Como Morrem os Urubus?

O urubu é uma ave que pertence à ordem biológica dos Cathartiformes e à família também biológica dos Cathartidae. Seguindo essa classificação, apresentam-se dois subgrupos distintos, sendo que um é o dos urubus, que possui quatro espécies diferentes e a outra é a dos condores que, por sua vez, contém três espécies diferentes. Com relação apenas aos urubus, eles são encontrados na natureza apresentando um porte de tamanho médio com relação às outras aves, com asas de grandes dimensões, tanto em sua largura quanto em seu comprimento.

A maioria de seus indivíduos se apresenta na coloração preta e eles são diferenciados devido ao formato de sua cabeça, além da coloração dessa região de seu corpo, que pode variar de um para o outro. Tanto sua cabeça quanto o seu pescoço não apresentam penas e eles são aves bastante características e reconhecidas justamente por conta disso.

Evolutivamente isso é uma vantagem para que o animal consiga se higienizar de maneira adequada após a sua alimentação que se constitui basicamente por cadáveres, tanto de animais quanto de seres humanos. Apesar de imaginarmos que os urubus apresentam pouco olfato, justamente por se alimentarem dessa maneira, na realidade, a grande maioria de suas espécies demonstra apresentar o olfato íntegro e intacto e, então, se subentende que o animal localiza seu alimento utilizando o sentido da visão, pois o odor forte que os cadáveres exalam parecem não os incomodar.

Sendo assim, na natureza e pelos seres humanos, eles são conhecidos e taxados como animais sujos e nojentos. No entanto, devemos reconhecer que o seu papel na natureza é de suma importância para a manutenção do meio ambiente. Isso porque é devido a essa sua característica de alimentação peculiar que ele faz com que o ambiente fique limpo, eliminando não só as carcaças de animais mortos, mas também os seus ossos. Ou seja, se não fosse graças à alimentação dos urubus, esse material orgânico permaneceria no meio ambiente por anos e anos até a sua total decomposição, podendo reduzir até um quarto do tempo para que isso aconteça.

Uma outra característica interessante dos urubus, além de se alimentarem de basicamente de matéria orgânica em estágio de decomposição, é o fato de eles apresentarem uma maneira bastante peculiar na hora de sua morte. Bem como algumas outras espécies de animais, os urubus sabem quando estão morrendo ou até mesmo quando a sua morte se encontra próxima. Sendo assim, quando eles chegam a esse estágio da vida eles voam para bem longe, de modo que permaneça sozinho. Isso porque dentro da cadeia alimentar, não está estabelecido que nenhum outro animal carnívoro se alimente dos urubus.

Sendo assim, os urubus morrem e são consumidos pelo próprio meio ou até mesmo por outros urubus, uma vez que sua carcaça pode servir de alimento para os seus semelhantes, estabelecendo, então, uma relação de canibalismo. No entanto, esse comportamento acaba sendo esporádico, uma vez que, ao morrer sozinho, o urubu só servirá de alimento para outro urubu caso ele seja encontrado ao acaso no meio ambiente. Os urubus são aves bastante resistentes às adversidades e apresentam um sistema imunológico bastante desenvolvido para não adquirir doenças ao se alimentarem de carne em decomposição.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Aves

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *