Aromaterapia Para Uso Em Animais

Os animais são os companheiros das pessoas há muito tempo, o homem primitivo começou a domesticação de lobos e desde então nunca mais deixamos de contar com essa companhia. O registro mais antigo data do século XVIII a.C., o “Papyrus Veterinarius de Kahoun” (egípcio) que faz referência à medicina animal citando técnicas de diagnóstico, sintomas e tratamento de várias espécies de animais com ervas e plantas.

Aromaterapia – Uma Visão Holística De Tratamento

Podemos observar que desde sempre o tratamento dos animais é feito com plantas medicinais em algum grau. A aromaterapia para uso em animais tem fundamentos de uma visão holística de tratamento. A ideia é perceber o universo e o bicho como um todo harmonioso e que não se divide.

A visão holística da saúde tem como objetivo oferece o bem estar total do animal e não somente com foco em acabar com os sintomas. O corpo, a mente, o espírito e as emoções formam uma unidade indivisível e quando um desses níveis se desequilibra a doença aparece. Porém, é importante que destaquemos que essa terapia é uma terapia holística complementar então não substitui e nem exclui a visita regular a um médico veterinário.

Uma Terapia Que Favorece Os Animais

Esse tipo de tratamento possui um efeito mais rápido em animais pelo fato de eles terem o olfato muito mais desenvolvido que o das pessoas. Os óleos essenciais são absorvidos pelo olfato e através da pele, o tato. Num cão, por exemplo, as ramificações dor nervos olfativos na cavidade nasal ocupam 175 cm2 enquanto no homem ocupam apenas 5 cm2.

No homem são encontradas cerca de cinco milhões de células olfativas enquanto num cão pastor alemão, por exemplo, são encontradas cerca de duzentas e vinte milhões dessas células. Os gatos também têm um olfato bastante desenvolvido que favorece a aromaterapia.

Nos bichanos, por exemplo, encontra-se um órgão chamado vomeronasal no céu da boca que ajuda na identificação de odores. Para se ter uma ideia esse órgão é conhecido como o segundo sistema olfativo do gato. Os gatos tem a habilidade de sentir o gosto dos cheiros.

Cuidados Ao Realizar a Aromaterapia

Contato Dos Óleos Com Nariz, Olhos e Genitais

Para que a aromaterapia seja bem sucedida e não cause nenhum tipo de problema para o seu amigo é importante tomar alguns cuidados. O primeiro cuidado é não usar óleo essenciais perto do nariz, olhos e nem dos genitais do animal.

No caso de por acidente os óleos essenciais adentrarem nos olhos, nariz ou genitais você deverá colocar alguma gotas de óleo vegetal numa gaze esterilizada e aplicar suavemente sobre a região, porém, não lave.

Frascos De Óleos Essenciais

Em relação aos frascos de óleos essenciais você deve mantê-las fora do alcance de crianças e animais. Alguns dos óleos utilizados são tóxicos e podem oferecer perigos quando usados numa quantidade elevada.

Uso Oral

Jamais use os óleos esse oralmente nos animais. Da forma correta os óleos esenciais podem ser usados para vários tipos de animais como cães, gatos, ratinhos brancos, cavalos, bois, coelhos, cabras, animais silvestres, animais selvagens entre outros.

O que vai variar de um animal para outro é a diluição que será pensada em relação ao tamanho do animal. Por esse motivo é essencial contar com a ajuda de um terapeuta qualificado que saiba fazer as dosagens corretas.

Se você vai vaporizar ambientes pode usar álcool de cereais para diluir os óleos, no caso de vaporizar animais é importante usar água destilada (jamais use álcool de cereais). Não esqueça de proteger os olhos do animal.

Reação Dos Animais

O olfato dos animais como já destacamos é bem mais apurado que o do ser humano e por isso para eles um aroma desagradável é muito mais intenso. Sendo assim os animais podem não aceitar, rejeitar ou não gostar do aroma de uma determinada combinação de óleos. Se o animal em questão rejeita a combinação de óleos é necessário fazer outra que seja mais agradável.

Terapeutas e Profissionais Habilitados

Já existem profissionais da área de aromaterapia para animais que trabalham observando as características dos óleos essenciais. Além de conhecer tudo sobre as essências é fundamental observar o comportamento do animal, ou seja, onde e como ele vive, qual é o seu temperamento entre outras questões.

Algumas essências são contraindicadas, por exemplo, para fêmeas grávidas como, por exemplo, Cipreste, Alecrim, Cravo e Cedro entre outras. É função do terapeuta profissional conseguir através da observação e do seu conhecimento definir o que pode ou não ser usado nos animais para a aromaterapia.

Dicas De Aromaterapia Para Uso Em Animais

A seguir vamos te dar algumas dicas simples de óleos essenciais que podem ajudar nos cuidados dos animais para algumas situações do dia a dia.

Para Adestramento

Forma De Utilização

A essência é feita com 1 gota de óleo essencial de Hortelã Pimenta combinada com 3 gotas de óleo vegetal de Semente de Uva. Pingue na nuca antes de começar a aula de adestramento.

Animais Ariscos

Forma De Utilização

Combine 3 gotas de óleo essencial de Hortelã Pimenta com 2 gotas de óleo essencial de Ylang Ylang e 5 gotas de óleo essencial de Lavanda. Com a mistura feita pingue uma gota na nuca do animal duas vezes ao dia.

Cio Doloroso, Agitação, Excesso De Vocalizações

Forma De Utilização

Pingue uma gota de óleo essencial de Lavanda na cabeça do animal todas as noites. A castração é indicada nesses casos. 

Coceiras

Forma De Utilização

Combine 15 gotas de óleo essencial de Citronela com 20 gotas de óleo essencial de Hortelã Pimenta e dilua em 3 litros de água destilada. Passe no local da coceira por 30 dias.

Cropofagia (Comer Fezes)

Forma De Utilização

Combine 2 colheres de sopa de água destilada com 5 gotas de óleo essencial de Citronela. Depois vaporize o local em que o animal faz as suas fezes com essa mistura durante 30 dias ou mais. 

Enjôos e Vômitos

Forma De Utilização

Durante 15 dias, uma vez por dia, pingue 1 gota óleo essencial de Hortelã Pimenta puro na nuca do animal.

Mau Cheiro No Animal

Forma De Utilização

Combine 3 gotas de óleo essencial de Lavanda com 6 gotas de óleo essencial de Cipreste e mais 25 gotas de água destilada num borrifador. Borrife essa mistura 2 vezes por dia no animal protegendo os olhos. Utilize durante uns 21 dias.

Aromaterapia animal é uma terapia onde são usados óleos essenciais extraídos de flores, folhas, cascas, raízes, caules, sementes e frutas. Os óleos são então inalados, utilizados com um difusor ou diluídos em um líquido qualquer e esfregado na pele do animal. Diversos veterinários tem recomendado estes medicamentos para uso veterinário como remédios caseiros eficientes para finalidades diversas

Assim como com as pessoas, o óleo essencial ou hidrossol é inalado pelo animal ou esfregado na sua pele. Os sentidos dos animais processam as moléculas. O corpo do animal libera substâncias químicas que podem ter um efeito de alívio calmante, rejuvenescedor ou alívio da dor em reação aos aromas da aromoterapia. Após as moléculas serem processadas, elas vão para a corrente sanguínea e em todo o corpo do animal.

Os Benefícios Da Aromaterapia Para Animais e Pessoas

O tratamento com aromas é considerado benéfico em diversos níveis. Um dos principais benefícios é que não é um tratamento agressivo, sem necessidade de medicamentos, injeções ou mudança de ambiente.

Tais medicamentos são também anti-sépticos, antimicrobiano, desintoxicante e rejuvenescedores. Eles podem ajudar com problemas emocionais, como ansiedade e stress, como também ajudam com problemas físicos, tais como problemas de pele e proteção de pragas. 

Como Usar a Aromoterapia Em Animais

Para usar tais produtos para ajudar os pets em casa, os donos podem usar métodos diversos. O dono pode deixar que o animal escolher o produto observando sua reação. A maneira ideal é testar na pele do animal para ver como ele vai reagir. Você pode aplicar um pouco em sua patinha, no pescoço e aguardar. O produto é absorvido pela pele e só então ele vai agir.

Eles podem ser usados uma vez por semana, duas vezes ao dia ou mais ou apenas uma vez por dia. A frequência quem determina é o animal e sua necessidade do produto. A maioria dos animais, incluindo cães amam o cheiro e costumam se animar quando gostam do aroma da terapia. Eles ficam até pedindo mais e procurando de onde vem o aroma. Por isso pode ser divertido praticar a aromoterapia com seu animal em casa.

O óleo deve ser diluído. A melhor maneira de fazer diluição para os cães é ir pelo peso do cão. Um pequeno cão com menos de 20 quilos deve receber 30 da dose humana de um óleo essencial. Aplica-se uma gota em cada pata ou algumas gotas em seu corpo e espera-se o resultado.

A Aromoterapia Não é Indicada Para Gatos

Os gatos não têm um mecanismo importante de desintoxicação, conhecido como glucuronidação, que está presente na maioria dos mamíferos. Isso significa que, para evitar um possível choque tóxico fatal (no pior dos casos) ou um acúmulo de metabólitos tóxicos no organismo, o dono deve ser muito cauteloso ao usar a aromoterapia e seus óleos essenciais com gatos e evitar completamente qualquer  um contendo fenóis.

Houve relatos de insuficiência hepática em gatos após a exposição a óleos essenciais. No entanto, estes sempre foram devido a forçar um gato a usar o óleo essencial por exemplo, usando o óleo da árvore do chá não diluído, ou exposição prolongada ao óleo essencial difusa. Na verdade, apesar de sua ampla utilização, considera-se não seguro o uso da aromoterapia para gatos, sendo melhor aplicada em cães e sem riscos para tais animais, até mesmo por seu porte.

Por Que Usar a Aromoterapia Para Os Cães? 

Muitos dos problemas relacionados com os cães em especial podem ser curados com a aromoterapia. O uso dos cheiros para curar os animais é uma solução natural para diversos problemas tanto do corpo como do comportamento do bicho que exigiram tratamentos caros e invasivos com medicamentos, adestramentos e as vezes até desistir do animal porque acha que ele é estressado demais.

A aromoterapia pode aumentar o poder de cura do animal, ajudar a combater o estresse, a deixar o animal mais calmo ou ajudá-lo a enfrentar uma doença séria como o câncer ou dar mais qualidade de vida a cães idoso. Os animais comprovadamente respondem bem ao poder do aroma.

Na terapia com cheiros, cada aroma afeta uma área do cérebro diferente, o que pode causar sensações de alívio e conforto. Os efeitos do aroma no cérebro já foram comprovados tanto para os animais como para o homem. Os efeitos comprovados ajudam a deixar o método de cura por cheiro popular. 

Os Óleos Essenciais Reduzem o Estresse

A aromoterapia tem o poder de atuar trabalhando nos pets corpo e mente juntos, reduzindo o estresse, que é um dos principais problemas a levar a doenças graves. Um cão estressado pode, assim como os humanos, sofrer de câncer de fígado, por exemplo.

A outra ferramenta usada nos cães para reduzir o estresse é a cinesiologia, que pode ser aliada com a aromoterapia. Este é um sistema desenvolvido por um quiroprático americano para testar o corpo contra os desequilíbrios energéticos emocionais, físicos, químicos e, em outras palavras, qualquer coisa que possa estar causando problemas físicos ou comportamentais.

A cinesiologia permite a um veterinário obter a raiz de um problema muito rapidamente, em vez de tratar os sintomas, mas também permite avaliar quais os óleos essenciais que um cão precisa e ajudar de pronto.

Efeitos Colaterais Da Aromoterapia

Se um cão está autorizado a escolher os seus próprios óleos essenciais, é altamente improvável que haverá quaisquer efeitos secundários, desde que o óleo essencial seja bem diluído. Um dos únicos efeitos colaterais desse método de usar os óleos essenciais é o aumento da confiança e comunicação entre cão e pessoa.

Com as melhores intenções do mundo, os donos negam aos animais a autonomia em suas vidas. Oferecer ao animal a possibilidade de escolher o aroma do seu tratamento vai dar ao animal um novo nível de respeito e aumenta os sentimentos de confiança do animal no dono. Isso é especialmente benéfico em cães que experimentaram abuso ou trauma em suas vidas. A experiência de poder escolher algo é por si só um bom experimento para o animal. 

Onde comprar óleos para a aromoterapia

Os óleos podem ser comprados em lojas de produtos naturais ou pet shops de todo o Brasil, custando em média R$ 30.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Curiosidades

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *