Espécies Endêmicas

Espécies endêmicas, segundo a Biologia, são seres, sejam eles animais ou plantas, que por características básicas não são encontrados em qualquer outro ambiente natural que não aquele de onde é originário. Ou seja: aquele ser que é considerado típico de uma determinada região, sem ser encontrado em qualquer outra, mesmo que semelhante.

Não é raro, por exemplo, ouvirmos falar de espécies endêmicas da Amazônia. Isso porque o ambiente diverso, com características de tempo, solo e água distintos das demais florestas do mundo faz com que determinadas espécies só se desenvolvam lá. Quanto maior for o grau de especificidade do ambiente, maior o índice de espécies endêmicas.

Espécies Endêmicas

Espécies Endêmicas

A Mata Atlântica é um exemplo dessa especificidade e com visitas constantes de estudiosos para que estes possam descobrir novos espécimes, o que não é raro quando se trata da localização em questão. A biodiversidade dela é muitas vezes comparada à própria Amazônia. Embora boa parte tenha sido devastada, a Mata Atlântica ainda conserva muito das suas características peculiares. 60% das espécies de árvores encontradas lá são consideradas endêmicas e, do mesmo modo, cerca de oito mil espécies vegetais. Tudo isso contando apenas o aspecto botânico.

Consideram-se endêmicos também animais que não sobrevivem ou não são encontrados em outras regiões. A Mata Atlântica é uma das cinco regiões mais importantes do mundo quando se trata do assunto, e referência por estudiosos de tais seres vivos em todo o mundo. Cerca de cinquenta e cinco espécies de mamíferos já catalogados na Mata Atlântica apontam características endêmicas, sem contar as diversas espécies de anfíbios, que são característicos da região.

Espécies Endêmicas

Espécies Endêmicas

Segundo pesquisas de organizações não governamentais que trabalham no bioma da Mata Atlântica, 39% dos mamíferos encontrados na Mata são endêmicos, acompanhados de 15% dos primatas, principalmente quando se trata da diversidade de micos (específicos de cada área dentro do próprio bioma), 160 espécies de aves e 183 de anfíbios.

Todos esses dados revelam a grande importância da preservação das matas nacionais. Os índices de devastação dos principais biomas brasileiros causam perdas irreparáveis tanto para o país como para a ciência e algumas mesmo com tentativa de preservação são irreparáveis.

Espécies Endêmicas

Espécies Endêmicas

Para ter uma ideia da gravidade, uma vez extinta uma determinada espécie, torna-se impossível reproduzi-la em outro ambiente, uma vez que a adaptação natural só se dá naquele determinado bioma. Segundo os cientistas, as características que diferenciam uma espécie da outra se dão justamente pela interação com o meio ambiente através de mudanças adquiridas com o tempo.

Espécies como o mico-leão-da-cara-dourada, endêmico da Mata Atlântica na região sul da Bahia, tem cada vez menos chance de sobreviver, visto os altos índices de devastação e desmatamento na região. A preservação dessas regiões está diretamente ligada à sobrevivência dessas espécies.

2 comentários

  1. especies endemicas sao arganismos com uma destribuiçao limitada a habitats espeecialisados nativos de uma area geografica restrita

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>