Animais Herbívoros

Crescemos ouvindo falar que tamanho não é documento. E no caso dos animais não é mesmo. A natureza nos oferece uma riqueza de espécies que, muitas vezes, surpreendem pelo tamanho assustador, mas no quesito da sua representação na cadeia alimentar, completamente inofensivo dos grandes animais herbívoros.

Eles estão em toda a parte, geralmente se alimentando de plantas e algas. Assim, animais como o urso panda, o elefante e o alce podem até atacar os humanos, mas você nunca será seu prato predileto.

O que eles comem

Animais Herbívoros

Animais Herbívoros

O alimento presente na dieta desses animais provém das plantas, subdividindo-os em grupos de frugívoros, folívoros, nectarívoros, granívoros, polímeros, mucívoros, entre outros. Veja alguns exemplos:

Frugívoros

Com a alimentação baseada em frutas nativas, essas espécies são fundamentais no processo de dispersão das sementes, sendo responsáveis por quase 100% da germinação de plantas frutíferas nas florestas. Esse grupo é representado, por exemplo, pelos morcegos, tucanos e aves pequenas.

Folívoros

Se alimentam especialmente de folhas de árvores e plantas. Nessa categoria se encontram algumas aves e mamíferos como o bicho preguiça, coalas, coelhos e guaribas.

Polímeros e Nectarívoros

Essas espécies, como o nome já indica, se alimentam do pólen e do néctar das flores, essenciais no processo de polinização de diversas plantas. Alguns tipos de morcegos são bons exemplos dessa categoria, além de pássaros, vespas, abelhas e outros insetos. Desse alimento os animais retiram toda a energia necessária para se desenvolver e reproduzir a sua espécie.

O papel dos herbívoros na cadeia alimentar

Exemplos

Exemplos

Como parte da cadeia alimentar dos animais, todas as espécies têm sua relevância. No caso dos herbívoros, a vitamina proveniente da energia solar que fica armazenada nas plantas acaba chegando até outras espécies por meio deles. Dessa forma, ao comer a planta, a carne do herbívoro recebe nutrientes fundamentais para a sobrevivência de espécies, especialmente dos carnívoros.

A característica fundamental para se identificar um animal herbívoro é a mais visível: o tamanho ou a imponência. Em posição desconfortável na cadeia alimentar, eles se utilizam de alguns mecanismos de defesa e principalmente do tamanho e força para se defender. Dessa forma, é engano pensar que um animal herbívoro é sempre manso.

Algumas espécies tornam-se bastante agressivas e podem atacar humanos e outros bichos. Um exemplo disso é a rica fauna presente nas savanas africanas, onde três dos cinco animais mais perigosos se alimentam de plantas.

Curiosidades

Diferença

Diferença

- Para identificar se um animal é herbívoro, a dica está na cara: ao contrário dos carnívoros, que precisam dos olhos na parte da frente da cabeça para facilitar a caça das presas, os herbívoros possuem os globos oculares dos lados. A estrutura diferenciada é um dos seus mecanismos de proteção, pois com os olhos posicionados um em cada lado da cabeça eles conseguem perceber mais facilmente a aproximação de um predador.

- O intestino dos animais herbívoros é bem maior do que o dos carnívoros. Isso ocorre porque o processo da digestão dos vegetais é mais difícil do que o da carne.

- As maiores espécies de dinossauros registradas até hoje são de herbívoros, com estrutura predominantemente quadrúpede, de movimentos lentos e ruminantes, semelhantes aos bovinos.

Por Vivian Fiorio

3 comentários

  1. ojfihrtuigrmtn fgverfmn ejhfrge ouifihfdbf catrfijbgtdf

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>