Cuidados Com o Cão Idoso

Assim como os homens, os cachorros também envelhecem e infelizmente um pouco mais cedo que seus donos, uma vez que a expectativa de vida de um cachorro é de no máximo 15 anos, mas sempre há casos raros em que um cão vive 20 anos.

Dizem por aí e muitos veterinários confirmam, que um ano do cão equivale a sete anos da vida de um humano. Essa continha é estimada ao equivalente de saúde do cachorro, que quando está com um ano de vida possui a mesma maturidade em suas células e estrutura óssea de um humano de sete anos de idade, exatamente por isso o animal envelhece mais rápido. Quando o cão está com dez anos, isso quer dizer que na idade humana já possui 70, sendo considerado então um idoso canino.

http://www.youtube.com/watch?v=17T4rT2P6l8

Os Cães Mais Velhos Mudam?

Infelizmente sim, os cães idosos precisam de muito mais de cuidados do que os cães mais novos e aqui vale a mesma regra dos seres humanos. Na idade avançada, o corpo vai definhando e dando sinais de desgaste, sendo que isso faz com que os órgãos já não funcionem mais da mesma forma, tornando-se assim um cão velhinho e que vai precisar de mais cuidados do que o normal.

A boa notícia é que se o dono já cuidou de seu vovô vai saber como cuidar do seu cão, isso porque o envelhecimento canino é bem semelhante ao humano. Suas funções orgânicas são comprometidas, como no caso de xixi e coco, ele vai soltar eventualmente algumas flatulências e já não vai andar como antes. Não vai escutar direito como quando farejava alguém há quilômetros de distância e também não vai conseguir ouvir seu chamado de longe como costumava fazer. De qualquer maneira, é essencialmente o mesmo pet que tanto se amou, apenas chegando a sua velhice.

O Que Muda Na Velhice Canina?

Para os cães, a vitalidade e energia vão embora bem mais rápido do que nos humanos, por isso eles envelhecem mais rápido. Mesmo para os cães mais saudáveis, com a idade vem o fenômeno da velhice, da mesma forma como acontece com os humanos: o sangue já não absorve os nutrientes como antes e por isso o animal vai comer cada vez menos, ainda assim, não deve deixar de ser bem alimentado.

Aquelas corridas que o cão costuma dar antes vão diminuir ou simplesmente cessar, porque sua vitalidade não é a mesma sempre. O seu sistema ósseo não vai estar tão forte como antes e mesmo com algumas brincadeiras simples podem ser que quebrem os ossos, de uma forma que não há mais conserto. Seus músculos também não continuam com suas fibras como antigamente, absorvidas na alimentação, e nem os seus pulmões conseguem absorver o oxigênio da mesma forma, por isso os cães não correm tão rápido e alguns estão tão fraquinhos dos ossos que nem conseguem andar direito, se limitando a ficar no mesmo espaço por horas a fio.

A surdez também é um sintoma comum e surge nos animais tanto mais velhos como mais novos, mas principalmente nos cães idosos. É preciso que leve constantemente ao veterinário, porque o bicho pode estar desenvolvendo doenças como a otite.

Como Saber Se Seu Cão Está Ficando Velho

Os primeiros sinais são o cansaço e indisposição a alguns testes. Quando seu cão começar a completar seus dois anos de vida, tente diminuir as longas distâncias que ele fazia quando ele era filhote e observe se seus reflexos são os mesmos. Eventualmente jogue uma bola e veja se ele acompanha o movimento da mesma forma que antes, pois as orelhas devem levantar para a direção em que a bola bater, já que a audição dos pets geralmente é bem sensível, tanto no caso de cães como de gatos.

As fezes e urina devem ficar um tico mais raras e com mau cheiro. Isso é sinal de que o sistema hepático do animal está ficando cansado e não vai absorver os nutrientes da mesma forma de um cão jovem e por isso é que eventualmente podem acontecer diarreias, e urina mal cheirosa e com uma tonalidade escura, sinal de sua idade mais avançada.

Sua alimentação também não vai ser tão voraz como antes, mas o animal ainda vai comer tudo de uma vez. Isso porque os cachorros não mastigam seus alimentos como os humanos e por isso é que quando vomitam, ainda se pode ver a ração em seus pedaços inteiros. Cachorros e gatos literalmente engolem o alimento completo e por isso sua digestão é mais lenta, sempre uma vez ao dia no caso das fezes, e mais de uma para a urina, já que água os animais tomam bastante.

Os Cuidados Básicos Com Um Cão Mais Velho

Assim como os humanos mais velhos, que tal dar um repouso ao seu cachorro? Ele já viveu bastante e deve ficar um pouco mais confortável, exatamente por isso você deve cuidar dele ainda mais. Então, esqueça por um tempos suas idas ao parque para corridas ou brincar de pegar a bola e gravetos, pois seu animal pode estar cansado. O melhor mesmo é um passeio para que ele veja a rua, mas sempre com calma, longe de outros animais para que não se agite, pois com os ósseos frágeis é comum que haja um deslocamento de bacia e até uma quebra, o que pode ser impossível que se conserte, devido à idade avançada.

Aos oito anos de idade o cachorro já deve frequentar regularmente o veterinário, ao menos a cada trimestre, para que sejam acompanhadas as suas taxas de glicose no sangue, como anda seu coração e como sua nutrição está. Sempre tenha em mente que o acompanhamento até o veterinário é a melhor pedida, ainda melhor do que cuidados em casa, pois em caso de subnutrição do animal, o veterinário pode indicar qual a melhor alimentação para cada caso, bem como uma ração mais bacana para a nutrição do seu bicho.

E sempre mantenha a ração e água para seu animal em um local perto dele, principalmente se ele tiver mais de doze anos, quando os ossos já estão fracos. Se tiver escadas, permita que ele fique sempre na parte de baixo, porque com os cães idosos uma queda pode ser fatal.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Caninos

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *