Cabrito-Montês: Informações Sobre o Mamífero

O Cabrito-Montês ou Cabra Montês é um animal mamífero pertencente a família dos Bovídeos (Bovidae – família de animais mamíferos ruminantes, a qual pertencem animais como: bois, ovelhas, cabras, etc.). como o próprio nome diz, o Cabrito Montês é um caprino que vive em estado selvagem no continente europeu..

O Cabrito-Montês é chamado popularmente de Cabra Selvagem, e ele é um animal pertencente a espécie Capra Pyrenaica.

Cabrito-Montês: Informações Sobre o Mamífero

Cabrito-Montês: Informações Sobre o Mamífero

O Cabrito Montês é uma cabra pertencente a família dos bovídeos que atualmente vive nas regiões montanhosas da Espanha e ao Norte de Portugal (Parque Peneda Gerês e na Serra Amarela).

Antigamente, o Cabrito Montês era encontrado em países como França e Andorra, no entanto, o animal passou por um processo que quase o levou à extinção, mas graças a ação de pessoas e grupos que tem o desejo e objetivo de preservar a espécie, ele conseguiu ser reintroduzido em Portugal em regiões montanhosas.

O Cabrito Montês é um animal que se caracteriza por viver em bosques, em extensões herbáceas e em regiões montanhosas que variam dos 500 metros aos 2.500 metros de altitude.

Imagem de Amostra do You Tube

Características Do Cabrito-Montês

O Cabrito Montês é uma espécie que apresenta acentuado dimorfismo sexual (animais do sexo masculino e feminino com características físicas não sexuais que são capazes de diferenciar os animais machos das fêmeas).

As fêmeas possuem cerca de 1,20 metros de comprimento e 60 centímetros de altura, pesando em torno de 45 quilos, elas possuem chifres curtos e lembram uma cabra domestica.

Os machos medem cerca de 1,50 metros de comprimento e 77 centimetros de altura, pesando em torno de 110 quilos, eles possuem chifres grossos e que chegam a ser 3 vezes maior que o das fêmeas. Além disso, os machos apresentam um focinha alargado e a típica barba de coloração escura embaixo da mandíbula.

A pelagem varia conforme a subespécie e o período do ano, ficando maior e acinzentada no período do inverno.

Características Do Cabrito-Montês

Características Do Cabrito-Montês

Os Hábitos Do Cabrito Montês

O Cabrito Montês é um animal que se mantem em atividade tanto diurnamente como noturnamente, no entanto os momentos em que o Cabrito Montês possui maior atividade são pela manhã e no final da tarde.

Na época em que ocorre o inverno, o Cabrito Montês se mantém ativo nos momento em que fazem mais calor, que são nas horas centrais do dia.

O Cabrito Montês tem como uma de suas características o fato de serem animais sociáveis, e mudam com frequência de manadas. As manadas de Cabrito Montês são constituídas de machos adultos, fêmeas junto de seus filhotes, e Cabrito Montês adolescentes de ambos os sexos (apenas durante o verão.).

Durante a época do cio (que ocorre nos meses de novembro e dezembro), os machos e fêmeas se juntam para acasalar. Nessa época ocorrem intensas lutas entre os Cabritos Montês machos para terem o direito ao acasalamento.

Imagem de Amostra do You Tube

A Alimentação Do Cabrito-Montês

O Cabrito-Montês é um animal que se alimenta basicamente das pastagens naturais e artificiais encontradas nos montes em que eles habitam na Europa.

A sua dieta é de predominância herbácea (plantas de caule macio, que não possuem o caule lenhoso). No inverno a alimentação dos Cabrito Montês é feita através de plantas arbustivas, mas caso exista a necessidade, o Cabrito Montês escava a neve para chegar a alimentação herbácea e possa se alimentar.

A Reprodução Do Cabrito-Montês

O Direito ao ato do acasalamento do Cabrito Montês é definido por uma luta entre os machos, que se enfrentam dando pancadas com a cabeça (Marrada), através do confronto dos chifres que eles possuem.

Outro fator importante no processo de seleção sexual existente entre os Cabritos Montês é a massa dos testículos do animal macho. No período do cio, essa massa fica maior, principalmente nos animais que se encontram em uma idade, onde optam por uma estratégia reprodutiva de perseguir a fêmea.

A época do acasalamento ocorre entre dezembro e janeiro, e o ciclo gestacional do Cabrito Montês dura 05 (cinco) meses. Geralmente, cada gestação gera apenas um filhote de Cabrito Montês, sendo bastante raros os casos de mais de um filhote.

A Cabra Montês filhote fica apenas alguns dias de repouso após o nascimento, pois em pouco tempo os filhotes já tem a capacidade de locomoção, e assim seguem a Cabra Montês genitora, inclusive pelos caminhos mais complicados, conseguindo ficar sobre as rochas das montanhas onde vivem.

Nesses momentos iniciais, os filhotes seguem as suas genitoras pelo fato de ficarem sendo amamentadas até o período do outono. Depois, a Cabra Montês filhote segue seu rumo de acordo com o seu sexo: no caso de ser uma fêmea, ela se junta a manada das progenitoras e caso seja um filhote macho, se junta a pequenas manadas que vivem de forma independente.

Foi observado que a população de Cabrito Montês existente em Portugal é pertencente a animais que ultrapassaram a fronteira vindos da Espanha, e que se adaptaram as condições encontradas na Serra Amarela e na Serra do Gerês. No entanto, o aumento do numero de Cabritos Montês na região, concedem a segurança de que os animais reintroduzidos nesses espaços estão se reproduzindo de forma natural.

Conservação Do Cabrito-Montês

O Cabrito Montês pode ser considerada como uma espécie de animal em extinção, pois o mesmo desapareceu de inúmeros habitats naturais, sendo necessário um processo de reintrodução da espécie nos montes portugueses.

O Cabrito Montês possui como predadores naturais os seguintes animais: águias, lobos e ursos. Outro predador do Cabrito Montês é o próprio ser humano, pois a sua caça acontece desde a pré-história até os dias atuais.

Atualmente, o Cabrito Montês se tornou uma espécie endêmica (peculiar a região da península ibérica – Portugal e Espanha) e por isso se tornou uma espécie animal valorizada pelos caçadores.

Segundo os estudiosos, é estimada a existência de uma população de Cabrito Montês de cerca de 50.000 animais que vivem nos seguintes locais: Serra Nevada, Gredos, las Batuecas, Els Ports, Muela de Cortes, Serrania de Cienca, Alcaraz, Serra Madrona, Serra de Carzola, Los Filabres, Serra das Neves e Montes de Cádiz.

Em muitas dessas localidades, a caça está proibida e em outros existe um plano de reintrodução da espécie para que a mesma não entre em extinção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>