Alergias Em Gatos: Informações e Como Tratar

Os gatos são animais mais independentes que os cachorros, porém são tão adoráveis, carinhosos, como os amigos caninos. Quem convive com esses pequenos animais sabe como eles se adaptam muito bem a casa ou a um apartamento, eles são animais muito limpos e silenciosos, podem ficar sozinhos por horas.

Mesmo eles tendo hábitos diferente dos cães, eles também são amigos do seu dono. Muitas pessoas dizem que os gatos não se apegam a casa ou ao dono, mas muito pelo contrario, eles se apegam sim! Sentem falta e são extremamente amorosos e carinhosos. Outra crença que falam sobre os gatos é que eles são traiçoeiros, isso não é verdade, por serem mais independentes dos donos, eles costumam “se virar” sozinhos e então seriam traiçoeiros por não precisarem do ser humano para muitas coisas, assim com o cachorro precisa.

Cuidados Com Os Gatos

Mesmo os gatos sendo independentes e mostrarem que não precisam tanto dos seus tutores, se faz necessário alguns cuidados básicos com estes bichanos.

  • Castre seu bichinho – É de suma importância castrar o gato, seja ele macho ou fêmea, pois a vida sexual deles é muito agitada, as pessoas costumas castrar apenas a fêmea, pois é ela quem tem os bebês, mas o ato de castrar deixa o animal mais caseiro, desta forma evita as escapadelas que eles costumam dar quando entram no cio, portanto castre os machos também;
  • Ajude na higiene do animal – Lembre-se de limpar a caixinha de areia pelo menos 1 vez ao dia, e de trocar toda a areia uma vez por semana, desta forma você contribui para a saude do seu bichinho. 
  • Leve ao veterinário regularmente – Leve seu felino ao veterinário periodicamente para que você não seja pegue de surpresa com alguma doença, prevenir é melhor que remediar, isso também serve para os animais de estimação.
  • Tenha brinquedos e arranhadores – Deixe sempre a disposição do seu gato brinquedos e arranhadores, desta forma ele não destrói nada dentro de casa, apenas aquilo que o pertence
  • Dê as vacinas e vermifugue – Não se esqueça nunca de dar as vacinas 1 vez por ano, elas são fundamentais para que a saúde de seu animal seja mantida. No caso da vermifugação, faça isso a cada 4 meses, é o suficiente para deixar seu bichinho bem.

Você sabia que os gatos tem a mania de se esconder em qualquer lugar? Isso mesmo, eles adoram gavetas, guarda-roupas, lugares altos é um dos favoritos, afinal eles gostam de ver seus donos do alto, assim podem observar tudo o que a curiosidade deles permitir.

Também tenha cuidado com a alimentação dos gatos, eles costumam aparecer com algumas intolerâncias alimentares, isso se dá devido ao sistema imunológico dos bichos ser mais delicado que de muitos outros animais. Desta forma muitas alergias podem ser desencadeadas por causa de bolores, ácaros e outros. Quando entram em contato com estes microrganismos os gatos apresentam uma queda brutal na imunidade, e desta forma começam a ter problemas respiratórios e dermatológicos, as chamadas alergias.

As Alergias

Os gatos podem apresentar muitas alergias, as que mais são visíveis, são as alergias a cheiros, a produtos com cheiro muito forte, como perfumes e produtos de limpeza. Outra alergia muito comum em gatos, é a ração que eles comem, normalmente quando a ração os dá uma reação alérgica, o corpinho deles “expulsa” o que faz mal, através do vômito.

Voltando a falar das alergias oriundas de cheiros, é preciso ter muito cuidado, pois os gatos podem ter crises de espirros e com o decorrer e a quantidade desses espirros, eles podem ter dificuldades para respirar, e desta dificuldade surgir um tipo de pneumonia alérgica. O tratamento desta pneumonia alérgica deve ser feita juntamente a um veterinário, pois se faz necessário o uso de antibióticos, corticoides e também de anti-histamínicos.

Para saber diferenciar a alergia de uma gripe, basta ver a quantidade de espirros que o seu animal dá por dia. Se o gatinho estiver espirrando mais de 4 (quatro) vezes por dia, e se ele tem também secreção no nariz e nos olhinhos, esta é uma típica crise alérgica. Mas se ele estiver espirrando apenas 1 ou 2 vezes durante todo o dia, tiver perdido o apetite, e também mal bebe agua, este pode ser um resfriado.

Assim como nós seres humanos, os gatos podem adquirir vários tipos de alergia e normalmente as causas das alergias humanas, são as causas das alergias dos felinos.

Alergias Respiratórias

As Alergias Respiratórias são causadas pelas partículas que ficam suspensas no ar, pelo pólen das flores que irrita os pulmões, por.fumaça, cuidado também com os purificadores de ambientes e perfumes que podem causar alergias associadas a respiração são associadas ao sintomas asmáticos. O tratamento se faz com anti-histamínicos e nos casos mais graves trata-se com corticoides mas estes podem dar efeitos colaterais.

 As alergias de contato podem se manifestar com o contato do gato com substâncias que ele não tolera, podendo ser uma plantas, madeiras, poeiras, tinta do jornal, carpetes, tecidos sintéticos e outros materiais. Tenha atenção aos primeiros sinais de dermatites, erupções na pele, que ocorre no queixo, no abdômen, nas unhas, axilas, nas orelhas.

Muito cuidado com os medicamentos, nada de fazer uso de remédios sem antes consultar um veterinário, os gatos costumam ter muitas alergias a remédio, principalmente com antibióticos, anestesias, penicilinas. Os gatos tem muitas restrições quando falamos de remédios, em alguns casos os gatos podem chegar a óbito. Normalmente a reação a remédio, são vômitos, febre, diarreia, desidratação, falta de apetite, ou seja nunca dê remédio a um gato por conta própria, e mesmo quando der um recomendado pelo médico veterinário fique atento aos sintomas que o gato apresentar.

Outro tipo de alergia muito comum em gatos, é a picada de pulgas, e conforme o gato vai ficando mais velho, a sensibilidade as picadas vai aumentando.

Mas uma alergia muito séria, que também pode matar o bichano é ao comer tipos de alimentos humanos. É ideal que o animal coma apenas sua comida, pois comer o que nós humanos comemos é perigoso para o animal. dando reações desde coceiras, passando por diarreias, queda de pelos, inflamação nos ouvidos.
 Depois de ler tudo isso sobre alergia de gatos, fique atento para qualquer sintoma que seu bichinho apresentar. Em gatos a alergia normalmente não tem cura, ela é apenas administrada para que não volte, ou seja, deve-se evitar que o animal entre em contato com aquilo que lhe dê alergia. Portanto, atenção e cuidados é fundamental na criação dos seus bichanos.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Doenças

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *