Papagaio Ecletus

Ficha Técnica – Papagaio Ecletus

  • Nome Científico: Eclectus Roratus Roratus
  • Pertence à família: Psittacidae
  • Pertence à Ordem dos: Psittaciformes
  • Pode Ser Encontrado: Indonésia e Ilhas Molucas (Centro e Norte)
  • Habitat: Montanhas, Florestas, e Zonas de Cultivo
  • Alimenta-se especialmente de: Sementes, Frutos Secos, Plantas e Fruta.
  • Tamanho Aproximado: 38 centímetros
  • A Postura dos Ovos: de 01 a 03
  • Período Aproximado de Incubação: O tempo médio de incubação dos ovos é de 26 dias. As aves permanecem no ninho até mais ou menos os 03 meses. O período de nidificação vai de agosto até setembro. Quando atingem os 03 anos esses papagaios já estão prontos para a procriação.

Maiores Informações: O indivíduo macho apresenta coloração verde escuro, sendo que as dobras presentes nas asas são azuis e a parte debaixo das mesmas são vermelhas. Os olhos e o bico apresentam cor laranja. No caso das fêmeas elas possuem as dobras das asas e o abdômen azuis, e o restante do corpo é vermelho. Os olhos são amarelos e o bico é preto. Esses animais podem viver até os 60 anos.

Conhecendo Melhor o Papagaio Ecletus

Alimentação: Quando estão soltos em seu habitat natural, esses pássaros costumam alimentar-se de sementes, frutas, folhas, néctar e grãos. Já quando se encontram em cativeiro, a eles são oferecidos legumes, frutas, grãos, semente e ainda ração comercial específica.

Reprodução: Como já dissemos, quando eles chegam aos 03 anos já estão maduros para chegar à procriação. A fêmea pode colocar entre 01 e 03 ovos e a choca ocorre entre 26 e 29 dias. Com apenas 12 semanas o filhote pode tentar seu primeiro voo.

Distribuição Dessas Aves no Mundo: Elas costumam ser encontradas nas ilhas a oeste da Nova Guiné e ainda naquelas mais longes da costa.

Descrição: Poucas espécies demonstram diferenças tão gritantes dentre os sexos: os indivíduos machos têm predominância da coloração verde caindo um pouco para o amarelo. As partes laterais do abdômen têm penas avermelhadas, enquanto que as penas centrais do rabo são verdes e rodeadas de amarelo claro, já as laterais apresentam cor azul, também rodeadas de amarelo claro. A parte superior do bico é de cor laranja e a debaixo preta. Os olhos são laranja e os pés cinza.

Tem um tamanho maior que as demais subespécies. No caso das fêmeas são quase totalmente vermelhas tendo um brilho maior na cabeça e na parte de cima do peito e no ventre e nas asas um tom mais amarronzado. Na parte debaixo do peito, do abdômen e uma faixa da nuca a cor predominante é um roxo puxado para o azul. A cauda apresenta cor vermelha rodeada de laranja. Os olhos e o bico são amarelados e em volta dos olhos possuem um tom de azul.

Os Papagaios Eclectus fazem parte da família dos Psitacídeos. Há somente uma espécie e ainda nove subespécies. São aves que apresentam um comportamento sexual monogâmico como quase todos os psitacídeos e, além disso, se mostram bastante tranquilas, quase não se agitam, ficando grande parte do tempo parada passando a impressão de aves empalhadas, especialmente quando se encontram em pequenos viveiros pequenos.

É habitual recusarem qualquer forma de alimento no começo, entretanto, depois de se ambientarem passam a se alimentar melhor. Quem vê pela primeira vez um casal dessas aves, logo pensa que são duas espécies distintas, as divergências nas colorações dos bicos e das plumagens entre fêmeas e machos não podiam ser maiores. Há ainda variações dentro de um mesmo sexo.

Nos indivíduos machos de determinadas subespécies o tamanho pode sofrer variação, da mesma forma com o tom de verde das plumagens e a quantidade de amarelo ou azul, enquanto que no caso das fêmeas das várias subespécies há variações maiores ainda, as penas podem ir do vermelho acastanhado até o vermelho escarlate e as quantidades de violeta e azul também variam bastante, e, da mesma maneira, o amarelo constante da cauda. Determinados tipos de fêmeas possuem um conjunto de penas azuis ao redor dos olhos, o que não se nota em outras.

As aves sem as penas azuis são quase sempre aquelas que possuem o vermelho mais vivo e as cores mais pálidas. São indivíduos que podem também repetir alguns sons e até mesmo algumas palavras.

Se for pensar em nível de animais de estimação, o melhor são os machos, já que possuem o comportamento bem mais dócil que o apresentado pelas fêmeas. Ao contrário de outras espécies de papagaios, essas aves possuem maior necessidade de exercício, por isto, é fundamental que sejam deixadas em aviários com tamanho maior.

É bastante complicado de se conseguir um par de aves que seja compatível em razão do temperamento mais agressivo das fêmeas. Durante o período de reprodução, as fêmeas possuem um papel tremendamente dominante e, em muitos casos, os machos tem receio de se aproximar delas.

Por isso, se for tentar a reprodução em cativeiro procure escolher suas aves num lugar onde haja vários exemplares. Faça a observação atenta e poderá notar uma relação que se mostre mais especial entre duas aves e, desta forma, aumentará a probabilidade de sucesso na escolha do casal que passará pela reprodução. Outro truque que pode ser usado é optar por adquirir duas aves que tenham nascido no mesmo ano, com paternidade diferenciada e aguardar até que elas atinjam a maturidade, aos três anos e juntas, com a finalidade de uma melhor relação quando cheguem até à fase reprodutiva.

A despeito de todos esses itens exigentes, é clara a probabilidade de se obter êxito no processo de reprodução destas aves, ainda que as mesmas estejam em aviários menores e passem pelas mais surpreendentes condições. Lembrando que animais que são tratados com carinho e respeito têm muito mais chance de procriarem com saúde, e seus filhotes possuem condições maiores de vida, ao contrário daquelas que vivem em situações ruins de manejo.

Todas as aves para serem adquiridas e colocadas à venda no mercado precisam de autorização do órgão competente, caso contrário configura um crime ambiental, punível com multa e até mesmo prisão. Por isso, certifique-se de que a ave possui a autorização devida antes de comprá-la.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Aves

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *