Curiosidades Sobre o Bicho-Preguiça

O Bicho Preguiça, também chamado apenas de preguiça, é um animal da classe dos mamiferos pertencente à familia Xenarthra (sem dentes), que vivem nas Américas, principalmente nas arvores do Brasil.

Os bichos preguiça são animais solitários e cada um tem seu território próprio definido, onde permanece a maior parte da sua vida. Cada animal costuma ter naquela área que definiu como seu território uma árvore preferida, na qual passa a maior parte do tempo.

O bicho preguiça é um animal bem comum no Brasil. Atualmente são conhecidas seis espécies de bichos preguiça, das quais cinco são encontradas em nosso país.

Onde Encontrar o Bicho Preguiça

O Bicho Preguiça é um animal natural da Mata Atlântica Brasileira e da Amazônia, e pode ser encontrado também em outros países da América do Sul e da América Central.

Mesmo não sendo considerado um animal em extinção, já não se encontra o bicho preguiça em diversas locais onde a sua presença era comum – como, por exemplo, no Nordeste brasileiro.

Características e Curiosidades Do Bicho Preguiça

O Bicho Preguiça tem a aparencia de um macaco, sendo bastante peludo também, e estao sempre pendurado nas arvores. Porém ele não possui a mesma agilidade de um macaco, ficando muitas vezes parado nas arvores. As preguiças são considerados animais desengonçados e lentos. Essa falta de agilidade está relacionada com o metabolismo lento dos Bichos Preguiça, por isso eles são considerados lentos perante a outros animais. Tanto que devido a essa lentidão, o bicho preguiça tem uma movimentação diaria de cerca de 38 metros.

O rosto do Bicho Preguiça é pequeno e aparenta estar sorrindo. Seu corpo é coberto de pelos grossos, aliado ao calor brasileiro facilitam a sudorese desses animais, e no caso deles se deslocarem muito eles suam consideravelmente, o que ajuda a eles a serem preguiçosos. Devido a isso, os bichos preguiça passam cerca de 14 horas dormindo durante um dia. O Bicho preguiça é um animal que vive em média 50 anos.

Os Bichos Preguiça são animais com hábitos noturnos, eles saem a noite para se alimentar, e a sua alimentação se baseia nos brotos, folhas, frutos e raízes de algumas árvores como a figueira, a embaúba (árvore da preguiça) e a ingazeira. Para se alimentar, a Preguiça utiliza-se de uma espécie de “dentes” em forma de uma pequena serra. Por serem Herbívoros, a preguiça tem hábitos alimentares restritos, o que torna difícil a sua criação e manutenção em um cativeiro. Pois, o orvalho que está presente nas folhas que a preguiça come é a única água que elas bebem. E toda a água de que precisam é obtida através do processo de digestão do alimento que elas mesmas consomem.

O Bicho Preguiça é um animal de médio porte e pesa em torno de 06 Quilos. Ele tem membros compridos em relação ao seu corpo que é curto, e sua cauda é curta e grossa, a cor do seu pelo normalmente é cinza com traços brancos ou marrom avermelhado. Quando olhamos de longe a sua cor parece esverdeada, e isso acontece devido ao desenvolvimento de algas verdes ecianoficeas nos seus pelos.

Os pelos crescem em sentido contrário ao dos demais mamíferos, facilitando que a água da chuva escorra quando estes animais estão pendurados nas árvores. Os Bichos Preguiça são animais considerados homeotermicos imperfeitos, pois a temperatura do seu corpo está sempre proxima da temperatura do ambiente em que vivem.

O Bicho Preguiça passa o tempo todo pendurado em árvores e só desce ao chão uma vez por semana para fazer suas necessidades fisiológicas. Ela prefere habitar as árvores mais altas e com copas volumosas, cheia de cipós para poderem se pendurar e se camuflar.

A Preguiça tem hábito arborícola, e com as suas garras grandes e fortes, ela escala as árvores. Porém, seus movimentos são lentos, e a coloração escura de seus pelos ajudam a se camuflarem. A preguiça fica agarrada na arvore com as quatro patas e com as costas voltadas para o chão. Apesar da aparência ameaçadora, as garras não são utilizadas como instrumento de defesa.

A preguiça tem alguns hábitos solitários, e ela vive em pequenos grupos. Até para namorar, a preguiça prefere a copa das arvores e a preguiça fêmea só encontra o macho para acasalar. O Bicho Preguiça tem apenas uma gestação por ano e é gerado apenas um filhote por gestação. A gestação da preguiça, dura em torno de 120 a 180 dias, e o filhote nasce pesando em torno de 320 gramas e mede de 20 a 25 cm. A preguiça (mãe) amamenta o filhote durante 01 mês, e depois carrega o seu filho nas costas por um período de nove meses, nesse período o filhote se prepara para se locomover, se alimentar e enfrentar as matas e andar sozinho, para depois se desligar da mãe.

Uma das curiosidades das preguiças, é que elas conseguem observar todos os ângulos ao seu redor. Isso acontece, pois elas conseguem girar a cabeça cerca de 270º sem mexer o corpo. E ela se orienta pelo seu olfato, pois os sentidos como visão e audição acabam sendo deficientes e deixando a desejar.

Outra Curiosidade, que até causa surpresa, é que estes animais são exímios nadadores e, de certa forma, são muito velozes quando estão na água.

As preguiças de três-dedos, que são mais dóceis que as demais espécies, são comumente procuradas para serem criadas como animais de estimação e são vendidas ilegalmente em feiras livres e na beira de estradas.

Os Predadores Do Bicho Preguiça

No momento atual, o próprio ser humano é o principal predador do Bicho Preguiça, pois os predadores naturais (exemplos: aves de rapina, o gavião real, algumas serpentes e grandes felinos como as onças), estão em fase de extinção.

O meio de defesa utilizado pelas preguiças é apenas a sua grande capacidade de ficar bem disfarçada (camuflagem) no meio da folhagem.

Outra situação que preocupa, é o fato das florestas tropicais nas quais as preguiças tem seu habitat natural e vivem estão diminuindo a cada dia. Essa fragmentação e diminuição das florestas, vai tornando a preguiça vulnerável e presa fácil para os caçadores por exemplo.

Entre as espécies de bicho preguiça ameaçadas estão o bicho preguiça comum e o de coleira, que são encontrados no Sul da Bahia. O desmatamento é a principal causa do desaparecimento dessas duas espécies, que passam quase todo o tempo de seus 50 anos de vida em cima das árvores, onde se alimentam de 22 espécies de vegetação da Mata Atlântica e dormem cerca de 14 horas diárias.

Os Bicho Preguiça estão sendo vítimas das queimadas, pois as preguiças costumam fugir para áreas próximas às cidades, e acabam se tornando uma presa fácil para caçadores.

Segundo a União Internacional para Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN), uma outras espécie de preguiça a Bradypus torquatus está em perigo e outra a Bradypus pygmaeus está ameaçada de forma critica.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Mamíferos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *