Thyoptera Tricolor

Morcego

Espécie de pequeno morcego, a thyroptera tricolor pertence a família Thyropteridae e é encontrada em regiões de grande umidade e clima temperado, como na região amazônica brasileira, mas também vive em grande escala em outras países como Panamá, Costa Rica, Nicarágua e Honduras. Como curiosidade a respeito dessa espécie há uma diferenciação quanto aos demais tipos de morcego, as thyropteras não dormem de cabeça para baixo como de costume. Assim graças a uma membrana presente em suas patas o pequeno morceguinho consegue se equilibrar e se fixar na superfície escolhida.

Espécie

Chegam a medir cerca de 4 cm de comprimento apenas, vivendo sempre em bandos pelas florestas neotropicais. O principal local e o favorito pelas thyropteras são as folhas das bananeiras que sustentam com tranqüilidade seu leve peso. Assim como a maior parte dos morcegos essa espécie também possui hábitos noturnos, alimentando-se essencialmente de pequenos frutos encontrados nas matas e também pequeninos insetos que encontra com facilidade nos galhos das árvores.

Morcego

Lar, Doce Lar

Tanto as thyroperas quanto os outros tipos de morcegos delimitam com imensa memória o lugar onde está seus filhotes ou mesmo a caverna onde serve como seu habitat natural. É impressionante como gravam o mesmo local e permanecem ali até os últimos dias de sua vida, protegendo-se também de predadores e com sua agilidade voando por entre a escuridão das cavernas e esconderijos.

Mesmo dentro das cavernas escuras e outras famílias ali presentes, a mãe genitora é tão apegada à cria que consegue em meio a todo barulho identificar qual é o grito de seu filhote com extrema facilidade. O sistema biossonar, ou seja, os sons emitidos pelo animal permitem que o mesmo desvie de obstáculos presentes nas cavernas, como grandes rochas e paredes mais estreitas, fazendo também sua comunicação com os demais morcegos e animais que ali habitam.

Thyoptera Tricolor

Características Gerais

Todos os tipos de morcegos possuem partes importantes em sua classificação biológica. Assim as thyropteras admitem no conjunto de seu pequeno corpo quatro dedos localizados no interior de suas asas e também um polegar. Em seguida tem-se nas membranas alares, ou seja, na abertura das asas o membro posterior e o ante braço que movimentam todo o impulso e força para o vôo. Com as últimas pesquisas realizadas com esse tipo de espécie constatou-se que eles fazem um ótimo equilíbrio para a cadeia alimentar e suas fezes são consideradas ótimo adubo para Além de serem formadores das florestas, com suas próprias contribuições e caçadores de insetos, o que contribui de fato para uma diminuição dos mesmos no ecossistema local. Há índices de que esse animal poderá ajudar o ser humano com o controle de pragas nas plantações futuras, fazendo com que passe a viver em habitat diferentes como o campo e as montanhas.

Por: Patrícia Contiero

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Pequenos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *