Tubarão

Os tubarões são criaturas marinhas que habitam o imaginário de muitas pessoas de forma assustadora e equivocada. Eles são astros de filmes de terror e de suspense e também fazem parte de muitas histórias da literatura infantil, bem como desenhos animados, mas nestes casos geralmente eles são mais amigáveis e menos assustadores, assim como outros animais como formigas e cavalos marinhos. Aqui no Brasil oficialmente existem cerca de 88 espécies deste animal, mas em todo o mundo este número gira em torno de 400 espécies.

Tubarão

Tubarão

O tubarão é basicamente carnívoro tendo algumas exceções na espécie. A natureza é perfeita e como tal a reprodução dos tubarões acontece e a seleção natural dos mesmos é realizada por eles mesmos, ou seja, os mais fortes devoram os mais fracos por vezes ainda em fase intra uterina, demonstrando que a força é a lei dominante no universo marinho. Pesquisas recentes comprovaram que o tubarão é uma espécie capaz de se reproduzir de forma assexuada, o que é muito raro entre os selvagens como ele.

Foto Tubarão

Foto Tubarão

Os tubarões tem uma pele espessa, muito áspera, mas esta característica lhe confere a possibilidade de perceber agentes nocivos existentes na água, bem como obter informações importantes a sua sobrevivência como a salinidade e outros componentes de origem química que podem afetar sua qualidade de vida, ou seja, sua pele composta de quimio-receptores funciona como uma espécie de laboratório de analises químicas que lhe indica locais saudáveis ou não para sua permanência. O tubarão, também conhecido como cação é um animal muito antigo, estima-se que ele viva neste planeta a um tempo que gira em torno de 450 milhões de anos. Pra que você tenha uma vaga idéia o Crocodilo viveu na época dos dinossauros e sua existência data de 200 milhões de anos atrás, ou seja, não há nada mais pré histórico do que os tubarões.

Ataque Tubarão

Ataque Tubarão

Sendo assim tão antigo o tubarão pode ser considerado como uma das espécies que melhor se adapta as constantes mudanças existentes no universo, afinal sua evolução não lhe trouxe mudanças drásticas, tal característica também é bastante significante quanto a sua crucial importância no equilíbrio ecológico, pois que os tubarões são parte constante e atuante de um perfeito ecossistema sendo provavelmente o colaborador mais antigo deste processo todo, por ser um predador nato e grande está no topo da cadeia alimentar dos mares e oceanos. Eles são canibais típicos fazendo parte de seu variado cardápio peixes, lulas, raias, polvos, tartarugas, crustáceos e também tubarões menores. A importância do tubarão vai além do ecossistema, ele é constante fonte de estudos que comprovam a sua importante contribuição para a manutenção da saúde do ser humano, por exemplo, a vitamina D é extraída dos tubarões, assim como outras substancias que podem ser usadas para fins medicinais e também estéticos.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Aquáticos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *