Taturana

Animal que existe sob a forma de larva, que é catalogado como da mesma família das borboletas e de mariposas, é um animal que possui espinhos que possuem toxinas nocivas ao organismo humano, podendo até em alguns casos causar o óbito da pessoa atacada por uma de suas espécies, a Lonomia obliqua. Todos os animais desta espécie tem o mesmo ciclo de vida das borboletas, variando apenas o tempo de cada fase de vida.

Taturana

Ciclos

Conhecida como Taturana ou Oruga, a vida se origina no acasalamento das mariposas que vivem em média 15 dias e morrem devido a falta de alimentação ocasionada pela atrofia da boca. A reprodução acontece em folhas e galhos de árvores de frutos comestíveis comuns em pomares como os abacateiros, ou em outros tipos de árvores que tenham frutos comestíveis quando estão em selva nativa. Praticamente um mês após a desova, as larvas saem dos ovos, alimentando-se durante a noite das folhas da árvore hospedeira. Nesse momento as larvas começam seu crescimento, que dura aproximadamente sessenta dias e que se submetem a troca de pele, a ecdise, por oito vezes praticamente seguidas, até chegar ao seu tamanho média, que é de aproximadamente 8 centímetros de comprimento.

Queimaduras

Estilo de Vida

É um animal que gregário, que só vive se estiver em grupos, onde facilmente se encontram grupos destes animais descansando sobre as folhas e os galhos das árvores durante o dia, mudando este hábito na última troca de pele, onde se transformam em pulpas, começando a procurar lugares úmidos como o húmus ou na base das árvores, preparando-se assim para chegar ao próximo estágio de sua vida, onde reiniciam o processo de renovação.

Venenosa

Atração Perigosa

Devido sua coloração ser sempre viva e muito vistosa, independente da espécie, a taturana é um inseto que atrai muito a atenção de crianças, que devem ser cuidadas devido à toxidade das cerdas contidas no seu corpo, que perfuram e danificam a pele humana com queimaduras e em alguns casos com alergia e veneno. Há diversos tipos de estruturas das cerdas venenosas das taturanas mais as que mais provocam acidentes são as megalopigídeas que provocam queimaduras e inflamações no tecido atingido, geralmente ocorrendo isso na fase de larva, mas também na fase de mariposa, as fêmeas ainda contém as cerdas venenosas. Nos acidentes envolvendo inflamação e queimadura por causa das cerdas, recomenda-se que se faça compressa de água fria sob o ferimento, em alguns casos, não resolvendo o procedimento tem de ser aplicado um analgésico injetável.

5 comentários

  1. oi tudo bem cuidado ess largata e muito venenosa ;ja tive queimaduras dela
    e passei muito mal

  2. Ontem minha FILHA DE E ANOS achou uma taturana parecida com essa com mais ou menos de 5 a 6 cm na grama ao lado da calçada.ainda bem que ela me chamou pois geralmente alguns bichinhos ela mesmo pega e vem me mostrar.

  3. luiza bulla condini

    na minha rua encontramos muitas taturanas. às vezes a minha amiga pegava uma vasoura, empurrava elas pro Sol e jogava sal. Elas morrem queimadas pois o sal arde com o Sol.

  4. “pessoa atacada por uma de suas espécies”, taturanas e lagartas não atacam ninguém e a toxina só é liberada se o animal for apertado, ou seja, se a própria pessoa pegar ou pisar na lagarta/taturana, caso o contrário, não fazem mal nenhum a ninguém, logo viram casulos e lindas borboletas ou mariposas, que além de lindas, ajudam na polinização.

  5. O problema são os meus filhos q estão aprendendo andar pisar, gatinhar num desses troços, eu mesma brincando com os meus bebês no chão quase encostei em uma verde com patas vermelhas, minha filha mais velha de três anos que me disse q bonitinho mamãe, quando me virei pra ver o q era o q ela tava achando bonitinho era a taturana e estava vindo em minha direção. Pode ser bonitinha qdo borboleta, porém preferi sacrificar o lobo do q as minhas ovelhas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>