Raio X Veterinário

Na medicina veterinária, além dos outros equipamentos como ultra-som e ultra-sonografia, também existe o raio x próprio para o uso em animais. O equipamento raio x é composto por diversas partes, na qual nenhuma deixa de ser importante para a realização de um raio x.

Raio X Veterinário

Raio X Veterinário

Ele é dividido em três partes:

- Cabeçote que é composto por: ampola de raios x; transformador de baixa tensão; transformador de alta tensão; óleo circundante; revestimento de chumbo; colimador; filtro de alumínio e cilindro localizador.

- Painel de controle e circuitos, nos quais os principais componentes são: um marcador de tempo, que pode ser de três jeitos: Mecânico (impreciso e não utilizado mais), Eletrônico e Eletrônico-digital; Luz de aviso; Interruptor para ligar e desligar; Seletor de tempo que pode ser de dois jeitos: Anatômico (que seleciona a parte do corpo a ser radiografada e automaticamente ajusta o tempo de exposição) e Numérico (o tempo é marcado em segundos); Sinais sonoros (que indicam com um sinal que o raio x esta sendo produzido).

Esses são os principais, alguns painéis de controle ainda podem ter: seletor do tamanho do paciente; seletor do tipo do filme (em relação à sensibilidade); seletor de kilovoltagem; Ajuste de exposição/posição (distância longa ou curta, relacionada ao foco, que no caso seria a pele); Interruptor de miliamperagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>