Anu-Branco (Guira-guira)

Como nosso país é rico em fauna em flora, há sempre aquelas espécies que temos mais contato, mas, em muitos casos nem sabemos qual o nome do bicho, especialmente as aves. Dentre elas está o Anu-Branco, que sempre pode ser visto, porém, com maior incidência em cidades do interior do Brasil.

Anu-Branco

O anu-branco é uma espécie de ave que possui característica cuculiforme, pertencendo à família Cuculidae. Além de seu nome normal, ela ainda possui muitos outros, todos decorrentes de suas características físicas, como: alma-de-gato, rabo-de-palha, piririgua e pelincho.

Principais Características

Asa aves dessa espécie possuem um corpo bastante franzino, a cauda bem comprida, com certa graduação e ainda com uma listra preta. As cores predominantes costumam ser o branco-amarelado, no entanto, o bico tem a cor laranja e no indivíduo ainda jovem, a cor é acinzentada. Outra característica bastante marcante é que possui, como muitas aves, o bico bastante forte e com leve curvatura.

Os anu-branco além das informações físicas relatadas tem em comum um forte odor exalado pelo corpo, cujo cheiro é possível se sentir a muitos metros de distância, por isso, é capaz de atrair outros animais como morcegos hematófagos e ainda outros carnívoros.

Esse animal é comumente avistado empoleirado em troncos de árvores e em fios de alta tensão, e quando o faz, move sua cauda para cima, arrebitando-a e quase a encostando nas costas. Nunca é avistado só, geralmente está cercado de outros indivíduos da espécie, sendo um ser muito sociável.

A ave mede aproximadamente 38 centímetros e possui um modo de se comunicar bastante estridente e alto, algo como o “iä, iä, iä”, grito característico feito durante o voo. Há ainda outro modo de comunicação, o “i-i-i-i”, um chamado de advertência, indicando alguma situação diferenciada.

Eles vivem em grupos que variam entre 6 a 15 aves que mantém certo grau de relações sociais bastante complexas, que podem ser expressas através de suas quinze formas variadas de vocalização, com as quais se comunicam, dependo do que pode estar acontecendo.

Assim como ocorre com outros animais, entre os anus-brancos há enorme competição, especialmente entre os filhotes, o que caba ocasionando uma grande mortalidade entre os mesmos.

Alimentação Do Anu-Branco

Esses animais se alimentam basicamente somente de carne, consumindo pequenos animais como aranhas, gafanhotos, miriápodes percevejos, entre outros. Além disso, eles ainda se alimentam de lagartixas, camundongos, lagartas e urticantes, e também filhotes de outras aves.

Por comerem de quase tudo que veem pela frente, cospem pelotas durante a digestão dos alimentos. Como outras aves, eles costumam pescam em águas rasas, observando sua presa durante o voo.  Vez ou outra comem bagas, frutas, semente e coquinhos, especialmente durante o período de pouca comida.

Períodos e Formas De Reprodução

Os ovos das aves dessa espécie são bastante grandes se comparados ao de outras, já que tem em média 25% do peso da fêmea. Os ovos do Anu-Branco possuem uma coloração verde-marinho, e uma proteção branca em alto relevo se espalha sobre todo ele.

Outra diferença está na postagem dos ovos, pois se pode encontrar tanto ninhos individuais, quanto os coletivos. A fêmea, responsável por construir o ninho, se ainda não começou a por seus ovos e encontra ovos de outras aves no seu ninho, joga-os todos fora.

Os animais adultos não têm um comportamento certo e muitos deles costumam abandonar os ninhos com ovos. Muitos filhotes chegam a deixar o ninho mesmo antes de aprender a voar, possuindo ainda a cauda bem curta, sendo alimentados somente durante poucas semanas. Quando os ninhos acabam abandonados, os mesmo acabam sendo aproveitados por outras aves, além de pequenos mamíferos e até por cobras.

Principais Hábitos

Ao contrário de outros animais, o anu-branco acaba sendo beneficiados pela extinção da mata alta, pois seu habitat está voltado para as lavouras, os campos, e ainda outros ambientes mais abertos. Eles costumam migrar para regiões onde bem mesmo eram conhecidos e acabam se tornando as aves mais avistadas no decorrer da estrada.

Como sua capacidade de voo é fraca e lerda, sofrem frequentemente com atropelamento pelo caminho e ainda acabam sendo arrastados para o mar, em decorrência dos fortes ventos. Outra causa de aborrecimentos para essas aves são os inseticidas lançados na atmosfera, especialmente nas regiões de lavouras.

Eles são animais bastante sensíveis e gostam de se aquecer ao sol e também de tomar um bom banho de poeira, o que deixa suas penas com uma cor diferenciada, com uma mistura de terra e às vezes até de carvão e cinza. Especialmente quando os mesmo passeiam antes pelo capim molhado, o que faz com que a sujeira ainda grude mais em sua plumagem.

Essas aves possuem um ritual bastante interessante, todos os dias, logo cedo e após as chuvas, costumam ficar de asas abertas para que elas possam secar a umidade. Já à noite, como a temperatura se torna mais amena, eles se mantém em filas, aglomerando-se com a intenção de aquecer uns aos outros.

Sendo aves bastante sociáveis, ocorre sempre, de uma ave mais tardia, correr pelas costas de outra a fim de arrumar um lugarzinho para se aquecer.  Como outras espécies de aves, elas buscam moitas de bambu para passar a noite, pois passam muito frio na época do inverno.

Da mesma forma que elas são predadoras carnívoras, os animais carnívoros também são seus principais inimigos. Elas também costumam ser atacadas por outras espécies de aves, especialmente o suiriri , e ainda a coruja-buraqueira.

Outras espécies da linha Columbidae, principalmente as rolinhas sofrem bastante com o aparecimento de anus-brancos. No entanto, o anu-branco manda para longe o gavião-carijó quando eles passam por perto de seus ninhos.

Distribuição

Essa ave pode ser avistada desde o sudeste do Amapá e parte estuário amazônico até a Argentina, Bolívia, e Uruguai.

Expressão Popular

Há uma expressão bastante popular que faz referência direta a essa ave: bêbado como o anu no fio. Ela é muito usada em várias partes de nosso país, e faz uma alusão a forma com que esta ave se mantém balançando para trás e para frente, usando a cauda como contrapeso, quando está parada nos fios da rede elétrica.

Classificação Científica

Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Cuculiformes
Família: Cuculidae
Subfamília: Crotophaginae
Espécie: G. Guira

Nome Científico: Guira guira – (Gmelin, 1788)

Nome em Inglês: Guira Cuckoo

Anu-branco (Guira guira)

Família: Cuculidae

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Aves

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • o anu branco é uma ave interessante, possui uma corôa mais não é rei, porém desperta curiosidade em muitas pessoas.

    Abraão Azevedo 1 de maio de 2013 16:50
  • Gostei das informações. Pois tirou minhas dúvidas; que surgiram ao vê-los voando e pousando em árvores daqui da redondeza. Eu achava que os anus eram todos, apenas pretos.
    Valeu. Muito obrigado!
    Adson Campelo.

    Adson Campêlo 8 de julho de 2013 21:13
  • Hoje (25/09/2013)tive a oportunidade de ver esta ave bem próximo a janela da minha casa, no município de Serra, Espirito Santo.

    Junior 25 de setembro de 2013 17:22

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *