como alimentação. Os roedores usam seus grandes frontais que são vistos ao longo do corpo e até de longe para roer madeira, quebrar nozes e atacar predadores.

Alguns roedores são bem conhecidos do homem urbano como os ratos, esquilos, hamsters , porcos-espinhos, camundongo e castores. Tais animais podem ser encontrados em todos os continentes do mundo, menos na Antártida por seu clima extremamente frio. Para o ecossistema animal mundial, representam uma grande fatia de espécimes: 2.277 espécies diferentes, representando 40% dos mamíferos que vivem na terra, um número maior até que grandes felinos como tigres e leões.

O tamanho dos roedores varia bastante. Temos já registrado pela medicina veterinária o pequeno rato Africano pigmeu medindo entre 3 e 8 cm de comprimento sem o rabo e pesando até 12 gramas. Temos a capivara que é o maior roedor vivo que pode crescer até chegar aos 130 centímetros e pesar até 65 kg. Há milhões de anos atrás, os roedores não eram muito grandes mas seu crescimento é fruto de uma evolução para preservar a espécie. Uma forma de defesa dos outros animais e misturas de raças.

Curiosidades Sobre Os Roedores

O rato come pouco e descarta o resto – Este possui o maior número um de pragas entre os roedores em todas as partes do mundo, tanto urbanas como rurais, porque deixa seus restos para trás e pode infectar outros animais e humanos que não observarem que estão comendo restos de ratos. Um único rato come cerca de 3 gramas de alimento por dia e como descarta o resto, a quantidade de alimentos contaminados em casa é cerca de dez vezes maior que o que ele come de fato. Ficam em farelos, por isso é difícil de serem vistos.

Ratos bebem pouca água – Os ratos podem conviver com pouca ou nenhuma água por dias. O pouco de água que bebem pode durar dias em seu organismo para ser diluído e por isso, eles vivem bem em esgotos e ambientes inóspitos sem que sejam notados.

Depois que se formam ninhos, os ratos começam a morar de fato – Um rato raramente viaja mais de 20 metros do ninho para obter comida e água. Isso quer dizer que se você costuma ver ratos por sua casa, saiba que seu ninho é lá ou muito próximo, talvez na casa do vizinho.

Ratos são noturnos – Os ratos domésticos são principalmente noturnos, embora a atividade durante o dia possa ser vista. A noite eles costumam construir seus ninhos que podem medir até 10 metros de diâmetro. Na maior parte das vezes, os ratos que são vistos de dia estão saindo em busca de alimento, o que não é incomum e uma forma de competição conhecida.

Ratos se reproduzem rápido – Ratos são sexualmente maduros já com seis semanas de vida e por isso podem se tornar uma praga, já que podem procriar mães e irmãos sem qualquer problema. Em perfeitas condições, um ninho de ratos pode criar 2.500 ratos em seis meses.

Muitos donos de ratos já se espantaram que ao voltar na gaiola após uma semana, tinham muitos ratinhos e depois de dois meses tinham mais ratinhos novos. O fato do animal em questão ser totalmente instintivo faz com que parentes cruzem e tornem a superpopulação mais rápida.

O interessante é que mesmo não sendo animais carnívoros eles vão lutar pela sobrevivência e se necessário, vão matar seus próprios irmãos. Na falta de comida e se houver um aumento da população local de ratos, eles vão alimentar-se dos outros para diminuir a população e assim, manter a alimentação sobre controle.

Ratos causaram a pior epidemia do mundo – Antes de serem criados venenos e armadilhas, milhões de pessoas morreram na Europa com a Peste Negra. Esta terrível doença é transmitida pelas pulgas dos ratos. O motivo de tantas mortes é que as pessoas nem sabiam o que estava acontecendo e não conheciam tão bem os ratos. Hoje a doença está quase sobre controle mas, mesmo em países que possuem controle sobre os ratos, ainda temos casos de peste negra no mundo.

Ratos não possuem veneno, são suas fezes que matam – O que torna o rato um animal digno de nojo dos humanos é que sua alimentação é feito de restos, lixo e suas fezes são cheias de bactérias. Sua mordida não seria venenosa se ele se alimentasse apenas de ração, mas não é o caso dos gatos de rua e esgotos que comem alimentos diversos infectados e acabam passando a doença para o homem. No geral, não há problema de levar uma mordida do seu ramster, já que ele é um animal sadio e na maior parte dos casos, a mordida é sinal de brincadeira.

Capivaras podem ser bons animais de estimação – Embora eles não sejam sempre legais para manter em casa porque roem bastante os móveis, as capivaras são animais dóceis. Estes roedores são amigáveis e respondem bem ao contato humano.

Capivaras adoram um mergulho de piscina – Quer ter uma capivara feliz em casa? Compre uma piscina de plástico meso. Estes animais adoram um mergulho ensolarado na água. Capivara são animais semi aquáticos e preferem ter onde mergulhar quantas vezes puder. Eles podem permanecer submersos por até cinco minutos e ainda podem dormir na água, enquanto os seus narizes ficar exposto ao ar.

Esquilos guardam alimento para as estações frias – Esquilos são bastante eficientes em encontrar nozes e como se escondem nos períodos de frio, costumam guardar alimentos para todo o inverno em seus ninhos. O irônico é que mesmo criados em gaiolas, alguns já foram encontrados enterrando castanhas em suas moradias.

A capivara é o maior roedor do mundo – A capivara é o maior roedor do mundo. Algumas espécies de capivaras já foram encontradas pesando 50 quilos como a capivara selvagem, encontrada em muitos países sul-americanos. Como ela engorda tanto, é um mistério já que esta se alimenta essencialmente de grama e frutas.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Roedores

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *