Vida de Cachorro…

O cachorro é um animal companheiro que além de carinho está sempre ao lado do seu dono. Por isso cada vez mais pessoas desejam ter um cão como companheiro, no entanto, nem todo mundo sabe realmente como cuidar desse grande amigo. Pensando nisso vamos dar algumas dicas de como cuidar direitinho do seu amigo de quatro patas.

Sentimentos

A primeira coisa importante a se considerar quando se decide ter um cachorro é deixar de lado aquela ideia de que um cachorro é só um cachorro. Os cães são animais muito inteligentes, que observam tudo a sua volta e tem muita perspicácia. Saiba que os cães aprendem a ‘ler’ a pessoa com quem vivem, dessa forma não adianta tentar enganá-los de qualquer maneira.

Quando um cão é magoado ele se sente traído, quando são bem tratados e recebem carinho tendem a devolver esse amor. Se entendem que de alguma maneira alguém tenta atacar o seu dono ficam muito bravos. A conclusão a que chegamos é que os cães têm sentimentos e são animais muito inteligentes. Sendo assim tenha respeito pelos seus sentimentos.

Sensações

Além de sentimentos semelhantes aos dos humanos, os cães, também sentem frio, calor e dor. Obviamente esses sentidos se apresentam em níveis menores que os dos humanos. O seu amigo de quatro patas jamais devem ser deixado dormindo no relento, com vento e chuva. Se ele precisa dormir do lado de fora da casa lhe dê um tapete, um pano para protegê-lo ou uma roupinha (no caso daqueles que aceitam usar as roupinhas).

Arrume a casinha do seu cachorro forrando com um tapete e coloque uns panos quentinhos por dentro. Os cães gostam de fazer uma espécie de ninho com os panos, eles se mantêm aquecidos dessa forma. Quanto mais curto é o pelo do seu cão mais frio ele sente. Nos dias de sol é importante que o seu cão tenha um lugar de sombra para ficar.

A casinha nunca deve ficar posicionada no sol durante o verão, pois eles sentem calor assim como nós. Quando um cão sente muito calor pode sofrer quedas de pressão e até mesmo desmaiar. Não brinque com o seu amigo por muito tempo no sol muito forte, pode acontecer dele desmaiar.

Dores

A dor é um capítulo a parte no que diz respeito as sensações do seu cão, pois ele tem uma tolerância muito maior que a sua. Se um cachorro começa a ganir de dor significa que ele está com muita dor. Para se ter uma ideia o cachorro somente começa a ganir de dor quando está sentindo uma dor que faria um ser humano desmaiar.

Sendo assim é importante que você fique atento aos sinais de dor que o seu cachorro está dando. Não tenha nenhum tipo de atitude que possa trazer dor para o seu cão, pois ele somente irá reclamar quando a dor estiver impossível de aguentar. Cuide para não apertar demais a coleira, não cortar as unhas muito rentes, cuide de feridas abertas enfim cuide do seu cão como cuida de si mesmo.

Comida e Água

Pare e pense em como você se sente quando fica com fome ou sede, não é nada bom. Dessa forma você precisa cuidar para que o seu cão não se sinta assim. A alimentação deve ser feita corretamente, os filhotes de até 8 meses devem ser alimentados pelo menos 4 vezes ao dia. Os filhotes com mais de 8 meses devem ser alimentados duas vezes por dia. Jamais deixe o seu amigo com menos de duas refeições por dia.

Os cães que se alimentam uma vez ao dia ou menos do que isso tendem a se tornar mais agressivos, fracos e suscetíveis a doenças além de problemas de intestino. Saiba que é um mito – e muito perigoso – aquela máxima de que cães que comem uma vez ao dia cuidam melhor da casa. Os cães que tem fome se desesperam e podem atacar até o próprio dono. É também uma grande maldade não alimentar o seu cão corretamente.

A sede também pode acarretar em graves problemas renais para o seu cão. A água do seu amigo deve ser sempre limpa. Saiba que os cães evitam a todo custo beber água suja, sendo assim se você não trocar a água todos os dias – várias vezes ao dia – ele não irá toma-la. Água limpa é o mínimo que você pode oferecer para o seu amigo.

Temperos de Comida Humana

O sal e temperos usados na comida que nós comemos faz muito mal para os cães, podemos dizer que é um verdadeiro veneno. Jamais um cão deve comer a nossa comida, para eles existem as rações ou comidas que são preparadas exclusivamente para eles com todos os nutrientes necessários e sem sal ou temperos.

A ração dos cães já tem a quantidade de sal que é necessária para que o seu organismo funcione bem. Não se deve e nem há a necessidade de adicionar sal ou tempero nas comidas de cachorro. Alimentos com muito sal ou temperos causam a queda dos pelos, um cachorro saudável somente perde pelos no fim do inverno e no começo do verão. Se há queda de pelo fora desses momentos significa que tem algo errado.

Desverminação

Qualquer cachorro, independente do seu tamanho, raça ou lugar em que é criado, terá vermes. Todos os cães desenvolvem vermes no seu aparelho digestivo e os vermes podem levar o cão a óbito, esse período pode variar de 2 a 6 meses. Dessa forma uma desverminação periódica se mostra necessária para manter a saúde do seu amigo sempre em dia.

Os cães que vivem num ambiente limpo levam mais tempo para desenvolver vermes. Em geral uma aplicação de vermífugos a cada 3 ou 4 meses já resolve a questão. Os vermífugos de amplo espectro devem ser adquiridos em farmácias veterinárias e saiba que custam caro. Administre sempre a quantidade de comprimidos indicados, pois se administrar menos não será suficiente e nunca use vermífugos injetáveis, pois a dose errada pode ser fatal e nem todo veterinário sabe calcular a dose correta.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Fofo

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *