Botulismo nos Bovinos: Um Problema Que Merece Atenção

Um dos principais problemas para os criadores do gado é a possibilidade de existir uma contaminação de seus animais. São várias as doenças que podem acometer os animais e tornar a carne imprópria para consumo. Uma das principais doenças é o Botulismo Bovino, uma doença causada por uma bactéria chamada Clostridium botulinum.

Muitos têm a ideia errada de que se trata de uma infecção, mas na verdade é uma intoxicação. Após a ingestão da bactéria, o animal passará por um processo que resultará em paralisia motora progressiva. O grande problema é que a bactéria que causa o Botulismo Bovino está presente na água, solo e também na matéria orgânica, seja animal ou vegetal.

Botulismo Bovino

Botulismo Bovino

A bactéria forma esporos que são muito resistentes e podem sobreviver nos ambientes por um longo período de tempo, dessa forma é bastante difícil se livrar dela. Além disso, se a bactéria encontra uma carcaça, ou mesmo restos vegetais em decomposição, ela fica ainda mais resistente.

Botulismo em Animais

Quando se observa o perfil dos animais que são infectados com essa doença, percebe-se que, em grande parte dos casos, eles são criados de forma extensiva e vivem em ambientes com pouco fósforo nas pastagens. Devido à falta de fósforo, os animais passam a ter um comportamento próprio de osteofagia, comer o que aparece pela frente, inclusive carcaças.

Botulismo Bovino

Botulismo Bovino

Após a ingestão da bactéria, o animal fica contaminado e cheio de esporos no seu organismo. O passo seguinte da bactéria, após ser ingerida, é ser absorvida pelas mucosas do intestino e cair na corrente sanguínea. A partir do momento que as toxinas são liberadas na corrente sanguínea, elas passam a se ligar aos receptores do sistema nervoso periférico.

Níveis de Botulismo Bovino

A gravidade da doença está diretamente ligada à quantidade de toxinas que o animal ingeriu e pode ser dividia em quatro graus: Super aguda, Aguda, Subaguda e Crônica. Observar os animais é importante para poder perceber o aparecimento de alguns sintomas.

Entre os principais sintomas que essa doença produz, podemos citar anorexia, falta de coordenação e ataxia. Porém, o sintoma que realmente chama a atenção é o que vem logo em seguida, devido à paralisia muscular, que começa nos membros posteriores, e apesar de muitos animais ainda conseguirem caminhar, a atividade passa a ser realmente difícil.

Botulismo Bovino

Botulismo Bovino

Com o passar do tempo e agravamento da infecção, o animal passa a ter uma paralisia mais completa, que o impede de andar. Durante este período, a infecção vai andando no corpo do animal e chegando aos membros anteriores, que são pescoço e cabeça. Quando os animais se sentem estressados, eles podem ter uma morte mais rápida. O sofrimento dos animais acometidos por Botulismo Bovino é realmente muito grande, pois depois de algum tempo, até mesmo engolir os alimentos passa a ser uma atividade difícil.

Um comentário

  1. Estou com um animal com sintomas de botulismo. O que devo fazer? A doença pode ser transmitida para o restante do rebanho?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>