Pit Bulls São Sempre Violentos?

Os cachorros da raça Pit Bulls são vistos como perigosos, geralmente as pessoas tem medo desses cães. Talvez você já tenha visto alguém passeando com um Pit Bull e pensou que o cão não deveria ser levado a rua pelo risco que oferecia as pessoas. Mas, afinal será que os Pit Bulls são sempre violentos?

Prepara-se para conhecer um pouco mais sobre essa raça de cão e entender se o comportamento agressivo é da natureza do animal ou pode ser evitado com o treinamento correto.

A Raça Pit Bull

O termo Pit Bull é genérico para um conjunto de raças de cães que inclui o American Staffordshire Terrier, o American Pit Bull Terrier e o Staffordshire Bull Terrier, além dos cruzamentos entre essas raças. É importante ressaltar que algumas outras raças de cães também são inclusos nesse grupo de Pit Bulls.

A criação de cães Pit Bull na Inglaterra precisa de autorização na justiça. Nos Estados Unidos a criação desses animais foi banida em alguns e nos que ainda existe sofre grandes restrições. No Brasil podemos destacar a proibição do Rio de Janeiro que permite os cães na rua somente até às 23h.

Tudo isso nos faz pensar se existe necessidade de tantas restrições ou se os incidentes com esses animais podem ser evitados apenas com um bom treinamento.

Características Do Pit Bull

As principais características dos cães Pit Bull, de acordo com o Padrão Oficial da Raça, são a resistência e a autoconfiança. A raça gosta de agradar e tem bastante entusiasmo sendo uma boa opção de companhia. Essa descrição vai mais além de define os cães American Pit Bull Terrier como uma boa companhia para crianças.

A agressividade desses cães se dá contra outros cães e por isso há a necessidade de que os seus donos façam um trabalho de adestramento e socialização dos animais. O porte físico de um Pit Bull é bastante poderoso e por isso mesmo um pequeno episódio de descontrole do animal pode ter resultados desastrosos.

Os donos de um cão desses precisam treinar a obediência e o controle do animal. Além disso, devemos ressaltar que os Pit Bulls são cães com um alto nível de energia e por isso não devem ficar presos em pequenos espaços e muito menos com correntes.

A agilidade dos cães da raça Pit Bull também deve ser levada em conta e um muro alto se mostra necessário para conter o animal. Uma curiosidade é que os especialistas em cães não recomendam o Pit Bull como cão de guarda uma vez que ele se mostra muito amigável com desconhecidos.

O Comportamento Agressivo

Depois dessa breve descrição pudemos perceber que a agressividade para com o ser humano não é uma característica da raça. Os Pit Bulls tem potencial para se sair bem em eventos e exposições com o seu alto grau de inteligência e também pela sua vontade de trabalhar.

Nas primeiras décadas do século passado os cães Pit Bull tinham reputação de serem leais e confiáveis. Porém, nos últimos anos isso mudou e o fato de alguns animais que não receberam o treinamento correto terem se mostrado agressivos acabou destruindo a imagem dos Pit Bulls.

A raça tem sido considerada extremamente violenta e como potenciais agressores de crianças. Alguns países como já citamos baniram a raça ou impuseram grandes restrições a sua criação. Essa é uma das quatro raças mencionadas especificamente na Lei de Cães Perigosos de 1991 do Reino Unido.

As outras raças mencionadas são o Tosa japonês, o Dogo argentino e o Fila brasileiro. O que se deve observar não são os cães, mas sim os donos dos mesmos. Existem muitas pessoas criminosas que criam os Pit Bulls para brigar e amedrontar pessoas. Porém, existem outros criadores que tem amor verdadeiro pelos seus cães e os treinam para serem dóceis.

O Termo Pit Bull

Devido ao fato de existirem alguns maus treinadores que instigam os Pit Bulls a serem agressivos e a atacarem humanos o termo passou a ser um pejorativo que instiga o medo e a desconfiança das pessoas. O preconceito acaba gerando lendas urbanas como aquela que diz que as mandíbulas desse cão tem a forma de um alicate.

Além dessa lenda urbana do alicate existem outras como a que diz que se um cão Pit Bull cravar os dentes numa vítima somente irá soltar se tiver a sua cabeça arrancada. Tem gente que acredita que o cérebro desses animais é maio que a sua caixa craniana o que faz com que esses cães tenham fortes dores de cabeça, o que os tornaria mais violentos.

Tudo isso nos faz perceber o preconceito que se criou a cerca dessa raça e entendemos o medo que algumas pessoas sentem. Porém, dizer que os Pit Bulls são sempre agressivos é incorrer num erro, pois pela sua natureza eles são amigáveis e dóceis. Porém, quando mal treinados a sua força descomunal pode se tornar uma arma letal.

O preconceito contra esses animais levou alguns países a banirem a raça e algumas empresas de seguro a cancelarem apólices de casas que tem um Pit Bull.

A Natureza De Cães Pit Bull

Os cães da raça Pit Bull são bastante inteligentes e muitos espécimes se mostram obedientes e leais. São cães saudáveis que quase nunca reclamam e que oferecem muito para os seus donos. Para se ter uma ideia alguns cães Pit Bull servem de guia para cegos ou já foram usados como cão terapia em clínicas para ajudar deficientes, idosos e crianças.

Assim como esses cães outras raças podem ser defensivas em relação ao seu território. Porém, de modo geral não existe uma luta territorial, como muitas outras raças o Pit Bull pode se mostrar desconfiado em relação a outros animais. A agressividade que existe no Pit Bull é vista como normal pelo fato de essa raça ter sido criada para lutar em rinhas.

O grande segredo é socializar os Pit Bull desde filhotes com todos os tipos de pessoas, desde crianças a idosos. O cão pode estranhar uma criança se nunca tiver visto uma, por exemplo. Tudo depende da forma como o cão é treinado e criado.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Caninos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *