Pássaro Encontro Alimentação

O pássaro Icterus pyrrhopterus, conhecido popularmente no Rio Grande do Sul, como Encontro é uma ave passeriforme que também é chamada de Inhapim no Pantanal, Soldadinho no Paraná e em São Paulo entre outros nomes.

O seu nome científico é uma combinação de palavras de origem grega: ikterus (amarelo), pyrrhos (cor de fogo) e pteros (que tem asas) resultando em pássaro amarelo com asas de fogo. Um belo pássaro que surpreende por seu visual diferenciado, continue lendo para saber mais a respeito de seus hábitos de alimentação e reprodução.

Conhecendo as Características do Encontro

 

Um espécime desse pássaro mede cerca de 20 centímetros de comprimento sendo que o macho pesa em média 33,3 gramas e a fêmea tem peso médio de 30,4 gramas. A silhueta do Encontro é um tanto quanto característica, a sua cauda o torna um animal bastante longilíneo, algo reforçado pelo seu bico afinado.

Um dos principais diferenciais desse pássaro é ter sobre as suas asas uma área de penas de uma cor que fica entre o amarelo e o castanho escuro. Não apresenta dimorfismo sexual, contudo, ao observar de perto é possível notar que a curva da asa dos machos é amarela enquanto que nas fêmeas é preta.

Passaro Encontro

Passaro Encontro

Quatro Subespécies do Pássaro Encontro

 

Abaixo listamos as quatro subespécies de pássaros Encontro com alguns detalhes a respeito de cada uma delas.

 

Icterus pyrrhopterus pyrrhopterus

 

As penas sobre as asas dessa subespécie apresentam uma tonalidade de castanho escuro. Essa variedade é encontrada com mais frequência no sul do Brasil até o estado do Mato Grosso do Sul e na região sudeste do Paraguai e da Bolívia. Também pode ser avistado no Uruguai e ao norte da Argentina.

Icterus pyrrhopterus tibialis

 

Nessa subespécie as penas do encontro são amarelas assim como a região chamada de calção (parte penada das pernas do pássaro). Essa subespécie é bastante comum na região nordeste do Brasil com destaque para sua presença nos estados da Bahia, Maranhão, Pernambuco e Piauí. Da Bahia se estendem até o Rio de Janeiro.

Icterus pyrrhopterus tibialis

Icterus pyrrhopterus tibialis

Icterus pyrrhopterus valenciobuenoi

 

A cor das penas do encontro dessa subespécie é castanho-amarelado, ele pode ser encontrado no sudeste brasileiro desde a parte sul de Goiás até os estados do sudeste. Considera-se como a espécie intermediária entre pyrrhopterus e tibialis.

Icterus pyrrhopterus periporphyrus

 

Um pássaro encontrado com frequência na parte nordeste da Bolívia assim como no oeste brasileiro com destaque para o estado do Mato Grosso. Um pássaro com uma média de tamanho maior do que as outras subespécies e cujo encontro tem uma tonalidade de castanho pálido.

Icterus pyrrhopterus periporphyrus

Icterus pyrrhopterus periporphyrus

Qual a Alimentação do Pássaro Encontro?

 

Basicamente esse pássaro se alimenta de flores, frutos e invertebrados presentes em árvores seja em suas bordas ou copas. O pássaro tem como foco sugar o néctar das flores de maneira que faz com que elas sejam abertas com auxílio do seu bico. Demonstra preferência pelas flores de ipê, pombeiro e piúva. Tem um estilo um tanto quanto acrobático para se alimentar.

Como é a Reprodução do Pássaro Encontro

 

Para que possam constituir a sua família os pássaros Encontre criam o seu ninho com forma de bolsas longe dos outros pássaros. Embora possua um canto bastante musicado tem por hábito imitar o canto de outros pássaros para conquistar a fêmea. A média é de uma ninhada por estação com 3 ovos.

 

Ovo Icterus pyrrhopterus

Ovo Icterus pyrrhopterus

Quais São os Hábitos do Pássaro Encontro?

 

Boa parte desses pássaros vive aos pares, em alguns poucos casos é possível observar Encontros vivendo em bandos. Seus habitats preferidos são os florestados podendo usar ainda os arbustos que eventualmente ficam isolados perto da mata. Quando está uma manhã fria esses pássaros gostam de pousar em galhos que recebem incidência solar.

Algo bem interessante que esse pássaro faz é ao observar uma ave maior do que ele se alimentar imitar o som emitido por predadores para espantá-la ficando com o banquete para si. Pode frequentar comedouros que tenham frutos.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Aves

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *