Grilo (Ordem Orthoptera)

O grilo é um animal pertencente a classe de animais denominada Insecta, que abriga todos os insetos existentes no mundo.

Os grilos pertencem à ordem de animais Orthoptera, e se caracterizam por apresentarem longas antenas e as suas costas serem lisas com coberturas duras sobre as suas asas. Os grilos são considerados uma espécie de “parente” do gafanhoto, que é outro animal pertencente a ordem dos animais Orthoptera.

Os grilos se movimentam através de saltos e através de pequenas corridas. Os grilos machos possuem uma grande diferença para com as fêmeas que é a existência de uma área dura sobre a cobertura das asas, que fazem uma espécie de canção ou chilreio (espécie de som agudo), quando essas áreas acabam roçando uma contra outra (processo de fricção). As fêmeas não com seguem fazer esse tipo de som.

O som emitido pelos grilos é denominado de estridulação, e cada espécie emite um som diferente que varia de acordo com a necessidade.

Os grilos possuem aproximadamente 2,50 centímetros de comprimento, com as suas antenas apresentando o mesmo tamanho. A coloração dos grilos é preta, verde, branco ou marrom com bastante brilho.

Os grilos geralmente se alimentam durante o período noturno, e a sua alimentação é baseada em plantas, outras espécies de insetos, fungos e alguns tipos de alimentos dos homens (principalmente os restos). Contudo, a base da alimentação dos grilos são as plantas.

Em algumas localidades os grilos são tidos como um sinal de boa sorte, e em algumas localidades da Ásia eles são criados como animais de estimação.

A Ordem Orthoptera

A ordem de animais Orthoptera é composta por insetos que possuem asas superiores, como por exemplo: grilos, esperanças, paquinhas, gafanhotos e taquarinhas.

Os insetos que compõem esta família são aqueles que apresentam um terceiro par de pernas, que auxiliam esses animais a realizarem saltos.

Com relação a cabeça das espécies de animais que compõem essa ordem, varia de acordo com a forma de cada espécie. A maioria das espécies possui a sua cabeça bastante prolongada se comparada ao corpo, e ficando localizada entre os olhos.

As antenas que esses animais possuem são do tipo filiformes, isto é, apresentam estrutura de fio. Os olhos e a sua visão, de uma forma geral, são muito bem desenvolvidos.

A ordem de animais Orthoptera é um grupo de insetos polifagos, isto é, possuem o habito de possuírem variadas fontes de alimentação (grande variedade de plantas e animais de pequeno porte). 

Esses animais normalmente possuem hábitos noturnos e vivem sobre a superfície do solo. Durante o período diurno, os animais da ordem Orthoptera, procuram se esconder nas galerias subterrâneas e nos detritos existentes.

A reprodução dos animais que compõem a ordem Orthoptera de uma forma geral é caracterizada por ser sexuada e grande parte de suas espécies são ovíparas (embrião se desenvolve dentro de um ovo).

No entanto, existem espécies partenogenéticas, que geram filhotes sem que exista fecundação do ovulo. Esses filhotes seriam espécies de clones dos animais pais.

Algumas espécies de animais Ortópteros se tornam pragas para vegetais, do tipo: gramínea, hortaliças, cafeeiro, eucalipto, entre outras culturas vegetais.

As Características Dos Grilos

Os grilos são os insetos que constituem a família Gryllidae ou os Grilídeos, que se destacam por apresentarem antenas, patas desenvolvidas para saltos e potentes órgãos auditivos, que servem para distinguir o som estridente emitido pelos grilos machos.

Os grilos são animais que possuem a cabeça grande, os olhos são compostos, com antenas longas e aparelho bucal mastigadora. Existem espécies de grilos que possuem asas e pernas traseiras reforçadas que estão adaptados para que esses animais consigam saltar (todas as espécies de grilos conseguem realizar saltos).

Na atualidade existe em torno de 900 espécies de grilos identificadas em todo o mundo.

Através da estridulação é que os grilos conseguem comunicar entre eles próprios, identificar os outros animais da sua espécie e atrair as fêmeas para que aconteça o processo de reprodução desses animais.

Os grilos são muito confundidos com os gafanhotos, contudo a sua aparência corporal  (anatomia) é mais próxima do escorpião.

Os grilos são animais que apresentam dimorfismo sexual, onde as femeas possuem um tamanho maior que os machos. 

A Reprodução Dos Grilos

A multiplicação dos grilos é fácil e intensa e eles chegam a se proliferar tanto, pois geram um grande numero de filhos (cada fêmea consegue pôr em torno de 100 durante o período de reprodução) que chegam a se tornar animais que incomodam.

O grilo se caracteriza por ser um inseto ovíparo que apresenta processo de metamorfose incompleta, pois não possui a fase de pupa.

Os ovos dos grilos lavam em torno de 15 a 20 dias para eclodirem, e apresentam um tamanho de 2,00 mm, sendo levemente translúcidos.

Geralmente as fêmeas colocam os ovos no período do outono e os grilos filhos irão nascer na próxima primavera.

A maturidade sexual dos grilos pode ser notada quando os insetos machos começarem a cantar. 

Algumas Curiosidades Sobre Os Grilos

Os Grilos São Insetos Que Trazem Com Eles Uma Série De Curiosidades, Como Por Exemplo:

  1. A cultura chinesa tem como um de seus hobbies a criação de grilos, que os criavam em gaiolas que eram fabricadas com bambu ou madeira comum. Essa forma de criação desses insetos, lembra a maneira ocidental de criação dos pássaros, pois os chineses fazem de forma que possam alegrar o ambiente com o canto e musica dos grilos;
  2. Em muitas culturas, as pessoas se alimentam de grilos. O ato e a prática de se alimentar de insetos é chamado de Entomofagia. Os insetos possuem alto valor nutritivo, um baixo teor de gordura, além de serem baratos. Os grilos são ricos em cálcio, ajudando assim no desenvolvimento dos ossos;
  3. Em muitos países (principalmente China e Japão), existem os criadouros especializados em grilos, que tem o intuito de criar o grilo em cativeiro para serem negociados junto ao restaurantes especializados nesse tipo de alimento e nas lojas de pescaria, onde os mesmos são vendidos como tipo de isca;
  4. Em algumas culturas, os Grilos são tidos como animais sinônimos da boa sorte. Na China, por exemplo, quando um grilo pousa em uma pessoa, significa que ela terá muita sorte;
  5. Os grilos se caracterizam por animais muito limpos e asseados, e acabam sendo fácil de criar esses animais.  No entanto, algumas situações precisam ser levadas em conta para se realizar uma criação de grilos: são animais barulhentos (procure diminuir o numero de machos – 01 macho a cada 03 fêmeas); eles precisam de muita atenção; verificar diariamente se a criação tem água corrida e principalmente limpa; os grilos apresentam um odor característico e peculiar deles;
  6. Existem espécies de grilos, onde os machos possuem testículos muito grandes com relação ao seu corpo, chegando a ser algo em torno de 14% da massa corpórea do animal;

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Insetos e Aranhas

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *