Pecari Maximus

Espécie quase rara em todo o planeta, o pecari maximus pertence à família dos artiodáctilos ou mesmo Tayassuidae. Esses animais descobertos recentemente pelo primatólogo neerlandês Marc van Roosmalen em território nacional provavlemente formam uma nova espécie que habitam aréas da região amazônica, principalemente entres os rios Madeira e Tapajós, no sul, em florestas e matas de terra firme.

Ao contrário de espécies parecidas, o pecari maximus sempre vive em bandos, ou mesmo pares, com a extrema proteção de defender sua família de qualquer perigo que possa lhe ocorrer, com líderes e destaques. Com a aparência de um porco selvagem maior, o pecari já era antes conhecido por comunidades indígenas presentes na Amâzonia central, contudo foram ainda necessárias pesquisas e constatações para o registro de uma nova espécie brasileira.

A descoberta

Pecari Maximus

Pecari Maximus

O registro do pecari maximus na família dos porcos selvagens só ocorreu de fato em 2007, quando o pesquisador responsável Marc van deddicou-se a difundir e relatar os conceitos e descobertas a cerca do animal. Foram necessários longos anos de relato, estudo e análises genéticas desvendas em laboratórios na Holanda.

Um dos passos fundamentais foi a coleta de ossos e restos mortais de pecari, que eram deixados por muitos caçodores e moradores locais, o que diagnosticou de fato sua presença em região brasileira. Também houve investigação e visitas constantes aos locais, para detectar pistar e informações sobre o modo de vida, o tipo de predador, a reprodução, entre outros fatores característicos do animal.

Categória e espécies

Tipos

Tipos

O pecari maximus ou porco sevagem gigante como ficou conhecido no Brasil insere-se na categoria e tipos de mamíferos gigantes. Chegando a medir até 2 metros de altura o mais novo animal da amazânica fez com que sua repercusão fosse mundial perante uma nova raridade entre espécies.

Com o apoio de laboratórios e da ecologia holandesa, admite o pesquisador ser muito mais fácil e isntigante estar pronto para novas descoberta, de espécies raras em continenentes totalmente diferentes, em seu modo de vida e cuidado com a natureza. Já que em sua esatdia no Brasil se encantou com o cuidado indígena com a fauna e flora, mesmo em caçadas e necessidade de sobrevivência.

O ciêntista – o descobridor de Picari Maxiums

Espécies

Espécies

Marc van Roosmalen, é um holandês também naturalizado brasileiro, já que grande parte de sua vida passou em território brasileiro, com pesquisas e publicaçãoes de artigos elvovendo a ecologia e fauna. Responsável também pela descoberta de outras espécies raras como macacos e animais de caratér e genética ainda não identificados, Marc sempre está disposto a novos desafios e experiências no mundo animal, apesar de já ter passado por prisões e escandalos ainda polêmicos em seu currículo.

Apaixonado por seu trabalho e animais, o pesquisador afirma ser inocente em todas as acusações, pois a paixão por descobertas e novas espécies o incita cada vez mais a novos horizontes e maior valorização da natureza, principalemnte na fauna, na qual afirma ser a perfeição do mundo, onde os humanos não prestam atenção aos pequenos e mais delicados detalhes.

Por: Patrícia Contiero

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Grandes

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *