Tudo sobre Lesmas

Lesma é o nome que normalmente é aplicado a qualquer molusco gastrópode que carece de uma concha, tem uma concha muito reduzida, ou tem uma pequena concha interna. Isto está em contraste com o nome do caracol comum, que é aplicado aos gastrópodes que enrolada conchas que são grandes o suficiente para se retratar.

A Stylommatophora, mais conhecida como lesma, é uma espécie que atualmente engloba cerca de 60 a 75 mil espécies, incluindo caracóis, lesmas e outros animais marinhos. Os animais gastrópodes possuem cabeça bem definida, um ou dois pares de tentáculos e, além disso, esse tipo de animal possui rádulas, as chamadas línguas dentadas.

Curiosidades

Em uma determinada fase, para ser mais específico durante a formação da massa encefálica, as lesmas sofrem uma torção de 180 graus, parecendo as conchas dos caracóis. Um curiosidade é que todas as lesmas são hermafroditas.

Lesma é uma Praga?

A maioria das lesmas são inofensivas aos seres humanos e aos seus interesses, mas um pequeno número de espécies são pragas de agricultura e horticultura. Elas podem destruir a folhagem mais rápido do que as plantas podem crescer, matando até mesmo plantas bem grandes. Eles também se alimentam de frutas e legumes antes da colheita, fazendo buracos na cultura, que pode fazer itens individuais impróprios para vender, por razões estéticas e que pode tornar a cultura mais vulneráveis à podridão e às doenças.

Causadoras de muitos problemas em plantações, hortas, jardins e pomares, as lesmas são muito sensíveis à luz e desidratam facilmente, o que explica o velho conselho de jogar sal nelas para exterminá-las. Devido à sua fácil desidratação, o sal leva essa espécie à morte, isso porque a concentração salina fora de seu corpo é muito maior.

As lesmas se alimentam de uma grande variedade de plantas, flores e raízes, sempre durante a noite devido a sua sensibilidade à luz. Além de incomodar as pessoas em relação aos jardins e plantações, esse bicho ainda causa uma série de outros problemas, principalmente doenças.

Muitos locais acabam sendo infestados por lesmas, que logo tornam-se pragas em alguns lugares. Se você desconfia que esses pequenos animais estão passeando pelos seus jardins ou pela sua casa durante a noite, uma dica de como descobrir isso é observar se há rastros deixados por elas no chão cimentado ou em muros.

Tipos de Lesma

Todas as lesmas são descendentes de caramujos que, gradualmente têm se perdido ou reduzido suas conchas ao longo do tempo. Os diferentes grupos de lesmas não estão intimamente relacionados, apesar de uma semelhança superficial, sob a forma do corpo em geral.

Há lesmas marinhas e terrestres, mas o nome comum “Lesma” é mais frequentemente utilizado para espécies terrestres de respiração aérea, enquanto as formas marinhas são conhecidos como lesmas do mar. Gastrópodes da terra com uma concha que não é bastante rudimentar, mas é pequeno demais para se retratar (como muitos na família Urocyclidae), são conhecidos como semi lesmas.

Lesmas, como todos os outros gastrópodes, podem sofrer torção (uma torção de 180 º e os órgãos internos) durante o desenvolvimento. Internamente, a anatomia da lesma mostra claramente os efeitos da rotação, mas externamente os corpos de lesmas aparecem e não são simétricos, exceto para o posicionamento da pneumóstomo, que está em um lado do animal, normalmente o lado direito. Os corpos de lesmas viscosas são propensas à desidratação, o modo de vida das lesmas terrestres estão confinadas a ambientes úmidos e deve recuar para defender esconderijos quando o tempo está seco.

Reprodução das Lesmas

As lesmas são hermafroditas, com ambas tendo órgãos reprodutivos tanto do sexo feminino quanto masculinos. Depois de uma lesma ter localizado um companheiro, elas circundam uma a outra e espermatozoides são trocadas através de seus órgãos genitais. Poucos dias depois, as lesmas colocam cerca de 30 ovos em um buraco no chão, ou sob a cobertura de um objeto, como um tronco caído.

Predadores

Rãs, sapos, cobras, ouriços, salamandras, tartarugas, ratos, humanos e também alguns pássaros e besouros são predadores da lesma.

As lesmas quando atacadas, podem contrair o seu corpo, tornando-se mais e mais compacto, e combinado com o muco escorregadio é mais difícil para muitos animais conseguirem sucesso no ataque. O sabor desagradável do muco também é um impedimento. Alguns lesmas podem se auto-amputar (autotomia) uma parcela de sua cauda para ajudar a fugir de um predador.

Predadores da Lesma

Predadores da Lesma

A Lesma Transmite Doenças?

Se houver realmente lesmas em seu quintal, procure profissionais especializados no extermínio desse tipo de animal e não ande descalço no local, pois as lesmas transmitem sérias doenças. É importante que você saiba que, mesmo que você jogue sal e a lesma morra, não toque nela em hipótese alguma, isso porque produz um muco que transmite doenças e vivo ou morto, o muco está presente no corpo do animal.

A principal doença transmitida pelas lesmas vem dos ratos, que uma vez hospedeiras, fazem o papel de disseminar o vírus. É chamada de angiostrongilose e pode ter formas físicas e neurológicas. As primeiras podem causas dores como se fossem de apendicite, dores musculares, dor de cabeça e na nuca. Já as neurológicas podem causar paralisia facial e em outras regiões. Em ambos os casos, foram registrados poucos casos de morte.

Como Eliminar Lesmas?

Quando você joga sal para matar as lesmas, além de você precisar jogar muito sal, restarão resíduos do animal, o que poderá contaminar o solo. Sendo assim, uma boa alternativa é pegá-lo com algum outro objeto dispensável e enterrá-lo a cerca de 10 centímetros abaixo do solo, isso porque o bicho não consegue sair e morre. Além disso, seus restos tornam-se adubo.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Cuidados

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • achei legal a lesma preta! mas nojentaaa! iéca! E NAO MATEM ELES COM SAL E INTERREM TÁ! NAO O MALTRATEM!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1

    natalia 16 de agosto de 2012 0:10
  • Adorei vou ter uma apresentação no cplégio e vou levar um caracol no alcool!

    Elen Elen 7 de setembro de 2012 19:31
  • Fui pega e joga a lesma para fora da minha sala,ele soltou do seu corpo um liquido, se este liquido mim atimgiu ,quais doenças poderam mim comtaminar?

    Paloma Barros 25 de setembro de 2013 2:42
  • gostei das informacoes sempre tive essa duvida se elas trasmitiam doencas ou nao.. Ja tinha nojo agora tenho medo desse ser vivo… Tem sao essas mas tem gente q ainda come algumas especies… Q nojo

    tamar emily 14 de outubro de 2013 1:10
  • QUERO SABER SE A LESMA FAZ MAL P/ ANIMAIS, POIS ACHO RASTROS QUASE TODOS OS DIAS NA RAÇÃO DO MEU CACHORRO, EU ACHO Q ELE COME PQ NÃO AS VEJO PELA MANHÃ, SÓ UMA GOSMA BRILHANTE, ECA>>>

    cida 22 de outubro de 2013 1:52
  • ela e muito venenoza

    vitoria 29 de janeiro de 2014 18:14
  • Eu também gostaria de saber se ela causa algum mal aos animais.Todos os dias eu encontro vestígios na ração do meu cachorro.

    Laci 28 de fevereiro de 2014 1:19
  • Elas vêm todas as noites comer a ração do cachorro.

    Que mal pode causar a ele e como extermina-las.

    Laci 28 de fevereiro de 2014 1:26
  • olha pessoal acho que é melhor fazer exames no bichinho de vocês e tbm sei lá, tampar a ração, né? E chamem um especialista para mata-las.

    catia 1 de setembro de 2014 16:24
  • façam exames no cão, e contratem um especialista logo!

    catia 1 de setembro de 2014 16:26
  • Tenho esses bichos rastejando na minha casa todo como me livro deles ?

    adriano motos 2 de setembro de 2014 15:11

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *