Tatu de Rabo Mole Comum

É triste saber que pequenos e indefesos animais da fauna brasileira estão em risco de extinção, e a culpa é nossa, somos uma sociedade que não cuida do meio ambiente, que desmata, causa incêndios florestais, tirando a vida de pequeninos seres, que estão no nosso mundo para acrescentar.

O pequenino Tatu de Rabo Mole comum é um desses animais que estão na extensa lista de risco a extinção, até mesmo por que, muitos seres humanos insistem em caçá-lo para saborear sua carne e usar a carapaça como um simples item de decoração.

No Mundo Científico

Pelos cientistas ele é catalogado como Cabassous unicinctus, um mamífero pertencente da família dos Dasypodidae, e por não possuírem grandes dentes molares, são considerados na Ordem Edentata (sem dentes).

Onde São Encontrados

No Brasil, são encontrados em diversos lugares como, Minas Gerais, Goiás e inclusive no Pantanal. Vário dessa espécie podem ser encontrados na Venezuela, Guianas
Se adaptam a diversos ambientes, como cerradão, cerrado, caatinga e até mesmo na Mata Atlântica, região densa com floresta.

Características Físicas e Alimentares

Assim como o Tatu de Rabo Mole Grande, seu nome advém da falta de escudos para cobrir-lhe a cauda, por isso é chamado de rabo-mole. Os adultos dessa espécie medem cerca de 40 centímetros e chegam a pesar 4 kg.

Utilizam sua toca principalmente para controlar sua temperatura interna, já que, assim como todo animal da ordem Xenarthra possui problema para controlar sua temperatura.

Escudo

A carapaça é formada por até 13 cintas que se movem conforme a necessidade do animal. Sua coloração é marrom escuro com as bordas amareladas. A couraça é muito resistente, e o protege de ataque de outros animais, quando se sente ameaçado, tatu se fecha em sua armadura, só abrindo novamente quando pressentir que está seguro

Faz sua própria toca embaixo da terra, sai geralmente durante o dia para se alimentar, e se houver algum risco ou incêndio, correm para sua “casa” e lá se mantém a salvos, livre dos predadores e do calor do fogo.

Toca

Às vezes rouba tocas de outros tatus para utilizá-las como seu abrigo provisório.

Alimenta-se basicamente de insetos, e muitas vezes ingerem alguns vegetais e pequenos vertebrados para completar a alimentação.
Sua patas da frente possuem 5 garras, que os ajuda a cavar e destruir colônias de formigas e cupins para sua alimentação.

Curiosidades

Por serem insetívoros, podem se alimentar de mais de 10.000 insetos em apenas um dia. A falta desses animais no meio ambiente causa uma enorme falha no ecossistema, pois ele controla e diminui naturalmente o aumento de insetos invertebrados em qualquer região.

Insetos

Toda espécie de Tatu, é capaz de contrair a lepra (doença que afeta os tatus e os humanos, datada desde 1350 a. C), esse pequeno animal é essencial na medicina para o combate desta doença.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Pequenos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *